Te guardei nas minhas memórias

inspiraçãonamorado4Havia um envelope na caixinha de correios, estava escrito algo:

Abra o envelope com cuidado! 

Você vai encontrar algo, que um dia, fez parte das nossas vidas. Essas vão ser as últimas lembranças, que deixarei com você.

Quando eu abrir, havia dezenas de fotografias… Fotos que eu nem lembrava que existia. Os meus dedos foi deslizando em cada uma delas.

Estava escrito algo atrás de cada uma:

Andei pensando como podemos magoar pessoas que amamos e, depois deixar partir das nossas vidas –, sem ao menos lutar pelo amor. Ou pedir perdão. E foi isso, que aconteceu com a gente. Eu poderia ter ido atrás de você. Ter pedido desculpas, me ajoelhando pra você, enviado todos os dias flores no seu trabalho. Eu poderia ter escrito uma música, e também, feito um outdoor espalhado pela cidade. E tudo que eu fizesse ainda era pouco.

Quando vejo cada uma dessas nossas fotografias consigo sentir você por perto. Ao mesmo tempo isso me deixar feliz – é o único jeito de ter você aqui comigo, depois bater a tristeza, porque não consigo ouvir o som das suas risadas, sentir o cheiro do seu perfume. Ou não poder entrelaçar os meus dedos aos seus. Se eu soubesse que aquele seria o nosso último beijo, não teria deixado você ir.

Sei que é tarde pra isso, mas eu ainda acreditava que, um dia poderíamos voltar a ser como antes. Hoje tive certeza, eu tinha que me desfazer do que me ligava a você. E uma das maiores lembranças que me restavam eram todas as nossas fotografias. Na primeira vez não tive coragem, nem depois, eu precisava deixar você ir, dizer um adeus, mesmo sabendo o tanto que isso ia doer em mim. Mas não poderia conviver com a sua ausência pra sempre. Essa é uma das maiores provas de amor, – desfazer do que a gente amar… Então, peguei todas as nossas fotos e coloquei nesse envelope. E o que eu sinto por você, vai está pra sempre nas minhas memórias, perto das batidas do meu coração, onde você sempre vai estar.

Eu só te faço um pedido! Me guarde no seu coração, nas suas memórias e nas suas lembranças. Por favor, guarde o que vivemos. Não me importa o que você faça com as fotografias: queimas, jogue fora, ou mesmo, rasgue cada uma delas! Só não se esqueça de cada momentos felizes que vivemos, lembre-se, só desses.

E o que um dia existiu entre a gente, nem o tempo e, nem ninguém vai conseguir apagar e muito menos rasgar, é do fundo da alma.

Quando se amar perdoar

texto526A luz do sol começava a entrar timidamente pela janela do quarto. Era manhã de um dia qualquer. Já dava até para ouvir o barulho das pessoas que passavam nas calçadas para ir ao trabalho, criança gritando indo para escola e as buzinas dos carros. A rotina das pessoas já tinha começado cedo e ainda mais depois de mais um final de semana. Eu ainda permanência deitada na cama desejando que o dia passasse logo. Desejando pode ficar deitada o dia inteiro, sem ninguém que pudesse me atormentar. Por um minuto, eu sentir o silêncio ao meu redor. Quando de repente à campainha começou a tocar. Sair correndo pra ver quem era, na hora que eu abrir a porta, era ele. Continuei parada sem nenhuma reação e ele ficou parado na porta sem dizer nada. Apenas olhando pra mim. Minha vontade era fechar a porta na cara dele. Foi quando ele interrompeu meus pensamentos.

– Eu sei que é apenas 6:00 da manhã. Desculpe por te fazer acordar tão cedo. Só que eu queria te ver e ouvir sua voz de novo nem que fosse pela última vez, mesmo você desejando que eu sumisse agora daqui. Sei que você não vai acreditar, mas eu senti a sua falta. Senti falta do à gente era antes.  – Naquele momento seus olhos estavam com lágrimas. E o tom da sua voz estava trêmula.

– É que eu nunca imaginei que você voltaria um dia aqui. Quando eu implorei pra você ficar simplesmente me ignorou, virando as costas pra mim. Eu fiz de tudo para não sofrer, mas acabei sofrendo mesmo assim. E você sempre me ignorando. Então você resolve bater na minha porta de novo? Depois que eu te esqueci. – Olhei fixamente para os seus olhos e esperei o que ele ia dizer.

– Eu nunca quis fazer você sofrer. Só quis partir para viver meus sonhos. Eu não tinha dado contar você fazia parte deles. A última pessoa que eu faria sofrer é você. Mesmo você não acreditando. Eu ainda te amo. Acho que você não esperava que um dia eu dissesse isso. Nem eu consegui imaginar que um dia teria coragem de bate de novo na sua porta. Sabe vim aqui te pedir desculpas por tudo que aconteceu entre a gente. Vivemos tantos momentos felizes, que não dar apenas para pensar só nas tristezas que aconteceu. – Tentei não pensar em nada que tínhamos vivido antes, em nenhuma tristeza e muito menos nas alegrias. Aquele momento era ele e eu. E nada mais.

– Quer dizer então que você não queria me fazer sofrer? Porque fez questão de entrar na minha vida? Já que sabia que não ficaria por muito tempo. Quando eu estava apaixonada por você poderia ter fugido de mim antes, e não depois que comecei a te amar. – Puxei o fôlego bem fundo pra não chorar. Foi quando ele segurou a minha mão e logo solto.

– Eu tentei fugir de você. – Ele me olhou nos olhos fixamente.

– E porque não fugiu? – Eu queria que ele fosse logo embora. Mas ao mesmo tempo estava feliz em ver ele.

– Porque me apaixonei por você. Comecei amar você como nunca consegui amar ninguém. E o que você sente por mim? – Aquela pergunta saiu como uma bala. Ele segurou minha mão bem forte e depois solto de novo. Como na primeira vez que aviar segurado.

– Eu te quero bem. – Eu não estava mentindo. Desejava todo o bem do mundo para ele mesmo sabendo o tanto que ele me fez sofrer. Só que era meio difícil consegui esquecer o tanto que ele me fez feliz um dia.

– E isso significa o que? – Eu tinha que falar com cautelar tudo que estava sentindo não podia demostrar nenhum sentimento. O pior de tudo que não era tão fácil o quanto parecia.

– Significa que eu desejo tudo de bom para você. Eu quero que você encontre alguém que te ame o tanto que eu te amei. E que você também a ame. E que consiga te aceitar de volta depois que você ir embora. – Não, não era pra mim te demonstrado sentimento, mas uma parte de mim, sentia ausência dele. Minhas lágrimas começaram a escorrer.

– Eu não quero outra pessoa na minha vida. E sim você. Eu nunca te disse adeus. Um dia eu voltaria, aqui estou, sei que você não quer nada comigo. Mas, por favor, me diga o que você ainda sentir por mim, é amor? – Um silêncio intenso ser fez depois daquela pergunta. A respiração dele ficou mais forte e ofegante. Foi quando me aproximei dele e dei um longo beijo. Sentia cada partícula do meu corpo. Sentia como se flutuasse pelo ar. Conseguia decifrar tudo que estava dentro de mim – que era o amor.

– O que esse beijo significa? Que você me amar? – Ele me fez aquela pergunta com um sorriso no rosto. Depois seu rosto se escureceu como uma tempestade.

– Que eu te perdoo. Porque quando se amar perdoar. – Eu o amava suficientemente para um dia o perdoar.

Ele me envolveu em seus braços, deu um forte abraço, aquele acolhedor que me fez esquecer que lá fora existia um mundo. Consegui esquecer de todos os problemas. Em seguida deu um beijo demorado na minha testa e disse baixinho no meu ouvido: – aqui é o meu lugar, bem do seu lado. Não importa aonde eu vá sempre te levarei comigo. – Apenas o abracei o mais forte possível. Consegui sentir as batidas do seu coração, como estava acelerado. Cada batida puder sentir o tanto que ele me amava. E o tanto que eu o amava, mas do que eu conseguia imaginar.