Por que você deixou ela ir?

texto370Leia enquanto escuta:

Semana passada encontrei com ela moço. Estava jogando conversa fora com suas amigas em um barzinho qualquer. Ela conseguiu superar o fim do relacionamento de vocês. E agora você ta aí trancado nesse apartamento frio e revendo as fotos de vocês dois juntos. Dias atrás quem estava nessa fossa era ela. E você a deixou ir, por que não trancou as portas e jogou as chaves fora. Poderia ter feito tantas coisas e impedir que ela fosse embora desse apartamento. Mas não você fechou os olhos e fingiu que tudo que acontecia não era com você. Foi se divertir com seus amigos e curti a noitada. Enquanto você estava em alguma festinha qualquer. Ela se foi, naquele dia frio que chovia muito, e ela nem olhou para trás. Como sempre você foi covarde. Agora está  nesse quarto sozinho, sem ninguém para conversa. Você poderia ter desfeito todas aquelas caixas que estava no meio da sala.

Poderia te segurado nas mãos dela e não te soltado. Você poderia te abraçado e jamais deixado ela sair dos seus braços. Mas você a solto. E ela se foi. Igual um passarinho que está aprendendo a voar e está perdido tentando encontrar o seu lugar. Aliás, acho quem está perdido é você. Ela te ligava preocupada com o que você estava fazendo, e simplesmente não atendia nenhum dos seus telefonemas, e as cartas na escrivaninha que sempre ela deixava, e você não lia nenhuma delas. Poderia te deixado pelo menos uma pra ela, até se você escrevesse um simples “eu te amo” já deixaria ela muito feliz. Poderia te escrito um simples bilhete e colocado na geladeira. Todas ás vezes quando ela acordava, olhava para geladeira pra ver se você tinha escrito algo para ela, mas no fundo ela sempre sabia que você nunca lia nenhuma das cartas e muito menos deixava um bilhete. Você poderia te enviado rosas colombianas no trabalho dela. Poderia te levado café da manhã na sua cama. Poderia te feito uma serenata mexicana, qualquer coisa que demostrasse amor. Não precisava você comprar presentes caros para agradar. Até um simples anel de plástico se você desse para ela já deixaria ela muito contente. Você poderia ter feito ela se senti especial.

Talvez seja tarde pra se arrepender. Mas talvez pode se cedo para recomeçar. Não sei se ela um dia pode voltar, talvez ela pode apenas te perdoa. Mas deixar esse orgulho bobo de lado e ligar pra ela, ou mandar uma mensagem. Com certeza, ela vai desligar na sua cara. Se você a ama insista, persista, mas nunca desista. Só não consigo entender, se você a amar por que você deixou ela ir? Talvez esse seja o mistério do amor. Ele é indecifrável. Não se esqueça o tanto que você a fez sofrer. Você quebrou o que um dia ela considerava amor por você.

E quando você ficou doente ela cuidava de você, dava todos os seus remédios. E ficava preocupada com cada dor que você sentia. E quando você jogava futebol com seus amigos, ela estava na torcida, mesmo não entendo nada, estava ali para te ver feliz. E a vez que você discutiu, ela acabou te defendendo. Infelizmente você perdeu alguém que sempre quando você precisasse estaria onde for para te socorre. Perdeu uma grande amiga. Uma ótima conselheira. Perdeu uma grande admiradora. E o principal perdeu um grande amor. Todo mundo via o tanto que ela te amava, menos você, que só veio percebe o tanto que ela é importante depois que a perdeu. Então é assim, você precisou perde para ver o valor que ela tem. Pena que demorou você percebe que deixou ir embora alguém que tanto te amo.

Eu sei, que já é um pouco tarde para ser arrepende, mas envie as flores favoritas dela – caso você não lembre são rosas, e com um pequeno bilhete escrito “eu sinto muito a sua falta”.

Eu voltei…

texto392Não sei como se começa pedindo desculpas, mas acho que vou tentar. Temos que planejar a vida, mas nem tudo que planejamos dar certo, e arriscamos e acabamos deixando pessoas que amamos para trás. Muitos planos não corresponde com elas. Não é que você não era importante para mim, pois você é, e muito! Mas eu tiver que ir. Eu fui sem se despedi, acho que as despedidas são tão cruéis. Desculpe – me, por favor, ter deixado apenas uma carta escrita, mas eu não tive coragem de falar pessoalmente com você, olhando em seus olhos, eu não ia suportar! Sim, eu sei que você está pesando que eu sou covarde – é eu sou covarde. Muito! Mas eu voltei, e estou aqui na sua frente não quero que você sinta raiva de mim e, por favor, não peça pra eu ir embora, eu tenho que falar tudo que está guardado dentro de mim.

Foi um desastre tentar viver sem você. Todas as pessoas que eu topava pelo caminho me fazia lembra de você, o jeito de sorrir, o penteado do cabelo, o cheiro do seu perfume. Parecia que você  tinha feito alguma bruxaria para eu não te esquecer, mas acho que era eu não queria esquece, e então todas as pessoas que eu encontrava pelo caminho eu gostaria que fosse você. Não me pergunte por que eu te deixei. São uma das perguntas que pergunto pra mim mesmo todos os dias quando eu acordo! Todas as noites eu olhava para a porta esperando você chegar, com aquele seu lindo sorriso que acabaria com qualquer guerra no mundo. Eu ficava quieta no meu canto, era eu e as paredes, elas acabaram se tornando as minhas melhores companheiras, sempre me ouvia chorando eu até falava de você para elas, ás vezes achava que elas queriam me dizer algo!

Por favor, me perdoe, por não te respondido nenhum dos seus emails recebi todos eles, mas infelizmente eu não conseguia responde nenhum, não, não era por que eu não te amava… Porém, vi que difícil esquece alguém que nós ama pelo que somos de verdade, que cuidar e proteger. Sabe quando o meu mundo despedaçava, e quando não aviar luz para quebrar a escuridão, eu apenas queria você do meu lado para me abraça e nunca mais me solta. Sabe? Você não saia dos meus sonhos. Por isso que eu voltei, vi que você é tudo que eu preciso. Ficou feliz por você ter ouvido tudo que eu tinha pra te dizer.

Eu voltei porque te amo, com todas as suas qualidades e defeitos. Voltei porque aqui é o meu lugar, do lado de dentro dessa porta. Espero que no fundo você me perdoe e volte para mim, mas se não quiser me perdoar, pelo menos me desculpe.