séries

“Eu nunca…”, a nova série de comédia adolescente da Netflix

Uma série que ganhou o nome de uma brincadeira bastante famosa está chamando a atenção na Netflix. Eu Nunca… (Never Have I Ever) chegou à plataforma no último dia 27 e, em pouco mais de uma semana, está conquistando posições cada vez mais promissoras no top 10 dos títulos mais vistos. Mas o que a série protagonizada por Maitreyi Ramakrishnan, atriz estreante de 17 anos, tem de tão diferente? Pois então, é um seriado que une delicadeza e humor para falar de forma verdadeira sobre essa época (que é a adolescência) da vida. Eu acabei maratonando os dez episódios (o mais curto tem 22 minutos e o mais longo, 30) e te conta por que “Eu Nunca…” é um dos novos sucessos da Netflix.

Mindy Kaling é a mente por trás de “Eu Nunca…”, inspirada em sua própria vivência. Os pais da criadora imigraram da Índia para os Estados Unidos e Mindy nasceu logo depois, assim como acontece com a sua criatura, Devi Vishwakumar, a protagonista da série. Conhecida por interpretar Kelly Kapoor em The Office e também escrever roteiros para a série e está no elenco de Uma Dobra no Tempo (2018) e Oito Mulheres e um Segredo (2018). Tanto sucesso fez com que a Netflix desse sinal verde quando Kaling apresentou o projeto para essa série. O texto inspirado de Kaling ao lado da sua amiga cocriadora Lang Fisher.


A trama acompanha Devi (Maitreyi Ramakrishnan), uma jovem de origem indiana que vai morar nos EUA com os pais no início dos anos 2000. Atualmente na escola, ele vive todos os dramas já conhecidos do período: sente que não se encaixa; faz parte do grupo dos “nerds” ao lado das amigas Fabiola (Lee Rodriguez) e Eleanor (Ramona Young); e do seu rival Ben (Jaren Lewison) que vive competindo com ela pelas melhores notas. A protagonista está vivendo o luto familiar, e ela mesma não percebe como isso a afeta, e como uma válvula de escape para não precisar lidar com seus problemas de verdade, acabar desenvolvendo uma paixão platônica por Paxton (Darren Barnet). E desse modo, vemos as dores desse sentimento sendo encaradas por duas personagens. Em primeiro plano, está Devi, que foge dessa realidade e age de modo meio rebelde. E, do outro lado, a mãe Nalini (Poorna Jagannathan), que acaba reprimindo muitas emoções e impondo um regime controlador à filha. Nalini acha que precisa ser perfeita para que sua família seja feliz, mas a verdade é que ela é apenas uma pessoa, com medos e receios, e que precisa desmorona um pouco também.


Personalidade dos personagens: No seriado, vemos uma narrativa com personagens de diferentes estilos, etnias e orientações sexuais. A protagonista, Devi, é uma nerd indiana, totalmente fora do padrão, que, no começo da série, precisa andar em uma cadeira de rodas.

Uma de suas amigas, a Eleanor, é asiática, faz teatro e adora drama, está sempre com looks bem coloridos e chamativos. Sua outra amiga, a Fabíola, tem um estilo totalmente diferente, mais sério, e também é uma ‘geek’, que entende tudo de computação. O grande drama dessa personagem, no entanto, é que ela está lidando com a descoberta da sua homossexualidade. Apesar do bonitão do colégio seguir um pouco a linha do garoto malhado, Paxton tem descendência asiática, seus avós são japoneses e ele, inclusive, fala o idioma. Além disso, ele tem uma irmã, Rebecca, que tem síndrome de down. Que é uma garota bem estilosa e de muita personalidade.



Uma rivalidade diferente: Ben é o grande rival de Devi “garoto riquinho” da escola. É aquele personagem que é uma linha tênue entre o amor e ódio. Sua vida poderia ser “perfeita” e ele facilmente poderia ser retratado como alguém arrogante, mas de bom coração, que também tem seus erros, mas no fim não deseja fazer mal a ninguém, mas a verdade é que o preço de tanto luxo é a ausência dos pais, que transforma o garoto em alguém solitário e mesmo tendo uma rivalidade com Devi, ela é a única pessoa que enxerga ele e vice-versa. Tanto que quando ela mais precisa de ajudar, Ben é o único que não desiste dela e inclusive acoberta uma das suas mentiras para não estragar a relação de Devi e sua família. E, novamente, tudo isso é trabalhado da forma mais natural possível, trazendo uma identificação única para o público. Eles vão descobrir que tem um tanto em comum –  além da inteligência!


A família da protagonista é indiana e hinduísta. A partir disso, acompanhamos alguns aspectos dessa cultura. Um exemplo é o drama das mulheres, tal como o de Kamala (Richa Moorjani), prima de Devi. A jovem vive como outras garotas americanas da sua idade, ela estuda e quer uma vida independente, entretanto, ainda é submetida ao casamento arranjado. E,então, conhecemos um pouco das tradições ao acompanhar as personagens, que se vestem adequadamente para o evento e seguem a celebração – ainda que Devi não seja muito feliz fazendo isso.


  • E tem uma trilha sonora da série é incrível e viciante. Mescla músicas eletrônicas e do pop contemporâneo,  e hits um pouco mais antigos, como Dancing on my own, da Robyn. Assim, a energia do eletropop acompanha bem as diferentes emoções e momentos vivenciados pelos atores.



A história, que a princípio parece só mais um romance adolescente “bobo”, não é dessas que o casal fica junto no final e tudo são mil maravilhas. Não espere uma protagonista clichê; estilo boazinha e tímida. Ela é apenas alguém com falhas e qualidades, que precisa superar seus problemas aos poucos, como acontece na vida real. E fala sobre temas mais profundos e sérios como depressão, luto, relações familiares, sentimentos, sexualidade, emoções profundas e reconciliação e a maneira que cada pessoa lida com as dores da vida. Tudo isso garante uma forma real como os personagens são tratados, que faz a gente se identificar. Tudo isso com uma delicadeza ímpar.

Pode ser uma comédia adolescente, mas é uma série com humor inteligente e um conteúdo atrativo para todos.A gente já deixa o aviso: você irá rir e se emocionar em todos os episódios da série, Eu Nunca…

E para fechar com chave de ouro, assista ao trailer:

Gostou da nossa matéria? Acompanhe no Pinterest e Instagram para ver mais conteúdos.

LEIA MAIS

Filmes que dar vontade de viajar
Gatunas: uma série para você maratonar e amar
Das páginas para as telas: filmes baseados em livros que deram certo
Quarentena no sofá: 12 séries para maratonar na Netflix

4 séries e documentários para quem ama beleza (começar assistir hoje)

(Foto: Reprodução/Google Imagens)

Aproveite e quarentena para assistir conteúdos de streaming sobre o universo da beleza. Além dos tutoriais de maquiagem que podemos encontrar no Youtube, também é possível acompanhar conteúdos de beleza nos serviços de streaming, como Netflix ou HBO. Desde séries históricas e documentário a reality show, confira uma seleção das séries para assistir neste período de quarentena e se manter afiada nas novidades do universo de beauté.

Self Made – A Vida e a História de Madam C.J. Walker, da Netflix

Sinopse: Octavia Spencer é C.J. Walker, empresária americana pioneira no mercado de produtos capilares para afrodescendentes no Estados Unidos em uma época dominada por racismo e machismo no mundo empresarial. Além do pioneirismo no mercado, Walker também é conhecida como a primeira mulher na história dos Estados Unidos a fazer um milhão de dólares com um negócio próprio e sem contar com qualquer dinheiro de herança.


Glow Up, da Netflix

beleza
(Foto: Reprodução/Google Imagens)

Sinopse: No início de dezembro, a Netflix lançou seu mais novo reality show, Glow Up. Na primeira temporada os oito competidores passam por duas provas com propostas diferentes, ao final dessas provas, os dois competidores com mais falhas se enfrentam em um rápido desafio técnico para decidir quem continuará na competição. Os competidores precisam aguentar a pressão do cronômetro e segurar as críticas dos três jurados. Val Garland, diretora criativa da L’Oréal Paris, o maquiador renomado que hoje faz parte da MAC Cosmetics, Dominic Skinner, além de um jurado especialista convidado, que varia todo episódio de acordo com a temática das provas.Muito mais que entretenimento, a série instiga a criatividade, mostrando o trabalho desses artistas e provando que a maquiagem pode ir além do comum e como ela está cada vez mais presente em vários âmbitos profissionais.


Desserviço ao Consumidor: EP1: Mundo dos cosméticos, da Netflix

beleza
(Foto: Reprodução/Google Imagens)

Sinopse: O primeiro episódio da série lançada em 2019 mostra como influencers e profissionais de marketing atuam para incentivar o consumo e elevar a procura por cosméticos. Também explora como o mercado pirata se beneficia e coloca em risco a saúde das consumidoras. Influencers e estratégias de marketing criam uma sensação de urgência, levando a um mercado de produtos falsificados contaminados com bactérias, arsênico ou coisa pior. Uma das entrevistadas da série relembra um episódio em que quis comprar um Kylie Lip Kit, coleção de maquiagem da empresária Kylie Jenner, mas optou por um produto “pirata”. Depois de aplicá-lo, ela conta que seus lábios ficaram colados por causa dos ingredientes presentes na fórmula da imitação.


Euphoria, do HBO

Sinopse: A série conta a história de um grupo de estudantes do ensino médio que precisam lidar com diferentes situações típicas da idade como: drogas, sexo, busca pela identidade, traumas, comportamento nas redes sociais e amizade. Apesar do enredo, a série tem servido de inspiração para maquiadores, artistas e pessoas comuns. Pois, as protagonistas da trama usam maquiagens inusitadas e cheias de inovação.


Gostou da nossa matéria? Acompanhe no Pinterest e Instagram para ver mais conteúdos.

LEIA MAIS

Quarentena no sofá: 12 séries para maratonar na Netflix

Nova série da Netflix: A Vida e a História de Madam C.J. Walker

Gatunas: uma série para você maratonar e amar

Seis séries para quem ama o mundo da moda

Lista: seriados que são baseados em livros

seriados-inspirados-em-livrosVocê curte seriados? Sabia que muitos deles –, são inspirados em livros? É desde romance, sobrenaturais e tramas politicas, entre outros temas. Está sendo uma fórmula que vem dando certo, misturar duas coisas que as pessoas amam (séries e livros). Concordam?! Bom, provavelmente, você já assistiu ou conhece algumas dessas séries: são famosas no mundo todo! Por te enredos, bem construídos e adaptados e com atores que são perfeitos na interpretações dos personagens. Confira a lista com as séries escolhidas hoje:

  • “Game Of Thrones” – George R.R. Martin

serie-livro-game-of-thrones-0Sete Reinos de Westeros, onde “verões duram décadas e invernos uma vida inteira”. Esse seriado mostra as violentas lutas dinásticas entra as famílias nobres para ter o controle do Trono de Ferro de Westeros. Mas, enquanto isso, nas regiões desconhecidas ao norte da Muralha, outras ameaças começam a surgir. Game Of Thrones é baseada na série de livros de George R.R. Martin, As Crônicas de Gelo e Fogo, escritor que participou até mesmo roteirizando alguns episódios, além de ser produtor executivo. Exibido pelo canal HBO, é o seriado mais caro já produzido pela televisão, com média de 6 milhões de dólares por episódio. O investimento compensa: a obra de Martin é muito bem recebida pelos críticos, já recebeu diversos prêmios e quebra frequentemente recordes de audiência.

  • “Dexter” – Jeff Lindsay

serie-livro-dexterDexter, um órfão de três anos, é adotado pelo casal Harry e Doris Morgan. Após perceber que o pequeno Dexter andava matando animais de estimação na vizinhança, Harry passa a ver o filho adotivo com um psicopata. Ele então ensina ao filho “O Código”, uma maneira de ele canalizar seus instintos violentos contra pessoas que realmente merecem, como assassinos de pessoas inocentes. É quase impossível falar em seriados adaptados de obras literárias sem citar. A história desse  foi escrita por Jeff Lindsay e apareceu pela primeira vez em nas telinhas em 2006 no canal Showtime. Durou oito temporadas até terminar com um final bem polêmico. Se se tivessem mantido mais fiel, talvez o final da série tivesse agradado mais aos fãs. Ou não.

  • “Under The Dome” – Stephen King

serie-livro-under-the-domeChester Mill é uma cidade norte-americana pequena. Certo dia, uma cúpula gigante, transparente e indestrutível se forma ao redor da cidade de repente, prendendo seus moradores ali e deixando-os sem acesso a internet, televisão e telefone. Com a diminuição dos recursos disponíveis, como comida e água, os moradores são obrigados a encontrar maneiras de sobreviver naquele lugar onde qualquer um pode ser o inimigo. A série, transmitida pelo canal CBS, é inspirada numa extensa obra – 954 páginas – do famoso autor Stephen King, mestre do terror e do suspense. A produção executiva do seriado, que recebeu muitas críticas positivas, é de ninguém menos que Steven Spielberg.

  • “Gossip Girl” – Cecily van Ziegesar

serie-livro-gossip-girl-0Gossip Girl também nasceu nas páginas dos livros -, apesar de todas as diferenças apresentadas na adaptação o essencial continua ali: Serena Van Der Woodsen e Blair Wardolf. A trama dessa série gira ao redor da escola Upper East Side, localizada em Manhattan. Serena van der Woodsen é uma jovem que volta à cidade após seis meses. Gossip Girl, que significa “garota fofoqueira” em inglês, é uma pessoa anônima que adora atacar virtualmente Serena. Escritos por Cecily van Ziegesar, os 14 livros são narrados pela blogueira misteriosa. Se você gosta de intrigas, grifes famosas, festas e fofocas, essa é a série perfeita para você – os livros também. No Brasil, as obras são publicadas pela Editora Record.

  • “The Vampire Diaries” – L. J. Smith

serie-livro-diario-de-um-vampiroDiários de um Vampiro, como é chamada no Brasil, conta a vida de Elena Gilbert, uma jovem estudante de 17 anos que, após perder os pais num acidente de carro, aprende a lidar com a tristeza e o luto. Elena acaba se apaixonado por um vampiro chamado Stefan Salvatore. Depois de engatar o relacionamento com o vampiro, ela começa a melhorar de humor e se recuperar da tristeza que a morte dos seus pais trouxe. Porém a relação dos dois se complica quando o irmão mais velho e cruel de Stefan aparece, querendo se vingar do irmão por antigos problemas. A trama, é transmitida pelo canal The CW, já conquistou milhões de adolescentes e adultos ao redor do mundo. Baseados nos oito livros escritos pela autora L. J. Smith e foi publicada no Brasil pela primeira vez em 2009.

  • Pretty Little Liars – Sara Shepard

serie-livro-pretty-little-liarsÉ quase impossível assistir PLL sem se identificar com algum personagem da trama. A série acontece na pequena e pacata cidade de Rosewood. Tudo começa quando a popular Alison Dilaurentis desaparece sem deixar pistas, levando todos a acreditar que a garota foi assassinada. Depois desse acontecimento, a amizade das 4 amigas inseparáveis da vítima nunca mais é a mesma, graças às ameaças enviadas por um anônimo autointitulado “A”. É inspirada na série de livros de mesmo nome, escrita por Sara Shepard e aqui no Brasil publicada como Maldosas, todos com capas estampadas por uma Barbie. A franquia literária é bem longa, composta por 16 livros. No Brasil, o primeiro livro foi lançado em novembro de 2010 pela Editora Rocco.

Você sabia, que muitos desses seriados da lista, tinham sido baseados nos livros? Já estou até pensando em fazer uma parte II. Combinado? E aí, gostou da seleção? Qual é o seu favorito? Contem nos comentários!

Cinco projetos fotográficos que você precisa conhecer

projetos-interessantes-de-fotografiasSabe quando você se depara com uma série de fotografias interessantes? E tem curiosidade para saber mais um pouco? Pois é, hoje em dia podemos encontrar diversos projetos fotográficos que é um verdadeiro espetáculo de criatividade e com uma variedade enorme de temas. São simplesmente temas, que podem ou não ser acompanhados por características específicas. Cada fotógrafo acabar criando seu próprio cenário e mergulhar fundo nas suas ideias. É por isso, que são totalmente únicos e inovadores. Não tem como não amar, cada um desses projetos, né? Então, acabei fazendo uma seleção com cinco projetos fotográficos que são os meus favoritos! Confira só, alguns ensaios que são um poço de inspirações e com talentos incríveis! Você vai adorar cada um deles. Olha só?

  • The Most Intimate Moments of Couples  – Os momentos mais íntimos de Casais

projetos-fotograficos-momentos-intimos-de-casaisParis já é a cidade mais romântica do mundo, certo? Mas fotografar Maud Chalard foi além, registrou pequenos momentos íntimos de casais. As imagens são naturais e espontâneas, capturadas como se os casais não percebesse que as fotos estavam sendo tiradas. E, como ela mesma disse: “Tento captar o profundo sentimento do amor e compartilhar esperança para a geração que acredita que ele se perdeu“. Depois dessas imagens, acabei até ficando apaixonada com tanto amor. Veja um pouco mais o projeto: clicando aqui.

  • Moon games – Brincando com a Lua

projetos-fotograficos-bricando-com-a-luaUm dos projetos mais maravilhosos! Vamos brincar com a lua? O fotógrafo Laurent Laveder fez uma série de fotos na qual as pessoas interagem com a lua como se ela fosse um objeto próximo. O resultado eu não preciso nem dizer que é incrível né? \o/ Veja um pouco mais o projeto: clicando aqui.

  • Flower Skirt – Saia de flor

projetos-fotograficos-saia-de-flores-dancandoFlores sempre dá um encanto nas fotografias, concordam? Uma fotografa da Rússia Tatiana Mikhina. Ela brincou com o ângulo e o desfoque para que a flor presente na cena ficasse parecendo uma saia. É um projeto super delicado e feminino. Veja um pouco mais o projeto: clicando aqui.

  • Dear photography – Querida fotografia

projetos-fotograficos-querida-fotografiaVocê é um tipo de pessoa que gostar de reviver lembranças? A ideia de Taylor Jones é misturar o passado e o presente na mesma fotografia, trazendo uma sensação de nostalgia. Colocou uma foto antiga no mesmo cenário, encaixo e click! Ele recebe fotos do mundo todo. Que tal mandar a sua? <3 Veja um pouco mais o projeto: clicando aqui.

  • Hopeless Romantic – As fases de um relacionamento

projetos-fotograficos-as-fases-de-um-relacionamentoOs relacionamentos têm diversas fases. Do inicio, meio ou, infelizmente, ao fim. Com isso, a fotografar Julien Mauve criou uma história de amor da trajetória de um casal e as diferentes maneiras que se comportam. Protagonizado por Alice Pol e Gregoire Ludig, mostrar um ensaio de series com um roteiro já vivido pela maioria das pessoas. E qual fase você está vivendo? Veja um pouco mais o projeto: clicando aqui.

Gostou dos projetos escolhidos? É tão legal, descobrir tantos trabalhos encantadores assim, né? Aliás, dá até vontade de se inspirar em criar projetos assim, não é mesmo? E aí, qual foi o seu favorito? Conta nos comentários!

Oito casais mais fofos dos seriados

series-favoritas-assistir-legaisDias atrás estava assistindo um vídeo do série Glee – bateu até aquela bad e ainda mais vendo o Finn e a Rachel. Sério, adorava muito esse casal <3. Eu acompanho todos os tipos de séries, mas as minhas favoritas são as que têm casais fofos. E sei que não estou sozinha nessa, separei os casais que eu mais amo dos seriados, e vim, compartilhar com vocês. São aqueles que a gente torce muito pelo final feliz!

Blair e Chuck – “Gossip Girl”

Eu sempre amei esse amor e ódio entre eles e torcia pelos dois darem certo. Blair e Chuck brigaram, reatavam, terminavam, achavam melhor ficarem longe um do outro. Mas o amor deles foi maior do que as diversidades um do outro e  mostrando que o amor é mais forte do que tudo. E no final de Gossip Girl, acabaram juntos! <3

Rachel e Finn “Glee”

Sempre quando vejo esse casal me dá vontade chorar. Sério! O nosso Quarterback morreu e ficou aquele vazio para os fãs, tipo eu. O amor deles era tão lindo, não tem como se esquecer. Quando a série começou você não consegue imaginar um cara totalmente popular, com uma garota totalmente “esquisita” do colégio, depois se torna um dos casais mais fofos. Superam muitos desafios juntos e quebram muitos preconceitos, e a sintonia dos dois, era algo muito especial.

Elena e Damon – “The Vampire Diaries”

Esse casal tem uma ligar incrível, sorry Stefan, mas Elena e Damon são tão bonitos juntos. Eu gosto muito de história da mocinha e vilão. Apesar de ser um o oposto do outro, porém, eles acabam se completando. Eles poderiam ter terminado juntos, nem tudo são contos de fadas. E vamos dizer, que foi lindo enquanto durou.

Sam e Freddie – “ICarly”

No fundo eu sabia que esse casal se amava, não tem como existir tanta implicância e não ter amor. Os dois formaram um casal beeem fofo. Desde começo sempre shippei Saddie, e aliás, não posso esquecer que o primeiro beijo da Sam e Freddie foram no começo da série, ainda quando os dois se odiava!

Ezra e Aria “Pretty Litte Liars”  

Se você assistir PLL dever torce muito pelo casal Aria e Ezra. Torcemos muito para que os dois consigam enfrentar as várias pessoas que são contra. E que o amor deles seja maior do que qualquer problema, e que tenham um final feliz.

Jess e Nick – “New Girl”

Desde os primeiros episódios já dava pra perceber que esses dois ficariam juntos. Começaram sendo bons amigos, mas no fundo já existia um clima de romance entre eles. Torço muito para que eles termine juntos no final. Shippando muito esse casal.

Blaine e Kurt – “Glee”

Temos outro casal do seriado Glee. Acabaram enfrentando muitos preconceitos e superando cada um deles. Kurt e Blaine foram um dos primeiros casais gays “de verdade” da televisão. O criador de Glee mostrou abertamente os dilemas que um homossexual passa em um ambiente escolar. Eles vivem um romance ioiô, mas no fim, veio o tão esperando casamento e tiveram o “viveram felizes” para sempre!

Summer e Seth “The OC”

Esse casal é aquele que você sonhar em viver um amor igual, de tão fofo que eles são. Um nerd tentando conquistar o coração de uma garota popular. Amava ver esses dois juntos. É o casal mais fofo de toda série, fora a química maravilhosa que havia entre eles. E muitas coisas atrapalhar o romance deles, mas no final, o amor sempre vence! <3

Ah, o amor é liiindo! Eu ia colocar na minha lista Roberta e Diego de “Rebelde Mexicano”. Só não sei ser é novela ou seriado =P E aí, quais os seus casais favoritos dos seriados? Tem algum na lista? Conte tudo nos comentários!