E se a gente tivesse mais empatia?

Quando adolescente acabei dando muito ouvido para pessoas que me menosprezava – colocando defeitos na minha personalidade, no meu corpo, no meu cabelo e também no meu estilo. Sendo sempre subestimada. E tudo isso, acabou fazendo com que eu tivesse conflitos comigo mesmo, me tornando uma garota bem insegura e tímida. Até mesmo, me insolando das pessoas por causa da minha autoestima baixava, achava que conversavam comigo por pena. Quando percebi já estava até me auto-sabotando, e isso, começou afetar a minha vida em diversas formas. É muito complicado, quando você se tornar a sua pior inimiga, é algo muito exaustivo.

No fundo, eu sabia que o problema não era comigo, mas sim, com essas pessoas que tentava me diminuir. Então por que diabos eu dava ouvido para elas, eram pessoas tóxicas, que precisava inflar o ego para se sentir superior com a minha inferioridade. Veja só, com o passar do tempo parei de ligar com as críticas, elas sempre estão por aí. Eu vi que não adianta tentar ser perfeita, porque ninguém é, aliás, as pessoas se transformam constantemente. Tic tac tic tac. 

Por que magoar alguém com palavras irracionais? Palavras machucam, ferem e sagram. Quando for dizer algo coloque no lugar da pessoa que vai ouvir, isso se chama empatia, quando você enxergar, além do seu umbigo. Aí você lembra, daquela velha frase que diz: “todo mundo está enfrentando uma batalha da qual não sabemos nada a respeito”. Ah, sabe de uma coisa? Não estamos aqui para ferir uns aos outros… Por que não ajudamos? 

Então, lá vai o meu conselho de hoje: Em vez de se incomodar com o que as pessoas dizem ou pensa sobre você, simplesmente ignore-as, talvez no começo, elas tentam te machucar, mas com o passar do tempo vão ver que não adiantar lança flechas contra você, porque elas vão atravessar o seu ser e nenhuma vai te ferir mais e, com isso, você vai sentir a sensação de liberdade.

Então, dezembro, o que ainda me reserva?

Quando criança dezembro era o meu mês favorito. Eu gostava de andar nas ruas e ver as casas decoradas e as luzes de natal iluminando a cidade. As lojas lotadas com pessoas comprando presentes ou lembrancinhas. E também o clima das festas, bom velhinho, bola de neve e os filmes que mostrava essa época. Pois é, eu amava tudo que envolvia essa magia do natal.

Como num passe de mágica, nada disso me encantava mais. Acabei perdendo aquele olhar de criança. A partir de então, dezembro, acabou ser tornando o meu mês de reflexão; consequentemente, coloco em uma balança as coisas boas e ruins, que aconteceram esse ano. Talvez, não tenha sido um dos melhores onze meses da minha vida, mas é o que, eu posso levar na minha bagagem de aprendizagem.

Sim, eu sei que as coisas não vão mudar em apenas um mês, mas ainda, dá tempo de fazer algo para esse mês ser um dos melhores. Ou que não seja tão ruim. Quero realizar coisas simples – como visitar uma amiga que não vejo há anos, ajudar alguma instituição de caridade, visitar velhinhos em um asilo. Ou simplesmente para um pouco e olhar o pôr do sol e entre outras coisas, que não só vai fazer meu mês de dezembro ser melhor, como posso fazer mais pessoas felizes: com um pouco de solidariedade.

Porque, nesse mês, – a que poucos dias nos restam deste ano. Desejo que possa ser leve como uma brisa. Eu torço pelo tempo passar devagar, bem devagar, para dar bastante tempo de você aproveitar cada minuto.

Um leve dezembro a você, então.

Estrelas

texto-estrelaOntem eu observei as estrelas no céu. Em meio aquela escuridão toda, elas conseguem ilumina a terra aqui em baixo. E com toda essa imensidão do universo, elas têm o seu próprio brilho. Observando daqui elas são tão pequenas, porém, lá em cima tão grandes. Umas brilham mais do que as outras, mas nunca, deixam de ofuscar umas as outras. Porque cada uma delas sabem o tanto que são importantes para forma esse espetáculo todo no céu.

Reparei que elas representam os sonhos. Com todo o brilho. Alguns sonhos são assim (encantador, distante, porém perto…). É isso, cada estrela carregar um sonho de alguém com ela, sonhos que foram destruídos, estão distantes ou que nunca foram alcançados. Só que no meio daquilo tudo algumas se encontram sozinhas, como muitas pessoas, só, que não deixam de brilhar. Então, as estrelas acabam me ensinando – mesmo estando sozinha continuar brilhando.

Olhar para um céu estrelado é isso, sentir paz. Você ver a imensidão do universo. E percebe que não está sozinho. Em algum lugar do mundo tem alguém agora olhando uma estrela.

Talvez seja por isso, que Deus, mantém um céu estrelado. Ele sabe que em cada uma delas vive o sonho de cada um de nós.

Agradeço, por elas está ali, mesmo não conseguindo alcançar.

Eu sabia que a minha estrela brilhava em algum lugar daquela imensidão, mais conhecida como universo. Caso eu não encontre a minha, não importa, o céu tem milhões e milhões de estrelas e cada uma representa um sonho para se realizar.

E aí, vai viver nessa solidão?

texto492O café já estava esfriando. As janelas continuavam fechadas. O som estava ligado. Havia uma caixa de cigarro recém aberta na mesa. Era isso que ela fazia para não se sentir sozinha. O vazio que sentia preenchia com outras coisas mesmo sabendo que tudo isso fazia mal. Era um dos melhores jeitos.

Júlia se tornou uma garota fria. Já não sentia mais nada. Até a vida dela se tornou mais escura. O dia para ela tinha se tornado a noite. Nunca mais vir um sorriso em seu rosto. O que aconteceu com Júlia? É o que todos perguntam, mas foram todos esses que fez ficar amarga feito fel. Júlia tinha tantas decepções que o seu coração já tinha até congelado.

Júlia sentou-se a mesa. E começou a traga seu cigarro lentamente. Em seguida tomou um café amargo. Logo ela que odiava tanto café e ainda mais amargo. O único barulho que dava para ouvir era os seus suspiros.  Sua vida estava uma bagunça, mas do que a casa toda.

E aí, Júlia? Vai se tranca no seu mundo? E cada dia mais afundando em um poço sem fundo e destruindo você mesma? Observe o sol nascendo lá no horizonte. Olhe a imensidão desse céu azul. Veja todas essas nuvens. Você achar que tudo isso aparece à toa?

É por isso, que todos os dias Deus faz o sol nascer de novo.

Ele sabe que cada dia é um novo começo para poder recomeçar.

Aproveite essa nova chance que a vida te dar e viva intensamente. Não se prenda nessa escuridão. Jamais desista de você e muito menos dos seus sonhos. Então, abra a janela e deixe a escuridão ir embora, levando com ela essa solidão.

E aí, Júlia me diga, vai continuar observando sua vida passar?

O tempo

texto983O tempo vai passando rápido,
Hoje é o presente e amanhã é o passado.
Fechamos os olhos mais um dia se foi,
Não tem como dar um tempo para a vida.
Ela passa rápido demais,
Mais rápido do possa imaginar.
As horas podem significa segundos,
E os meses podem ser dias,
E os anos podem ser apenas meses,
O tempo é isento
Faça o que tem para fazer hoje,
Amanhã não te pertence.
O tempo caminhar na direção do futuro,
E nunca sabemos o que ele traz na bagagem.
Valorize cada segundo que a vida te dar,
Curta e aproveite o máximo que puder,
Isso tudo o que você viver vai virar meras lembranças.
É com o tempo que aprendemos,
Tudo que temos que aprender,
O tempo pode ser nosso amigo ou inimigo,
Mas isso depende de você,
Qual sentido você vai dar pra ele?
Porque afinal, o tempo é hoje.

O pra sempre, sempre acaba

texto46Eu jurei que teríamos um final feliz. Acreditei que viveríamos o nosso amor por toda vida. Imaginava eu e você fazendo juras de amor em frete ao mar e colocando nos nossos dedos alianças. Eu sonhava em morar de frente pro mar. E ter um cachorro e dois gatos. E ter três filhos. E foi assim acabei fazendo tantos planos para nossa vida que acabei me esquecendo. Esqueci que nem tudo é pra sempre, mesmo quando queremos. Tudo tem um fim, por mais que queremos eternizar aquele momento. Aquele dia. Ou aquele amor.

Todas aquelas suas juras de amor foram em vão. Você jurou que me amaria até quando seu coração deixasse de bater. Mandava-me flores, cartas e escriva em todas as redes sociais que me amava. Foram tantas declarações. E no final restou apenas uma grande decepção. Você me fez senti tão especial, que achei que você era diferente de todos os homens que existia na fase da terra.

Faz exatamente dois meses que você me enviou aquela mensagem terminando tudo. Senti-me como uma criança que faz um lindo castelo de areia. E vem um infeliz e destrói tudo. Criei expectativa demais. Em quem tinha amor de menos. No fundo eu sabia que um dia tudo iria acabar. Eu queria acreditar com a gente tudo seria diferente. Esqueci que não vivia em um conto de fadas onde o roteirista escrever e “viveram felizes pra sempre”. Bem que eu queria que minha vida fosse um roteiro. Pelo menos lá eu teria um “felizes”. Mas a minha história não vai pra o lado clichê dos filmes. A minha história é diferente igual de muitas pessoas que existe apenas o “viveram”, o felizes – para – sempre deixar para os contos de fadas.

Eu vi que por mais que eu quero que aquela pessoa permaneça na minha vida um dia ela tem que ir. Não adianta eu tentar impedir. Não adianta eu acorrenta para que fique. Você não me pertencia. Nem tudo me pertence. Nada nós pertence. Nem o amor que um dia alguém disse que sentia. E foi assim que eu aprendi, que todo começo tem que ter um fim.

Saudade…

texto359 Saudade… Não consigo entender como uma palavra tão simples, só de ouvir é tão dolorida. Nada nesse mundo tem mais toneladas do que a saudade, nada. Saudade é uma dor imensurável e sufocante presente em cada hiato. É sentimento que esmaga o peito como se fosse concreto. A saudade é a vírgula quilométrica, sem ponto final. Se existe algo pior que saudade, por favor, não me apresente. Eu não quero conhecer. É algo difícil de explicar quando você menos pensar já está com saudades de algo ou alguém. Não importa de quem seja. De um ex- namorado, de um amor que já partiu, de uma amiga que não conversa mais, de um parente que se foi, dos amigos de infância, dos momentos que não vão existir nunca mais. E tudo resolver ir embora, menos a saudade, ela fica. Não tem como ela insiste em ficar, é algo que não conseguimos nós livrar. Ela é persistente, vai insisti em ficar, e vai sempre fazer lembrar de momentos que nunca mais vai existir.

Ela é devastadora, quando você menos imaginar ela vai entrar na sua casa sem ser convidada, vai te fazer abrir álbuns de fotografia, sentir cheiro do perfume de alguém, lembrar de sorriso, e um abraço, até um simples “oi” ela é capaz de te fazer lembrar. A saudade transforma qualquer música em motivo para pensar naquilo que partiu. Ela é assim, não ligar para o que você irá sentir. Ela doer, destrói, não, ela não ligar se vai te fazer sofrer. Talvez ela não seja a vilã da história, com a saudade aprendemos a dar valor nas coisas e pessoas. Ela nos ensina da forma mais dolorida, que em um minuto nós temos, e em segundos podemos perder. Ela mostrar que quando não sabemos valorizar virar apenas lembrança. E lembranças, lembrar saudade. Saudade ela relembrar o passado, desfocar o futuro e congela o presente. Desconheço alguém que não tenha sofrido com a saudade.  Não tem como proteger dela, ela sempre ira existir, queira você, ou não. 

Só não se afete com a saudade, sinta ela, mas lembre – se, que se foi para nunca mais voltar, apesar de tudo junto dela sempre vem recordações boas. O passado ficou lá atrás, e a saudade ficou junto com ele. Ela é persistente sempre vai querer voltar. Mas lembre – se, quem tem a chave de casa é você, e não ela.