tumblr

Space bun: que tal um penteado fácil e bonito para fazer?

Um coque dublo… está com tudo! Sem muito esforço, você tem um penteado super estiloso e que vai te deixar muito linda. A moda do space bun ou double bun, que foi tendência nos anos 90 e, agora, está de volta. Ele pode ser feito em cabelos médios e longos. Depois de mais de duas décadas de sumiço, o penteado voltou à moda e tem sido visto nas cabeças de modelos, atrizes e cantoras. Por causa delas, muita gente quer aderir à moda. E aliás, você também pode investir nesse penteado tão fofo! Dúvida? Aposto que você vai querer usar até no seu dia-a-dia. Olha só essas inspirações!

Se você quer algo mais simples e ao mesmo tempo moderninho – a melhor ideia é usar o preso básico, que já é muito lindo! Tem uns penteados que fazem lembra as orelhas da mini, superfofo. Você pode pentear o cabelo repartindo no meio e fazer o coque dos dois lado, pode ser pequeno ou grande. Os coques pode ser bem redondinho ou mais despenteado, com fiozinhos soltos ou com gel para deixar os fios mais comportadinhos. Dos dois jeitos fica maravilhoso!

E, claro, tem que prefira uma versão com a metade do cabelo solto, o resultado fica um charme! Nesta galeria de cima, temos dois cabelos diferentes tipos, texturas e cores de cabelo, o penteado continua incrível. Aliás, não tenha medo de se jogar no volume, que combina perfeitamente com space bun.

E não pense que as garotas estão ficando apenas no preso básico, que já é superfofo. Tem versão com tranças na parte de trás, gitter roots (a raiz cheia de brilho), por exemplo: Que tal enfeitar os space buns com argolinhas? Outra opção legal é começar com tranças  de raiz na frente e terminar com os coques duplos. Pode enfeitar também com hair tattoos, o resultado fica lindo!

Quem tem cabelo colorido? Esse penteado acabar dando um destaque a mais, ainda deixando o coque mais lacrador! Ou quem te cabelos coloridos nas pontas, de todas as formas são muito incríveis e estilosos.

E nem podemos se esquecer da fofinha Pucca também <3 muito amorzinho, gente! E aí, o que você acha do penteado? Usaria? Conta pra gente nos comentários! 

Inspiração: brincando com as sombras

Não precisa de muitas coisas para tirar fotos incríveis: somente jogo de luzes e sombras! Como? Brincando com sombras e cores é um dos artifícios para melhoras as fotografias – aliás, é perfeito para dar um resultado mais natural. Saber aproveitar as luzes das sombras para criar efeitos mais elaborados. Você não faz ideia de como suas fotos podem ficar criativas! Quer ver? Então dê uma olhada nas inspirações que selecionei no post de hoje.

A luz é uma dos elementos mais importantes na fotografia – aliás, o mais importante. Aproveite o fim de tarde para tirar fotos tão lindas quanto estas! E se você, curte uma vibe mais “natureza” use a sua criatividade com sombras de flores e plantas. Vale também usar rendas e tecidos vazados para criar esse efeito mais fascinante. Outra boa dica é aproveitar a luz que entra pela persiana e que cria linhas incríveis. As frestinhas de luz que entram pela janela ou pela porta também podem ser ideias excelentes.

E aí, curtiu as inspirações? Dá para marcar com as amigas e aproveitar o final de semana pra arrasar nos cliques!E aliás, lembrando, que as fotos são para te inspirar nas poses, nos cenários, nos ângulos e também mais ideias legais – e somente isso! Qual foi a sua favorita? Conta tudo nos comentários!

Inspiração: tatuagens de elefantes

O elefante é um dos animais mais queridos! Por isso, que tatuagens de elefantes está ganhando cada vez mais o coração de muita gente! Uma tatuagem de elefante tem um significado profundo. Por exemplo, na Índia, o elefante é um símbolo de poder, paciência, sabedoria, sucesso, prosperidade e benevolência. Seguindo este raciocínio, os desenhos mais escolhidos não são do animal em si, mas a sua versão hindu com muitas cores, flores e grafismos ao longo do corpo do elefante. Seja colorida ou preto e branca faz um enorme sucesso e está na lista das mais pedidas. Quem sabe não se tornar a sua favorita também? Então vem dar uma olhada nas inspirações fofinhas do post de hoje. Você vai amar!

Este tipo de tatuagem existe de todos os estilos. Temos desenhos coloridos ou não, grandes ou até mesmo alguns bem pequenos e minimalistas. São muitas possibilidades bonitas! Os lugares do corpo  para tatuar vai da sua escolha: é bonito no braço, no antebraço, no tornozelo, na clavícula, nas costas e também na barriga. E estes são apenas alguns dos pontos bons!

Devido à força simbólica do animal é comum tatuar o animal com filhotes para simbolizar uma família. Os desenhos coloridos significar trazer sorte e bons fluídos. Há muitas tatuagens lindas para inspirar e apenas mudando as cores pode-se ter um desenho original e bem interessante. É uma imagem que simbolizar somente coisas positivas, além do mais, são tão fofas! E aí, você faria uma tatuagem de elefante? Qual delas é a sua favorita? Compartilha com a gente nos comentários!

Citações: Do lado de cá

Precisei atravessar um oceano, riscar meu corpo, colorir meus cabelos. Tive que abandonar seguranças e certezas, amigos e família. Deixei para trás emprego, casa, travesseiro, língua, lembranças e passados que não passavam. Deixei meus amores, tantos que me deixaram um buraco. Deixei minhas paixões, tolas, que só me fizeram ver que o buraco era eu.

Precisei me afastar de tudo o que eu amo para me amar, precisei mudar completamente o que eu sou pra me ser.

Aqui nessa cidade gelada, verde e cinza, planta e prédio, tantas pessoas de tantos lugares. Aqui onde posso confundir domingo e quinta-feira e gastar minha meias no chão de casa. Onde as horas são minhas e as escolhas também. São tantas as novidades todos os dias, novos rostos para novos começos. Tantas línguas e culturas. Tanta gente e tanta solidão.

O momento que era de fim se fantasiou de começo e me permitiu começar. O ano em que tudo acabaria sobreviveu e eu sobrevivi. A vida me chamou, bagunçou meu mundo, virou minha existência de cabeça para baixo, decapitou minha existência. O fim virou começo. E eu me permiti começar.

Sobre o autor: Verônica Heiss – também conhecida como Verônica H. – é um personagem ficcional (heterônimo) que surgiu em meados de 2005. Sua autora, de identidade desconhecida, nunca revelou muito sobre si. (…) Verônica surgiu como um escape, uma máscara. É justamente o fato da Verônica não ter uma idade, um local onde vive ou uma opinião absoluta que a torna um pouco de todos nós. Porque na verdade todos nós somos obrigados a negar as várias idades que temos: ora somos novos e imaturos, ora somos velhos e sábios, pertencemos a vários lugares e somos essa incrível contradição. Verônica veste contradição e sai na rua, é fácil se identificar ou se inspirar nisso.”

*Já tinha um bom tempo que não atualizava a tag “citações” com textos incríveis de autores brasileiros.

Filme da semana: The Duff

Nada melhor que aproveita o feriado assistindo um bom filme, né? Já havia um bom tempo que estava precisando assistir novos filmes. Bom, lá estava eu procurando algo novo, até me deparar com um filme que desde quando foi lançado fiquei curiosa para ver. Aí eu me perguntei: “Por que demorei tanto para assistir esse filme?”. Graças aos comentários positivos da galera, decidi assistir e valeu muito a pena! <3

Vou começar falando sobre “D.U.F.F.: Você Conhece, Tem ou É”.

O filme é foi baseado no livro de romance do mesmo nome escrito por Kody Keplinger. Conta com a participação dos autores Mae Whitman, Robbie Amell e Bella Thorne. Por ser um filme de adolescente, a primeira coisa que você pode pensar é naqueles filmes clichês, com lideres de torcida e astros do futebol americano, mostrando a busca por popularidade feita pela maioria dos jovens. E… Duff não é bem assim.

Bianca, Jess e Cassie são três amigas inseparáveis. Jess e Cassie são magras, altas e estão sempre por dentro do mundo da moda. Bianca é baixinha, não tem corpo de modelo e usar roupas largas, além de ser super irônica e engraçada. Ela nunca tinha percebido que todos na escola a tratavam diferente até que Wesley, seu vizinho e amigo de infância, conta que ela era vista como uma DUFF (Designated Ugly Fat Friend, que no filme é traduzido como Desengonçada, Útil, Feia e Fofa). Bianca fica arrasada, mas ela logo admite que Wes está certo. De impulso, ela descarrega sua raiva para fora em Jess e Casey, retirando-as das redes sociais e passando a andar sozinha.

O filme começa a fica ainda mais interessante: Bianca decide virar esse jogo e pede a ajuda de Wesley para ser finalmente o alvo de interesse e não a amiga feia. Como ele precisa passar em biologia, ele aceita ajudá-la e eles fazem um acordo. Acabar acontecendo muitas coisas em voltar desses dois personagens.

Depois de uma série de cenas engraçadas, de cyberbullying e de desilusões amorosas, Bianca finalmente toma uma decisão. Irritada com tudo que estava passando, ela se reúne com suas amigas, que sempre foram verdadeiras amigas para ela e que, juntamente com sua mãe compreendedora, a convencem a ir ao baile com elas. Chegando lá, agora confiante de si mesma, Bianca diz à uma garota (que sempre praticou bullying com ela) que te que devem ser fiéis às nossas próprias identidades.

Como deu para perceber, esse filme é perfeito para discutir a influência que a mídia tem sobre a vida das pessoas, principalmente dos jovens. São tantos disparos de informações sobre o jovem que ele acaba querendo seguir tanto as tendências e se esquece da sua essência, de sua real personalidade. O filme tenta exatamente “tirar as vendas” desse público, mostrando que não há nada de errado na sua personalidade.  Assim, o filme procura romper com todos esses “rótulos” e mostrar que: “Não importam o rótulo que te puseram, só você pode ser definir”. É uma das frases do filme.

Quantas estrelas o filme merece? 4 estrelinhas. Gostei muito, desejei poder voltar no tempo pra não tem me importado muito com a opinião das pessoas na época do colégio, e aproveitado ainda mais com as minhas amigas. Gostei de verdade! Recomendo especialmente pra quem adora comedia romântica, leve e também divertida. Pelo o trailer você já pode ver com o filme e vão entender o que tô falando.

E aí, alguém também já assistiu “The Duff?” e gostou? Contem o que vocês acharam do filme nos comentários do post! Aliás, tem lá no Netflix.