Você vai sobreviver aos dias difíceis

Os céus azuis tornam-se cinza. Os pássaros pararam de cantar. As flores do jardim todas morreram. Os sonhos foram embora com o vento. Todos os seus dias se tornaram tempestuosos. Sua fé está abalada. E você procurar pelo menos um vestígio de luz no fim do túnel e, de nada adianta, você só consegue enxergar a escuridão.

Você está caindo aos pedaços toda hora. Você diz que sua vida tem estado fora do controle. Todos os seus planos não dão certo. Você se sente como se colidisse a 200 km/h em um muro. Como se estivesse em um barco furado – que conto mais você remar ele vai afundando. Talvez o melhor seja, parar de seguir em frente.

Nada de surpreendentemente acontece em sua vida. Você está vivendo dias ruins e achar que eles nunca vão chegar ao fim. Mesmo ouvindo as pessoas falarem “isso é só uma fase”, mas para você é como uma eternidade. Já que você ver tudo na vida das pessoas próximas dando certo; é sua prima entrou passou no vestibular, sua melhor amiga ser formando e sua colega fazendo um intercâmbio, porém, nada mudar em sua vida. Quem sabe você precisa olhar mais para si mesmo – e aí, vai descobrir que dias ruins todos enfrentar, mas cada um escolher a maneira que vai agir. Uns cruzam os abraços e enquanto outros lutam ferozmente, mesmo sabendo que é algo impossível.

E o melhor dos dias difíceis, é que a gente consegue sobreviver.

Sabe o fim do túnel? Então, naquele lugar você vai encontrar uma luz incrível e tão brilhante quanto ao sol. E você descobrirá que todas as dificuldades valeram a pena. Porque, afinal de contas, foram elas que te ajudaram a chegar ao seu objetivo.

Você consegue imaginar isso? Ainda não, mas saiba que esses dias estão te aguardando. Então, abra bem os braços para recebê-los. E quando pensar em desistir, lembre-se: quantas vezes você precisou reflorescer?

Por que nada dá certo na minha vida?

Sabe quando você colocar de volta o seu sonho no fundo da gaveta, porque ele não deu certo?

Escreveu em seu caderno uma lista enorme de tudo que planejava fazer e, até agora, nada se concretizou. Tentou ano passando, não deu certo. Começou esse novo ano com fé, já imaginando que riscaria algumas das suas metas. E os meses vão passando e nada de interessante acontece em sua vida. Seus amigos conseguem realizar todos os objetivos. E você sentir uma pitada de inveja (Oh, Deus, não quero ter esse sentimento!). Mas por que na vida das pessoas tudo parece ser mais fácil? É uma das perguntas que você sempre faz. Até mesmo, a sua protagonista favorita passar por diversas dificuldades e no fim acaba acontecendo o famoso final feliz, então, passa um filme em sua cabeça de tantas coisas que já viveu e até agora nada. Se sentir nadando contra a correnteza.

Você começar a acreditar que está fazendo escolhas erradas e que deveria ter tentado algo diferente – pensar em largar tudo, talvez seja o melhor, mesmo que seja o seu maior sonho. Acha mais fácil desistir do que te faz acordar todos os dias e viver procrastinando tudo com medo do amanhã, que continuar lutando pelo o que você mais quer na vida.

Por experiência própria acabei desistindo de muitas coisas, me arrependo de não te continuado tentando. De uma forma ou de outra, só me ajudou a compreender que nada é fácil e muito menos vem de mão beijada sem a gente lutar. E parei de comparar minha vida com as de outras pessoas. Uns demora mais a realizar suas metas e outros conseguem mais fácil, mas é uma questão de percepção, talvez aquela pessoa, vem trabalhando sem parar naquele objetivo. Temos que admirar mais as conquistas das pessoas e acreditar que podemos ir ao infinito e além do que sonhamos.

Se você está vivendo esse momento difícil e pensou em desistir, continue acreditando em si mesmo. Reinvente-se, crie novas metas e estratégias para chegar a seu objetivo, afinal de contas, você só saber se vai dar certo é se ter coragem de tentar.

Continue sendo guiada pelo o que seu coração deseja e o que vai te fazer feliz. Enquanto isso comemore as pequenas conquistas – são elas que vai fazer você alcançar o que tanto sonha. Porque aí você terá, finalmente, percebido que muitas coisas em sua vida está dando certo.

Sabe, não terminou como conto de fadas

Eu costumava ficar os observando. Todos sabiam que eles eram amigos. Ou melhor, dizendo, melhores amigos. Porém, o que todos sabiam mesmo era que, eles se amavam. Só eles que ainda não haviam percebido. Encontravam-se quase todos os finais da tarde na lanchonete da esquina. Conservam sempre dando atenção um para o outro. Sem mexer no celular, como se nada mais tivesse importância. Curtiam apenas o momento.

Ele, uma calmaria. Ela, uma grande tempestade. Totalmente opostos. Porém, ao mesmo tempo se completavam.

O rapaz, acabei percebendo, era muito centrado. Guiava-se pela razão, jamais pela emoção. Tinha os pés no chão. Sempre com um bom humor. Mas eu, identifiquei em seus olhos, um medo. Desconfio que, até ele mesmo desconheça.

E a moça, carregava quase sempre algum livro de Shakespeare. E também outros livros. Decorava, provavelmente, alguma peça de teatro. Em sua pele existia tatuagens enigmáticas. Constelações. Rosas. Borboletas voando. Lua. Unicórnio. De alguma forma todos os desenhos poderia ser uma grande definição sobre ela. Confesso que imaginava o significado de cada um deles em sua vida. Aliás, a primeira impressão dela é, uma garota sonhadora que viver com a cabeça nas nuvens.

Em um fim de tarde, como todos os outros, clientes já tinham ido embora e os dois continuavam sentados na mesa e, então, algo que todos imaginavam que ia acontecer. Aconteceu, eles se beijaram – não literalmente, porque quem teve a iniciativa do beijo foi ele. E ela correspondeu, mas depois saiu correndo, deixando ele sozinho. E não acabou, antes de ir embora, ele deixou um bilhete singelo na mesa “Desculpe pelo beijo, mas eu prometo não te incomodar mais”.

Nos dias seguintes, ela continuava o esperando no mesmo lugar. Ele não apareceu mais. Nem na segunda, terça e todo resto do mês. De telespectadora, fiz parte daquela história, entreguei o bilhete que ele havia deixado. Seus olhos lacrimejavam, enquanto lia mais de duas vezes aquele pequeno bilhete. Depois, guardou na bolsa o pequeno papel e foi embora se misturando no meio da multidão. Nunca mais ninguém os viu por ali.

Pena que, aquela história não terminou iguais aos contos de fadas. Cada  um seguiu o seu caminho.

Quem sabe, um dias eles se reencontram e descubram, o amor foi um dos sentimentos que mais os ligavam. Talvez, pode ser tarde. Além disso, quero que eles sejam felizes, mesmo não estando juntos. Pode ser que acabou, mas se foi bom, guardem as melhores memórias, porque são essas que merecem fazer parte das lembranças que viveram juntos. Até o fim.

Não precisa estar ao lado, para ser melhor amiga

texto-melhores-amigas-sempreEssa semana minha melhor amiga de infância veio aqui na minha casa. Por incrível que pareça, havia seis anos que a gente não se via e não tinha trocado nem telefonema e nem mensagem – já que não tínhamos o número uma da outra. Mas quando nós reencontramos de novo, parecia como se estivéssemos grudadas esse tempo todo. Sem cobrança nenhuma de ambas as partes por não ter dado notícias. Somente nos abraçamos e rimos como se não houvesse o amanhã. Aliás, o que bastava é apenas a companhia uma da outra.

Se dependesse de mim a gente nunca tinha ficado tanto tempo longe assim. Porém, a vida acabar nós obrigando a trilha caminhos diferentes. Tem os que permanecem e os vão em buscar dos seus sonhos, às vezes, é quilômetros e mais quilômetros de distância. E o que restava, era aprender a conviver com a saudade. E teve dias, que não cabia mais no coração e, acabava escorrendo pelos olhos.

Você se lembra? Juramos de dedo mindinho que seríamos amigas para sempre. E, quando brigávamos porque nós duas queria ser a Roberta, do Rebelde. Também dividimos os lanches na hora do recreio. E todas as nossas discussões por causa de ciúmes bobos. Ou quando colávamos na escola uma da outra. As professoras de colocava a gente do outro lado da sala pra ficar longe, mas não adiantava de nada, continuávamos conversando por aviãozinho ou bolinhas de papeis – já que naquela época ninguém tinha celular. E que saber? Esses momentos foram o que tornaram a nossa amizade ímpar.

A nossa conexão era tão boa, que não precisava falar nada, apenas um olhar já dizia tudo. E como dois baús, a gente compartilhava todos os segredos (engraçado, que nada mudou até hoje), também os medos e os sonhos. Sentir saudades do seu abraço de urso, das nossas risadas e também das nossas briguinhas infantis. Diga-me, o que é duas amigas sem discussões?

Porém, um dos meus maiores medos que você não sabe é, que, quando a gente se reencontrasse de novo (depois de tantos anos). As nossas conversas fossem rasas, com apenas, “oi tudo, bem? Tudo e você? Também… Silêncio.” e, que terminassem assim que começassem. Então, os nossos caminhos se encontram. Vi que aquela amizade de infância continuava ali, porém, um pouco mais madura. Também notei, como se o tempo havia parado pra gente, como se aquelas duas crianças ainda existisse.

Eu compreendi que amizade não é quem estar ao seu lado em todos os momentos, mas, quem vai embora e quando volta tudo continua como era antes. O amor, a cumplicidade e a irmandade. Porque colegas a cada esquina a gente pode fazer uma, porém, amiga é um presente que a vida nos dar.

Sei que as estações vão mudar e os anos vão passar, mas que a nossa amizade vai durar pra sempre. E quando os nossos caminhos se desencontrarem de novo, tenha certeza, que o destino vai uni-lós.

De amiga para amiga

texto432Ouvi dizer que você não estava bem. Viver chorando pelos cantos e que aquele sorriso contagiante havia desaparecido. Me contaram que está vivendo dias tumultuados na sua vida. Você sentir vontade de jogar tudo pro alto e sair por ai sem rumo. Desistiu de cada um dos seus sonhos. Até mesmo os mais importantes, aqueles que você anotava no seu diário. E eu fiquei imaginando o que aconteceu, com aquela garota que eu conheci há alguns anos atrás. Destemida e que enfrentava todos os problemas.

Eu te peço, imagine que esses dias tempestuosos é apenas chegada do seu arco-íris, lá na linha do horizonte. Sei que em momentos difíceis é impossível ver um fim na tristeza, porém, nada é eterno. Nem mesmo a sua angústia. E toda vez que amanhecer, abra as janelas e se irradie junto com o sol e na noite, brilhe junto com as estrelas. Jamais permita que alguém apague o seu brilho.

Só queria me teletransportar até você. Queria está ao seu lado e dar um ombro para você chorar. Queria pode ter abraçar forte e dizer – você não está sozinha. Apesar que a gente tenha se afastado, eu ainda estou aqui pra te proteger de todo o mal do mundo. Estou aqui pra cuidar de você. Porque não importar o que aconteça, eu sempre pedirei a Deus que te proteja.

Eu amo você, da forma mais sincera que existe. Independente de tudo, nenhuma distância separar uma verdadeira amizade. Eu quero que você entenda mesmo não estando ao seu lado, você está no meu coração. Ocupando um dos lugares mais importante nele. Assim como sei, que, também estou no seu.

Como assim: Queremos paz e pregamos ódio?

comportamento-texto-sentimentoQuem costuma entrar nas redes sociais, com certeza, está vendo muitas discussões por tudo que está havendo no mundo – seja aqui ou lá na França. Eu não vou mentir pra vocês estou evitando entrar em redes sociais. Está cheio de ódio gratuito. E pessoas que não respeitam as opiniões alheias. Não consegue respeitar o seu próximo, seja nas suas ideologias ou nas suas religiões. Temos que entender que somos diferentes um do outro.

Você consegue me dizer por que começa as guerras? Porque, ninguém consegue aceitar o que os outros pensam.

Desejamos e almejamos um mundo onde podemos viver em paz e que cada pessoa transborde amor. Só que tem um, porém, como vamos conseguir alcançar um mundo com mais amor e mais tolerante se não conseguimos aceitar o que as pessoas dizem! Cada um têm suas crenças e temos que aprender a respeitar. Só pra constar, os terroristas que gostar de pregar o ódio por causa de religiões (espero que você não seja um).

Precisamos ter mais tolerância com o nosso próximo. Eu entendo que tem horas que você não vai concorda com o que a pessoa diz, mas é a opinião dela, e ponto final. Respeito é essencial. Enquanto não aprendemos ser mais tolerante, vamos continuar afundando na nossa ignorância, desrespeitando e pregando o ódio gratuito. O que precisamos mesmo é para de olhar para o nosso próprio umbigo e começar a olhar ao nosso redor.

E o que me assustou foram pessoas não aceitando que outras pessoas desejasse o bem para o outro país. Desde quando se tornamos tão sem coração assim? As pessoas comparando tragédias esquecendo ambos os lados há dor e muito sofrimento. Como diz a canção de John Lennon – Imagine: “Imagine não existir países… Imagine todas as pessoas vivendo a vida em paz”. É tão difícil assim?

Quando dizemos que queremos um mundo com mais amor e menos ódio, isso vai começa por cada um de nós. Seria tão bom se tudo que conseguíssemos transmitir fosse amor e nada mais.

Muitos dizem que o que faltar na humanidade é mais amor. Na minha humilde opinião, o que humanidade precisa urgentemente é de mais tolerância e respeito! Agora, eu te pergunto: Será que conseguiremos alcançar um mundo de mais amor e paz com tanta intolerância e desrespeito com o nosso próximo?

Hoje acordei sentindo sua falta

texto-passado-saudadesOlhei para o meu lado direito na cama e você não estava mais. Me bateu uma saudade de quando brigávamos pelo maior lado da cama. E sempre eu ganhava, não porque eu era mais forte, e sim porque você me deixava ganhar. Até o quarto está vazio e frio. A minha caixinha continuava em cima da escrivaninha. Aquela que você me deu de presente, e eu jurei pras minhas amigas que eu ia me desfazer dela. Acho que gosto de sofrer, talvez eu seja, como dizem, uma masoquista.

Havia tempo que eu não sentia a sua falta. Só que hoje a saudade aumento de verdade. A caixinha já está até empoeirada. Não lembrava que tinha tantas cartas dentro dela. Tantas fotos. Uma correntinha escrito “i love you”, lembra?  Isso é tão clichê, mas do que um filme de romance hollywoodiano. Pior do que isso, só se for esse estúpido anel, porém lindo, que você me deu de presente.

A gente viveu um amor, mas como qualquer começo, teve que ter um fim.

Eu às vezes fico esperando uma mensagem sua. Um sinal de fumaça. Cruzo os dedos para que você me ligue. Ou que me mande cartas dizendo que sente minha faltar. Cadê os farmacêuticos para criar um remédio para esquecer um amor? Talvez não seja uma das melhores ideias. Mas nessas circunstâncias qualquer coisa é válida.

O melhor que tenho que fazer é me desfazer das lembranças. Jogar para fora da janela e deixar que o vento carregue para bem longe daqui. E que nunca mais volte para me atormentar. Eu quero aprender a conviver com a sua ausência. Não quero quando me sentir sozinha a sua presença atormente o meu quarto. Igual a um fantasma.

Isso não deve se tão difícil, né? Apagar alguém dos nossos pensamentos. Eu sei que eu vou conseguir. De hoje em diante vai ser assim, quis ir embora, então vá, mas antes de ir leve todas as lembranças que deixar.

Porque a questão é, amores vêm e vão.

Um amor de verão

texto367Leia enquanto escuta:

Era pra ser um verão qualquer, mas não foi… Foi o meu verão. Foi quando ele me beijou pela primeira vez. Senti algo que nunca tinha sentido antes por ninguém, como ser dentro do meu estômago vivia milhares de borboletas que não parava de voar lá dentro. Não conseguia acreditar em ninguém quando dizia, que quando amamos alguém sentíamos como se borboletas voassem. Eu pensava que era tudo besteira. Uma grande bobagem. Mas ele me fez senti as borboletas que adormecia no meu estômago. Cada vez que nos beijávamos sentia como uma adolescente que está descobrindo um verdadeiro amor. Sentia como se estivesse vivendo um amor proibido. Aquilo que estávamos vivendo não duraria para sempre, esse foi o meu único erro.

Era mais fácil ter negado o seu beijo do que te que convive com a saudade. Eu me arrisquei. Porém, eu vi que a vida é muito curta para não aproveitar a felicidade.

Eu sei que amor não atravessar oceano. O que vivemos durante esse verão, muitos casais não viveram uma vida toda. Já estamos quase no inverno e eu ainda sinto a sua falta. Obrigada por ter feito esse verão ser tão magnifico, e também por ter cuidado de mim quando fiquei doente, por ter me apresentado aos seus amigos, por ter me acordado sempre de manhã pra te acompanhar para ver o nascer do sol, e também pela companhia de contempla o pôr – do – sol todas as tardes. Só queria por um segundo poder te abraçar ou ver o teu sorriso, que poderia trazer a paz mundial pro mundo. Ou apenas para o meu mundo. Você conseguiu me ensinar amar e confiar mais nas pessoas. Gostaria que você soubesse de uma forma, ou de outra, que fez parte do melhor verão da minha vida. Posso viver mil anos, que jamais conseguirei viver um verão igual foi com você. E que mesmo estando do outro lado do mundo, você ainda é meu primeiro e último pensamento do dia.

O amor não precisar ser continuo e durador, basta que seja verdadeiro, intenso e que nos faça feliz, mesmo por um instante. Existem amores que não foram feitos para durar, nem todos os finais são felizes, né? Esse talvez seja um dos grandes misteriosos da vida, trazer pessoas, para nos transformar no melhor que podemos ser. E você me ensinou isso. O verdadeiro significado do amor.

Espero um próximo verão para te encontrar de novo. E viver tudo que vivemos juntos. Vou te esperar em todos os verões que existir. Caso não nos encontremos de novo, você foi o meu primeiro e último amor que eu já vivi, não apenas no verão, mas em todas as estações.

Saudade…

texto359 Saudade… Não consigo entender como uma palavra tão simples, só de ouvir é tão dolorida. Nada nesse mundo tem mais toneladas do que a saudade, nada. Saudade é uma dor imensurável e sufocante presente em cada hiato. É sentimento que esmaga o peito como se fosse concreto. A saudade é a vírgula quilométrica, sem ponto final. Se existe algo pior que saudade, por favor, não me apresente. Eu não quero conhecer. É algo difícil de explicar quando você menos pensar já está com saudades de algo ou alguém. Não importa de quem seja. De um ex- namorado, de um amor que já partiu, de uma amiga que não conversa mais, de um parente que se foi, dos amigos de infância, dos momentos que não vão existir nunca mais. E tudo resolver ir embora, menos a saudade, ela fica. Não tem como ela insiste em ficar, é algo que não conseguimos nós livrar. Ela é persistente, vai insisti em ficar, e vai sempre fazer lembrar de momentos que nunca mais vai existir.

Ela é devastadora, quando você menos imaginar ela vai entrar na sua casa sem ser convidada, vai te fazer abrir álbuns de fotografia, sentir cheiro do perfume de alguém, lembrar de sorriso, e um abraço, até um simples “oi” ela é capaz de te fazer lembrar. A saudade transforma qualquer música em motivo para pensar naquilo que partiu. Ela é assim, não ligar para o que você irá sentir. Ela doer, destrói, não, ela não ligar se vai te fazer sofrer. Talvez ela não seja a vilã da história, com a saudade aprendemos a dar valor nas coisas e pessoas. Ela nos ensina da forma mais dolorida, que em um minuto nós temos, e em segundos podemos perder. Ela mostrar que quando não sabemos valorizar virar apenas lembrança. E lembranças, lembrar saudade. Saudade ela relembrar o passado, desfocar o futuro e congela o presente. Desconheço alguém que não tenha sofrido com a saudade.  Não tem como proteger dela, ela sempre ira existir, queira você, ou não. 

Só não se afete com a saudade, sinta ela, mas lembre – se, que se foi para nunca mais voltar, apesar de tudo junto dela sempre vem recordações boas. O passado ficou lá atrás, e a saudade ficou junto com ele. Ela é persistente sempre vai querer voltar. Mas lembre – se, quem tem a chave de casa é você, e não ela.

Eu quero apenas ser feliz

texto104
– Toc, toc.
– Quem é?
– É a felicidade!
– Oi felicidade seja bem vinda, estou surpresa com a sua visita, você nem sempre aparecer por aqui.
– Me desculpe não vir muito aqui. Mas sempre quando eu batia na sua porta quem me atendia era a tristeza, e ela sempre me disse: que você não precisa de mim.
– Ah, é que todos me abandonaram e ela foi à única que continuou comigo.
– Será que foram todos que te abandonaram, ou foi você que os trocou pela tristeza?
(Silêncio)
– Eu vir que a tristeza e a melancolia saíram logo cedo hoje! Então, resolvi te visitar.
– É as duas acordaram bem cedo, nem ficaram para o café. Mas que bom que você está aqui!
– Vejo que você precisa muito de mim…
(Suspiro)
– Não conseguir deixar de reparar os seus pulsos. Eles estão tão automutilados!
– Ah, foi à tristeza que me ajudou com a automutilação. Ela vem-me sugerindo a tomar um remédio que poder acabar com todo o meu sofrimento. Mas, pretendo não tomar!
– Me desculpe por te ter abandonado!
– Não se desculpe. Talvez foi eu que te abandonei. Apeguei-me tanto com a tristeza…
(Silêncio logo)
– Sabe felicidade o que dói não são essas automutilações, não é essa dor externa, e sim, a dor que eu carrego por dentro, a dor interna. Nenhum remédio resolver. Apenas quando adormeço as coisas melhoram.
– Mas eu estou aqui. Eu quero te ajudar e devolver toda a felicidade que você precisa. Irei ajudar você a cicatriza essas feridas que você carregar por dentro, e por fora.
(Silêncio com choros)
– Prometo que não vou deixar a tristeza entrar pela aquela porta. E caso ela resolver voltar irei dizer: “que aqui agora viver a felicidade, e quando ela consegue entrar, não tem espaço suficiente para a tristeza”.
– Por favor, não me abandone!
– Não irei te abandona. Eu nunca abandono, são as pessoas que acabam me trocando pela tristeza!
– Mas caso você resolver me deixar, às portas sempre vai ta aberta para você voltar, só não sei ser vai ser eu, ou tristeza que vai abrir a porta.
– Digo e repito “quando a felicidade entrar a tristeza não consegue voltar”.
– Promete!
– Eu prometo. Que de hoje em diante eu sempre estarei com você!
– Toc, toc!
– Quem é?
– Sou eu a tristeza! Posso entrar?
– Não. Estou com a felicidade, e não tem espaço para você mais aqui!
(Silêncio)
– Tristeza diga pra mim porque você tem tanta dor?
(Continuar em silêncio)
– Então, por favor, tristeza esqueça meu endereço quero ver você partir, e não volte nunca mais. Esqueça tristeza de mim. Eu, não te quero mal, apenas não te quero mais.
– Eu vou indo, mas quero que você saiba que eu posso voltar!
– Ah, tristeza não é querendo ser chata, mas levar a melancolia junto com você.