Por que nada dá certo na minha vida?

Sabe quando você colocar de volta o seu sonho no fundo da gaveta, porque ele não deu certo?

Escreveu em seu caderno uma lista enorme de tudo que planejava fazer e, até agora, nada se concretizou. Tentou ano passando, não deu certo. Começou esse novo ano com fé, já imaginando que riscaria algumas das suas metas. E os meses vão passando e nada de interessante acontece em sua vida. Seus amigos conseguem realizar todos os objetivos. E você sentir uma pitada de inveja (Oh, Deus, não quero ter esse sentimento!). Mas por que na vida das pessoas tudo parece ser mais fácil? É uma das perguntas que você sempre faz. Até mesmo, a sua protagonista favorita passar por diversas dificuldades e no fim acaba acontecendo o famoso final feliz, então, passa um filme em sua cabeça de tantas coisas que já viveu e até agora nada. Se sentir nadando contra a correnteza.

Você começar a acreditar que está fazendo escolhas erradas e que deveria ter tentado algo diferente – pensar em largar tudo, talvez seja o melhor, mesmo que seja o seu maior sonho. Acha mais fácil desistir do que te faz acordar todos os dias e viver procrastinando tudo com medo do amanhã, que continuar lutando pelo o que você mais quer na vida.

Por experiência própria acabei desistindo de muitas coisas, me arrependo de não te continuado tentando. De uma forma ou de outra, só me ajudou a compreender que nada é fácil e muito menos vem de mão beijada sem a gente lutar. E parei de comparar minha vida com as de outras pessoas. Uns demora mais a realizar suas metas e outros conseguem mais fácil, mas é uma questão de percepção, talvez aquela pessoa, vem trabalhando sem parar naquele objetivo. Temos que admirar mais as conquistas das pessoas e acreditar que podemos ir ao infinito e além do que sonhamos.

Se você está vivendo esse momento difícil e pensou em desistir, continue acreditando em si mesmo. Reinvente-se, crie novas metas e estratégias para chegar a seu objetivo, afinal de contas, você só saber se vai dar certo é se ter coragem de tentar.

Continue sendo guiada pelo o que seu coração deseja e o que vai te fazer feliz. Enquanto isso comemore as pequenas conquistas – são elas que vai fazer você alcançar o que tanto sonha. Porque aí você terá, finalmente, percebido que muitas coisas em sua vida está dando certo.

Inspiração: quer começar um bullet journal e não sabe como?

Nós últimos anos, uma técnica conhecida como “bullet journaling” ficou extremamente popular na internet. Mas o que é? Trata-se de um sistema de organização de agendas criado pelo designer Ryder Carrol, no qual, por meio de várias etapas, as pessoas conseguem “acompanhar o passado, organizar o presente e planejar o futuro”. Os bullet journals, no entanto, não é uma técnica fácil ou intuitiva, ainda assim foi adotada por milhares de pessoas – é só buscar o termo “buJo ou bullet journal” no Pinterest, no Tumblr, no We Heart It e também no Instagram para encontrar diversas imagens maravilhosas de pessoas que organizam suas vidas com o esse método. Ao usar esse sistema, é possível colocar vários tópicos de toda a sua vida em um só lugar, ajudar a priorizar as tarefas e estar sempre de olho naquele caderninho, assim, não se esquecer do que precisa fazer.

  • Mas como fazer um bullet journal?

O primeiro passo é criar um índice no início da agenda. Em seguida, enumere as páginas e coloque o que cada uma corresponde. Por exemplo: iniciar novas atividades na página 2, resoluções do dia a dia na página 8 e por ai vai. Ao acrescentar uma espécie de menu no seu caderno, você não precisa ficar procurando em qual página está. E em seguida, nas primeiras páginas após o índice, faça um mini-calendário dos próximos meses do ano, ao lado dos quais, pode anotar os principais acontecimentos daqueles dias: aniversários, pagamento, consultas médicas, contas a ser pagas e entre outras coisas. Depois, você pode dedicar à próxima pagina a um calendário mensal. Dessa forma poderá visualizar o mês por inteiro e ter uma noção do que cada dia te reserva.

Você pode mapear também sua lista de tarefas da semana ou do dia, como preferir. Lembrando que o objetivo é fazer o que é mais prático e que condiz com a sua rotina. A melhor dica é você priorizar suas tarefas mensais, usando símbolos para indicar quais devem ser feitas nos próximos meses, quais devem esperar um tempo e quais devem ser riscadas.

  • O que devo colocar no meu bullet journal?

Faça uma lista Coloque tudo que você sempre quis fazer, mas nunca deu tempo ou deixou para depois. Até por que, não precisar ter limites, escreva tudo que desejar como se exercitar mais, conhece pessoas novas, mudar alimentação, viajar para Machu Picchu, não importam quais são os seus desejos, o céu é o limite. Determine prioridade Mesmo a lista sendo imensa, porém tudo precisa ser colocado em ordem de suas maiores prioridades. Coloque prazos Agora você precisa ter prazos para colocar as coisas em prática. Determine coisas de curto, médio e longo prazo, mas não se esqueça colocar datas para as coisas acontecerem. Plano de ação – Agora para cada uma das ideias tem que rolar um planejamento. Ou o que tô chamando de um plano de ação, por exemplo: Se você vai comprar algo, quanto você precisa juntar de dinheiro? Onde você aplicar seu dinheiro? e por aí vai…

  • O que mais posso fazer no meu bullet journal?

Tudo que você quiser. É bem legal, você separar uma página para marcar livros que você quer ler ainda esse ano, filmes que pretende assistir e também seriados que pretende vê. Também dever fazer um “gratitude log ou log da gratidão” é uma das ideias para buJo mais famosas na internet, uma página para anotar diariamente, coisas pelas quais você é grata. É uma forma de colocar as coisas em perspectiva e perceber que sempre existe um motivo para agradecer. Cuide da saúde metal: Separe uma página para anotar o que você sente ou para desabafar. Mas lembre-se em deixar um espaço limitado para escrever – até desabafar tem um limite saudável, negatividade demais é como um bumerangue, vai e volta. Você encontrar ainda mais dicas sobre esse tópico “como monitorar sua saúde mental“, no BuzzFeed. E por último, não tão menos importante, guarde dinheiro, ideias para bullet journal que envolvem dinheiro são muitas, uma forma simples de ajudar você a começar uma poupança e guardar ainda mais o seu dinheiro, anotando em seu caderno é uma forma mais fácil de ir em direção a meta que você tanto desejar. 

  • Qual a melhor forma de organizar o meu bullet journal 

Não importa que ele tenha uma página bonitinha ou não, afinal a coisa mais importante é fazer um bujo que funcione para você. Sempre tenha em mente isso.

Você pode começar organizado por cores, não só por razões estéticas, mas é um dos jeitos mais fácil de lista todos os tópicos e também para encontrar. Separar os dias da semana. É o mais comum e mais usado. Separar os períodos do dia. Você pode selecionar três cores de marcador e usar para destacar as coisas a fazer de manhã, a tarde e a noite. Separar coisas mais importantes. Etiqueta por cores para tarefas de prioridade alta, média e baixa. E se por acaso, você não gosta de canetas coloridas, mas ainda assim quer colocar um pouco mais de cor no seu bullet journal, pode fazer o uso de post-its ou ainda washi tape, fitas no estilo durex que são de um material mais resistentes, coloridos e com desenhos. A dica mais legal é que você não precisa usar cor nenhuma se não quiser.

Existem quem prefere apenas canetas pretas ou azul e até mesmo lápis e tudo bem. Faça o que é melhor para você, ok? Aliás, a quem prefere fazer desenhos, acabar dando uma graça extra para as tarefas diárias, mas é algo bem opcional.

Quanta coisa, né? Olhando assim parece ser bem complicado, né? Porém, quando você colocar na prática é algo bastante fácil e divertido para fazer. Se você quer começar o seu bullet journal, dê uma olhada nesses link do BuzzFeed: 1 e 2. Vai acabar te ajudando ainda mais. Mas como ressalta Levitin, não existe um método que funcione para todo mundo. O que a ciência comprova que funciona é externalizar seus pensamentos, anseios e objetivos de alguma forma, como isso será feito cabe a você.

E aí, me conta nos comentários: você já tem um caderninho assim? Ou está pretendendo começar um, assim como eu? Vamos juntas criar um bujo tão legal e divertido.

O último adeus

Acordei como qualquer outro dia. Tomei um banho rápido, me arrumei e preparei um café forte para enfrenta mais uma rotina do dia a dia. Resolvi ir a pé para o trabalho, já que a caminhada duraria meia hora. Só que, eu estava tão distraída, que nem prestei atenção em uma circunstância, em que eu estava passando em frente ao seu prédio – prometi a mim mesmo, que cortaria quarteirões para não passar naquele lugar, do nosso último adeus.

Ainda sou covarde. Não quero reviver nada daquilo. A pior parte de todas, acabei parando em frente a sua janela. Até porque, um pequeno detalhe me deixou feliz: as flores que eu cultivava ainda estavam na sacada. De uma forma ou de outra, eu ainda pertencia aquele lugar, mesmo sabendo que não fazia mais parte da sua vida. É claro, ainda dói saber que, o seu amor não me pertence mais.

Aliás, naquela mesma sacada, foi o nosso último beijo. O último abraço e também o último adeus. Acabei fazendo questão de exala o cheiro do seu perfume, que talvez, seja uma das últimas lembranças que levarei comigo. E com o tempo seu rosto vai desaparece da minha memória, em doses pequenas, o som da sua voz, vou acabar me esquecendo.

Eu não queria que tivesse acabado – sei que existia amor de ambas as partes. Mas sabe de uma coisa? É melhor assim, acabou nós dois ainda se amando, sem raiva, mágoa ou culpar. E também não estávamos preparados suficientemente para algo mais sério, precisamos nós descobrir. Ou, pelo menos, essa foi uma das melhores desculpas para terminamos.

Eu precisava voltar para minha rotina monotonia, mesmo desejando passar o dia todo em frente a sua janela. A vida tem que continuar, preciso seguir sem olhar para trás, está ciente, que o amor virou saudade. Se eu pudesse te disse algo, agora, seria somente: Obrigada, você me mostrou o significado do amor. Além disso, que o importante, o importante mesmo, foi eterno enquanto durou.

Sabe, não terminou como conto de fadas

Eu costumava ficar os observando. Todos sabiam que eles eram amigos. Ou melhor, dizendo, melhores amigos. Porém, o que todos sabiam mesmo era que, eles se amavam. Só eles que ainda não haviam percebido. Encontravam-se quase todos os finais da tarde na lanchonete da esquina. Conservam sempre dando atenção um para o outro. Sem mexer no celular, como se nada mais tivesse importância. Curtiam apenas o momento.

Ele, uma calmaria. Ela, uma grande tempestade. Totalmente opostos. Porém, ao mesmo tempo se completavam.

O rapaz, acabei percebendo, era muito centrado. Guiava-se pela razão, jamais pela emoção. Tinha os pés no chão. Sempre com um bom humor. Mas eu, identifiquei em seus olhos, um medo. Desconfio que, até ele mesmo desconheça.

E a moça, carregava quase sempre algum livro de Shakespeare. E também outros livros. Decorava, provavelmente, alguma peça de teatro. Em sua pele existia tatuagens enigmáticas. Constelações. Rosas. Borboletas voando. Lua. Unicórnio. De alguma forma todos os desenhos poderia ser uma grande definição sobre ela. Confesso que imaginava o significado de cada um deles em sua vida. Aliás, a primeira impressão dela é, uma garota sonhadora que viver com a cabeça nas nuvens.

Em um fim de tarde, como todos os outros, clientes já tinham ido embora e os dois continuavam sentados na mesa e, então, algo que todos imaginavam que ia acontecer. Aconteceu, eles se beijaram – não literalmente, porque quem teve a iniciativa do beijo foi ele. E ela correspondeu, mas depois saiu correndo, deixando ele sozinho. E não acabou, antes de ir embora, ele deixou um bilhete singelo na mesa “Desculpe pelo beijo, mas eu prometo não te incomodar mais”.

Nos dias seguintes, ela continuava o esperando no mesmo lugar. Ele não apareceu mais. Nem na segunda, terça e todo resto do mês. De telespectadora, fiz parte daquela história, entreguei o bilhete que ele havia deixado. Seus olhos lacrimejavam, enquanto lia mais de duas vezes aquele pequeno bilhete. Depois, guardou na bolsa o pequeno papel e foi embora se misturando no meio da multidão. Nunca mais ninguém os viu por ali.

Pena que, aquela história não terminou iguais aos contos de fadas. Cada  um seguiu o seu caminho.

Quem sabe, um dias eles se reencontram e descubram, o amor foi um dos sentimentos que mais os ligavam. Talvez, pode ser tarde. Além disso, quero que eles sejam felizes, mesmo não estando juntos. Pode ser que acabou, mas se foi bom, guardem as melhores memórias, porque são essas que merecem fazer parte das lembranças que viveram juntos. Até o fim.

Que esse novo ano seja leve

Quando o relógio marcou meia noite o que você desejou? Aliás, você fechou os olhos e com fé pediu um ano com coisas positivas e repleto de felicidade?! Cada um de nós fez um pedido desejando: saúde, paz, amor, felicidade, esperança e tantas outras coisas boas. Além disso, resolvi aderir à força do pensamento e desejar com todo o meu ser somente coisas boas e positivas, para cada um de nós.

Desejo que você consiga vencer cada um dos obstáculos, que esteja no seu caminho, por mais complicado que seja. Que saiba preservar cada momento bom que viver e, os ruins, sirvam de aprendizagem. Que a gente consiga ser mais tolerante, buscando sempre está em harmonia com o próximo.

Desejo que saiba administrar os seus sentimentos. E que tenham o equilíbrio do amor e da razão. Porque não escolhemos o que vamos sentir, mas temos a obrigação de ter controle, sobre a forma que eles podem nos afetar.

Desejo que conserve as velhas amizades, até porque, partilhou com você diversas histórias. E que novas possam surgir e que te ensine coisas novas. Guiando na direção da felicidade com muito amor e fraternidade. O mais importante: esteja conosco em todos os momentos e que possamos confiar. E que saiba valorizar uma amizade, porque não é fácil despir a alma pras pessoas. São raros os que merecem ter um vislumbre dela.

Desejo que cada um dos nossos sonhos possam se concretizar, até mesmo aqueles que estavam guardados em alguma gaveta. Não devemos deixar que o medo os roubem e muito menos temer julgamentos alheios. Se o sonho está no seu coração, siga até a glória (mesmo que os caminhos sejam repletos de espinhos!), que cada dia, caminhe mais perto do que você tanto desejar. E, se não der certo, tomara que haja força e fé o suficiente para encarar, também, as derrotas.

E um dos meus maiores desejos é que sabemos receber e retribuir amor: da família que cuida da gente e nos proteger, quando o mundo parece desabar. Dos amigos que nos amparar em dias difíceis. E de amores que preenchem o nosso coração e, o melhor de tudo, que transborde.

Antes de terminar o texto: Daqui em diante, teremos 365 novas oportunidades de reescrever uma nova história para nossa vida. Que seja divertido, doce, acolhedor e cheio de coisas positivas. Porém, o mais importe: que seja leve como uma brisa. Combinado?

Então, dezembro, o que ainda me reserva?

Quando criança dezembro era o meu mês favorito. Eu gostava de andar nas ruas e ver as casas decoradas e as luzes de natal iluminando a cidade. As lojas lotadas com pessoas comprando presentes ou lembrancinhas. E também o clima das festas, bom velhinho, bola de neve e os filmes que mostrava essa época. Pois é, eu amava tudo que envolvia essa magia do natal.

Como num passe de mágica, nada disso me encantava mais. Acabei perdendo aquele olhar de criança. A partir de então, dezembro, acabou ser tornando o meu mês de reflexão; consequentemente, coloco em uma balança as coisas boas e ruins, que aconteceram esse ano. Talvez, não tenha sido um dos melhores onze meses da minha vida, mas é o que, eu posso levar na minha bagagem de aprendizagem.

Sim, eu sei que as coisas não vão mudar em apenas um mês, mas ainda, dá tempo de fazer algo para esse mês ser um dos melhores. Ou que não seja tão ruim. Quero realizar coisas simples – como visitar uma amiga que não vejo há anos, ajudar alguma instituição de caridade, visitar velhinhos em um asilo. Ou simplesmente para um pouco e olhar o pôr do sol e entre outras coisas, que não só vai fazer meu mês de dezembro ser melhor, como posso fazer mais pessoas felizes: com um pouco de solidariedade.

Porque, nesse mês, – a que poucos dias nos restam deste ano. Desejo que possa ser leve como uma brisa. Eu torço pelo tempo passar devagar, bem devagar, para dar bastante tempo de você aproveitar cada minuto.

Um leve dezembro a você, então.

São tempos difíceis para os sonhadores

texto153No filme O Fabuloso Destino de Amélia Poulain, a personagem Eva, interpretada por Claude Perron, expressa a frase “são tempos difíceis para os sonhadores”. É uma das citações mais impactantes no filme no meu ponto de vista. Compartilhando com a gente uma grande verdade dos dias atuais.

Mal amadurecemos e a vida nos cobra que crescemos. Quando chegamos à vida adulta e acabamos entrando em um labirinto – que, parece que não há saída. Precisamos decidir qual curso fazer na faculdade e imediatamente procurar um emprego. Aff! De repente sente como se ninguém importasse com os seus verdadeiros sonhos, mas sim, que você precisa ter logo uma vida estabilizada.

É nesse, meio caminho que muitos sonhos vão ficando para trás. Existe quem não aguentar tanta pressão e acabar desistindo daqueles sonhos que desejou a vida inteira. Achando que é melhor guarda em uma gaveta. Do que ter que lutar. Eu não julgo quem desistiu, admiro até. Porque lutar por um sonho é difícil, desistir dele é muito mais.

Nós, sonhadores, estamos constantemente lutando. Tem que se reergue a cada “não” que levamos. Pular a janela quando as portas se fecham. Temos que ouvir “você não vai conseguir” ou “é impossível”. Pensamos em jogar tudo pro alto. Aliás, essas pessoas, acham que não vai dá certo, porque, acabaram desistindo e tentam menosprezar. E então, sua ficha cair e perceber que seus sonhos não dependem dessas pessoas, que tentam ter colocar pra baixo. E, sim, de você.

Suas lutas estão apenas começando. Como um pequeno barco no mar –, enfrente todas as ondas que atravessa o seu caminho. Reme na direção dos seus sonhos. Mesmo que não seja fácil, porém, não desista daquilo que você tanto sonhou. São tempos difíceis, como diz Amélia Poulin, por isso, não desacredite de você mesmo.

Além disso, o que seria do mundo sem pessoas sonhadoras?

Estou florescendo

comportamento-texto-inspiração-3Eu não sou mais a garota que você conheceu alguns anos atrás.

Não choro mais pelos cantos. Não ligo mais com os comentários maldosos. Não tento mais agradar ninguém. Na minha adolescência eu queria fazer parte de algum grupinho, tentei todos, mas eu não me encaixava em nenhum. Me sentia como um peixe fora d’água. Então, preferia ficar sozinha na sala de aula na hora do recreio, apenas eu e os meus livros. Ninguém compreendia, como alguém preferia ficar com livros, além de se socializar e fazer novos amigos? Nunca fui anti-social, mas aquelas pessoas não me fazia sentir bem. Procuro me cercar de pessoas que me traz paz e que fique feliz com a minha companhia. Se tem algo que eu não gosto é, de forçar amizade.

Você pode-me vê passando na rua, mas nunca vai me desvendar. Sim, sou feita de camadas. Sou muito enigmática. Uma verdadeira caixinha de surpresa. Procuro mostrar pouco sobre mim, somente o necessário. Você pensa que viu tudo. Mas, meu bem, você viu muito pouco ou quase nada. Para ser sincera, tem pessoas que não merece conhecer eu por inteira. Você pode conviver comigo durante anos, porém, jamais vai desvendar o fundo da minha alma.

Sou cheia de profundidades e superfícies.

Quanto mais o tempo vai passando eu vou me descobrindo. Antigamente eu não curtia mpb – e hoje é o que mais tocar na minha playlist. E claro, estou sempre procurando descobrir o novo. Sou curiosa mesmo, nunca estou satisfeita com o que eu sei. Aliás, tantas coisas fascinantes que existem e jamais vou me prender em universo só (…). Quero ser livre, leve e solta.

Amanhã vai existir uma nova versão minha (que eu ainda não conheço). E que vai está disposta – aprender com os erros e se levantar quando cair. Que vai acreditar ainda mais nela. Que vai em buscar do horizonte, mesmo quando falam que é uma utopia. Se tem uma coisa que eu gosto, é de correr riscos. Também não sinto mais medo de receber, não. Continuo seguindo em frente quando as portas se fecham. Só não existe a palavra desistir no meu dicionário. É isso, eu só quero gritar para você ouvir; assim como as flores, eu estou florescendo.

As citações mais lindas de: “Como Eu Era Antes de Você”

frases-me-before-youVocê alguma vezes já leu um livro que emocionou e marcou a sua vida com a história? Pois então, o livro “Como Eu Era Antes de Você” escrito pela autora Jojo Moyes, me fez refletir muito. A história em si, tem um tema bem reflexivo e emocionante. Acabou fazendo a venda dos meus olhos caírem e me fez ter outra visão sobre as pessoas. E uma coisa que marcou muito o livro, com certeza, foi os as citações, que são sempre inspiradoras e apaixonantes. Olha só!

frases-favoritas-como-eu-era-antes-de-você-1“Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível.”

♡ “Alguns erros… apenas têm consequências maiores que outros. Mas você não precisa deixar que aquela noite seja aquilo que define quem você é.”

♡ “Ser atirada para dentro de uma vida totalmente diferente – ou, pelo menos, jogada com tanta força na vida de outra pessoa a ponto de parecer bater com a cara na janela dela – obriga a repensar sua ideia a respeito de quem você é. Ou sobre como os outros o veem.”

♡ “Se ele amar, sentirá que pode seguir em frente. Sem amor, eu já teria afundado várias vezes.”

♡ “Existem horas normais e horas inúteis, nas quais o tempo para e escorre e a vida – a vida real – parece distante.”

♡ “Que todos nós éramos parte de um grande ciclo, algum tipo de arranjo cuja finalidade só Deus poderia entender.”

♡ “A primavera chegou durante a noite, como se o inverno fosse um hóspede indesejado que de repente resolveu vestir seu casaco e desaparecer sem se despedir.”

♡ “Senti a música como se fosse algo físico que não entrava só pelos meus ouvidos, mas fluía dentro de mim, me cercava, fazia meus sentidos vibrarem.”

♡ “Dizem que só é possível se admirar um jardim depois de certa idade, e acho que existe alguma verdade nisso. Provavelmente tem algo a ver com o grande ciclo da vida. Parece que há algo de miraculoso em ver o inexorável otimismo de um novo broto após a desolação do inverno, uma espécie de alegria na diversidade a cada ano, a forma como a natureza escolhe mostrar diferentes partes do jardim.”

“Você é a única coisa que me faz querer levantar todas as manhãs.”

frases-favoritas-como-eu-era-antes-de-você “Poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas.”

♡ “Seu corpo era apenas uma parte do pacote completo, algo para se lidar de vez em quando, em intervalos, antes de voltarmos a conversar. Para mim, tinha se tornado a parte menos interessante dele.”

♡ “Você só pode ajudar alguém que aceita ajuda.”

“Onde há vida, há esperança, não é assim?”

♡ “E sabe o quê? Ninguém quer ouvir esse tipo de coisa. Ninguém quer ouvir você falar que está com medo, ou com dor, ou apavorado coma possibilidade de morrer por causa de alguma infecção aleatória e estúpida. Ninguém quer ouvir sobre como é saber que você nunca mais fará sexo, nunca mais comerá algo que você mesmo preparou, nunca vai segurar seu próprio filho nos braços. Ninguém quer saber que às vezes me sinto claustrofóbico estando nesta cadeira que tenho vontade de gritar feito louco só de pensar em passar mais um dia assim.”

frases-favoritas-como-eu-era-antes-de-você-2♡ “Sei que essa não é uma história de amor como outra qualquer. Sei que há motivos para eu nem dizer isso. Mas eu amo você. De verdade.

♡ “Eu me tornei uma pessoal totalmente diferente por sua causa.”

“Percebi que estava com medo de viver sem ele.”

♡ “Tentei não pensar em nada. Tentei apenas ficar ali, absorver o homem que eu amava por osmose, guardar em mim o que sobrava dele. Não falei nada. Ouvi então sua voz. Eu estava tão perto que, quando ele falou, a voz pareceu vibrar suavemente em mim.”

“Não pense muito em mim. Não quero que você fique toda sentimental. Apenas viva bem. Apenas viva…”

♡ “É isso. Você está marcada no meu coração, Clark. Desde o dia em que chegou, com suas roupas ridículas, suas piadas ruins e sua total incapacidade de disfarçar o que sente. Você mudou a minha vida muito mais do que esse dinheiro vai mudar a sua.”

E aí, qual é a sua frase favorita? Só com as citações, já deixar coração de gente em pedacinhos… Agora, imaginar a história completar! Recomendo muito para quem adorar amores impossíveis e com um pouquinho de humor. Quem já leu o livro ou assistiu ao filme? O que achou? Conta nos comentários!

Solidão

tumblr_nnruxgCdW21ts1n9no3_540Sentou-se na janela e ficou observando as pessoas que passavam pela rua. Umas sorrindo, outras discutindo e muitas sozinhas. Tomou mais um gole de café. O vento frio batia em seu rosto e fazia queimar. Mas nada doía tanto que a solidão daquela casa. Ali era o único lugar que sentia-se acompanhada. Olhava para as pessoas e tentava desvendar o sentimento de cada uma delas. E sabia que cada uma tinha algum sentimento que queria esquecer.

Respirou fundo e pegou o celular, não havia nenhuma mensagem nele. Olhou dentro do quarto (sem sair da sacada da janela) viu que o silêncio era assustador. Não havia vestígio nenhum daquele que um dia ela amou. Doía! Porém, tinha que aprender a conviver com aquela ausência. Na vida às vezes, temos que abrir mão de um amor, por um sonho ou por um erro cometido. De uma forma difícil, essas escolhas fez doe cada fibra do seu corpo.

O anoitece ia deixando a rua ainda mais vazia. Sentiu um amargo no estômago. Estava ainda mais solitária. Não tinha nem mais os desconhecidos passando na rua, para imaginar o que acontecia na vida deles. Não tinha ninguém pra lhe ouvir, tantas coisas queria dizer. Poderia conversar com as paredes ou quem sabe o seu vizinho do lado, que havia perdido a esposa (depois de 50 anos casados), ele sempre falava o tanto que a amou, até mesmo quando encontrava-se no corredor do prédio. Mas não naquela noite, porque era apenas, ela e a solidão.

Deitou a li mesmo no chão e adormeceu. O quarto estava vazio e sombrio, ali era o único lugar mais aconchegante, até mesmo, com todo o frio que estava fazendo. Porque lá dentro, se encontrava a solidão: que doía e sufocava, até mais do que, qualquer dia de inverno.