O amanhã não nos pertence

texto2A gente nunca saber quando vai ser o último adeus. Encontramos com as pessoas que amamos e esquecemos de dizer o tanto que são especiais nas nossas vidas. De uma forma bem difícil, eu vivi isso, quando vi o meu pai em um leito de U.T.I., acabei percebendo que não estamos preparados para perder quem amamos. São tantos planos que, você só começar a viver de incertezas.

Acabei refletindo que estamos vivendo uma vida atrás de bens materiais, bom emprego, status, aquele curso dos sonhos e, acabamos esquecendo-se das pessoas que são especiais. E logo, acostumamos com a rotina do dia-a-dia. Saímos sem dizer o tanto que a pessoa é importante, esquecendo que aquele pode ser tornar o último momento juntos. O pior é saber que aquelas conversas pode se tornar lembranças do passado. E aquele último abraço de manhã, talvez, seja um adeus. E todas as fotografias vão acabar se tornando nostalgia.

Sabe qual é o nosso pior erro? Esquece que o dia do amanhã não nos pertence. Aproveite e diga “eu te amo”. Abrace como se a sua vida dependesse desse abraço. Veja como sua família e amigos são importantes pra você. Reflita e pense: e se hoje for o último dia das nossas vidas? Então, viva intensamente e, curta cada momento.

Descobri que no final do túnel sempre há uma luz. E graças a Deus, hoje faz cinco dias que meu pai saiu da U.T.I., e o melhor de tudo, sem nenhuma sequela. Aprendi que mesmo que as coisas estejam péssimas, pensamento positivo e emitir coisas positivas. Você vai acabar começando a atrair coisas positivas pra sua vida, e que, dias melhores virão, se não for hoje ou amanhã, será depois, mas chegará, confie em Deus, ele não faz nada em vão. 

Enquanto estou terminando esse texto. Eu só quero tomar um pote de sorvete com o meu pai e, com muita cobertura de chocolate. Porque são momentos pequenos assim, que se tornam inesquecíveis.

Como eu era antes de você: Um filme sobre amor, vida e coragem

filmecomoeuera3Quantas vezes você não achou que a sua vida era a pior do mundo? Mas olhe ao seu redor e veja o tanto de pessoas que sofrem de uma forma ou de outra, mas acabar conseguindo vencer todas as dificuldades. A ideia do filme “Como Eu Era Antes De Você”, uma adaptação do livro da autora Jojo Moyes, é nós ensinar que mesmo quando achamos que a vida teve um fim, pode ser apenas um começo de uma história. Vai abordar uma amizade bonita e pura, que se transformar em amor (impossível). Você vai rir e chorar (prepare os lencinhos). O mais importante é que à história é delicada e encantadora. Uma grande lição de vida.

Will (Sam Claflin) é um garoto rico e bem-sucedido, até sofrer um grave acidente que o deixa preso a uma cadeira de rodas. Ele está profundamente depressivo e contrata uma garota (Emilia Clarke) do campo para cuidar dele. Ela sempre levou uma vida modesta, com dificuldades financeiras e problemas no trabalho, mas está disposta a provar para Will que ainda existem razões para viver.

O elenco é formado Emilia Clarke (“Game of Thrones”) e Sam Claflin (“Jogos Vorazes”). Tem ainda no elenco nomes famosos como Jenna Coleman (“Doctor Who”), Charles Dance (também de “Game of Thrones”) e Matthew Lewis (o Neville de “Harry Potter”).

Com direção de Thea Sharrock, da série “Call The Midwife”, o filme chega aos cinemas brasileiros em 16 de junho.

Quando vi o trailer pela primeira vez já fiquei muito emocionada. E ainda mais com essa trilha sonora – com a voz perfeita do Ed Sheeran, é de emocionar. As cenas são muito emocionantes e a fotografia está impecável. Quem aí já está contando os segundos pelo filme? \o/


Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível.