Seis músicas da Dua Lipa para adicionar aos seus favoritos

Se você ainda não conhece a Dua Lipa, trate de conhecer agora! Ela é uma cantora, compositora e modelo inglesa de origem albanesa. Como a filha de um músico, Lipa cresceu rodeada pela música. Sua carreira musical começou aos 14 anos, quando ela começou a fazer covers de músicas de artistas como Christina Aguilera e Nelly Furtado no Youtube. Em 2015, ela assinou com a Warner Bros e lançou seu primeiro single.

Atualmente com seus 22 anos, estreando seu álbum autointitulado com o seu próprio nome. Dua é uma das grandes apostas da música pop contemporânea, que vem conquistando cada vez mais espaço com suas letras e ritmos contagiantes. Provavelmente você já ouviu algum hit, só não sabia que era dela. Duvida? Então continue lendo para saber mais sobre ela e também para você dançar e cantar muito! Ouça só:

Em agosto de 2015, Dua lançou seu primeiro single autoralNew Love, produzido por Emile Haynie (conhecido por trabalhar com Lana Del Rey e Bruno Mars) e Andrew Wyatt (Miike Snow e Florence + The Machine). O vídeo já acumula mais de 15 milhões de visualizações no YouTube. O sucesso da música também fez com que a cantora figurasse na lista BBC Sound of 2016, da rede britânica. Aliás, o clipe não é cheio de efeitos visuais, mas tem uma simplicidade bem legal e uma fotografia incrível.

Seu segundo single, a música “Be The One”, foi lançado em outubro de 2015 e atingiu o Top 10 em charts na Alemanha, Áustria, Reino Unido, Bélgica e Suiça. O videoclipe da faixa já possui mais de 100 milhões de visualizações no YouTube. Lipa ainda disse que “Be The One” é a única faixa do álbum que não escreveu “[mas] eu não poderia descartá-la; é uma de minhas favoritas.”(é a minha preferida também). O refrão, sem dúvida, é o ponto máximo e vai ficar por alguns dias na sua cabeça (e será prazeroso, acredite).

Mas é em “Hotter than Hell” que ela aposta com mais força a sua chegada triunfal ao cenário fonográfico. De que forma? Investindo no estilo que vem contagiando todos nós há alguns meses, o tropical house. Dua Lipa surge maravilhosa em um barracão na companhia de amigos. O tom monótono é puro disfarce, enquanto a artista suplica pela atenção do amado.

Canção que se tornou sua primeira entrada na parada Hot 100, da Billboard norte-americana. A faixa ainda culminou a parada Dance Club Songs. Tendo o vídeo filmado em torno da arquitetura de Londres, o clipe conta com Dua Lipa e seu esquadrão feminino em meio a skates, casacos, cartazes e uma vibe ativista positiva. Há inclusive placas em que promovem a candidatura fictícia da cantora para presidente, além de uma referência a Meninas Malvadas com um “You Can’t Sit With Us”.

E como todo bom cantor, começou a fazer partições, como essa musica do Martin Garrix. O DJ tem a sorte de ter chamado Dua Lipa, que transformou a canção por meio de sua voz grave e sua personalidade que já conhecemos bem.

“New Rules” é uma canção derivada dos gêneros tropical house, EDM e electropop cuja instrumentação incluiu o uso de bateria e trompa. Liricamente, apresenta Lipa indicando uma lista de regras para terminar com um ex-namorado. E o vídeo traz toda essa temática: para esquecer o boy, Dua conta com a ajuda de várias amigas que passam a dar “novas regras” em sua rotina. O resultado ficou bem teatral, com cenas bem marcadas e com uma coreografia genial e impecável, contando coma uma sororidade feminina. New Rules não tinha como dar errado, né? E no final, Dua aprende a lição e passa a ensinar essas regras para outra amiga.

Em algumas entrevistas Lipa, disse: “Tive altos e baixos tentando me encontrar”, disse ela sobre o processo de descobrir o seu som… “Você tem que trabalhar muito, muito duro – não apenas para a música, mas para qualquer coisa que você faça na vida”, Lipa disse sobre o seu vir-a até a estrela pop. “Eu não acho que ter uma carreira como esta em meu alcance”, ela continuou. “Não há descanso para os maus. Sonhos tornam-se realidade”, ela diz na última linhas do documentário, sabendo que isso é apenas o começo.

E aí, curtiu o som dela? Já tinha ouvido algumas dessas músicas? Então vamos torcer para que venha muito mais hits bons por aí!

Girl Power: como se tornar uma garota forte?

Esse é um assunto que está sendo bastante comentado hoje em dia. Provavelmente, você já ouviu falar de Girl power, certo? Na tradução literal do que é girl power, está ligado ao poder feminino: na sua independência, sua autossuficiência, e aos ideias de ser autêntica e da autoestima elevada. Esse título girl power é muito aliado á mulher que usa de sua voz, suas canções, seus textos ou seus discursos para reafirmar o papel da mulher na sociedade e mostrar que sua posição é importante. São independentes e igualitárias, que sejam, donas de si e que tenham autonomia de estilo de vida e também da sua sexualidade.

O termo representa um fenômeno cultural da década de 1990 e início de 2000 e está também ligada a terceira onda do feminismo. Tornou-se popularizado pelas Spice Girls em meados da década de 1990. A ideia das meninas foi mostrar a força que a mulher tem na sociedade, além de reforçar suas influências culturais. Assim começou se popularizar a revalorização da força que a mulher tem na sociedade. Inclusive, essa foi uma das formas de fazer críticas a opressão que as mulheres receberam ao longo dos tempos. Esse é um tema bem complexo, aliás, precisaríamos de mais posts para falar sobre esse assunto. Só que hoje o foco é como se tornar uma garota forte, talvez, você só precisar de um empurrãozinho. Neste post, listei algumas iniciativas muito importantes: Vamos lá?

  • Ser você mesmo, sempre.

Em pleno século 21 e, infelizmente, muitas vezes não podemos ser nós mesmo! Oiii? Triste realidade, porém, tem muitas garotas que viver fingindo ser quem não é – para tem tanta agradar os outros e até mesmo fazer parte de um determinado grupo. Por si só, esse é um dos primeiros conselhos para se tornar uma garota forte. Comece dizendo adeus ás suas neuras com o corpo, aparência e a sua personalidade, basta você se aceitar como é. Assim, você vai aumentar a sua autoestima e, de quebra, ainda ajudar uma amiga a fazer o mesmo também. Então, começa um círculo de sororidade e quanto mais às garotas se aceitam, mais padrões de beleza impostos pela sociedade cair por terra. Consequentemente, mais meninas vão aceitando o próprio corpo, personalidade e também o espelho. Não é incrível? <3

  • Você pode ser tudo que quiser.

Se empoderar é mais simples do que você pensa! Duvido quem nunca ouviu essa frase: “você é uma garota não pode fazer isso?” Se tem uma coisa que a gente pode, é poder!  Podemos ser astronauta, CEO, médica, presidente, pilota de avião e todas profissões existentes. Pois somos capazes de exercer qualquer carreira que desejamos e de maneira nenhuma deixar alguém oprimir desejos e planos otimistas. Somente mantenha o foco e acredite no seu potencial.

  • Unidas somos fortes

Garotas unidas jamais serão vencidas! \o// Segundo muitas pessoas afirmar que nos garotas, na realidade, vivemos competindo umas com as outras. Sabemos que isso não é verdade, mas que, às vezes, isso infelizmente pode acontecer. O certo é que, paramos de ver as outras garotas como inimigas, não podemos deixar de cultivar a sororidade entre nós. Todas têm um brilho único, mas, o céu ficar ainda mais encantado com dias estrelados, certo? Afinal, quanto mais unidas brilharemos ainda mais! E assim, vamos aprendendo, crescendo e nos fortalecendo. Por esse motivo, temos que ser sempre aliadas. Juntas, vamos longe!

É tão incrível ver que as garotas está cada dia mais interessadas neste tema, não é? Ah, vale lembrar que, atualmente, a artista que mais representa e reforça o girl power é a Beyoncé, na sua constante luta a favor do feminismo. E aí, está preparada para todo este poder? Let’s go, girls!