Filme da semana: The Duff

Nada melhor que aproveita o feriado assistindo um bom filme, né? Já havia um bom tempo que estava precisando assistir novos filmes. Bom, lá estava eu procurando algo novo, até me deparar com um filme que desde quando foi lançado fiquei curiosa para ver. Aí eu me perguntei: “Por que demorei tanto para assistir esse filme?”. Graças aos comentários positivos da galera, decidi assistir e valeu muito a pena! <3

Vou começar falando sobre “D.U.F.F.: Você Conhece, Tem ou É”.

O filme é foi baseado no livro de romance do mesmo nome escrito por Kody Keplinger. Conta com a participação dos autores Mae Whitman, Robbie Amell e Bella Thorne. Por ser um filme de adolescente, a primeira coisa que você pode pensar é naqueles filmes clichês, com lideres de torcida e astros do futebol americano, mostrando a busca por popularidade feita pela maioria dos jovens. E… Duff não é bem assim.

Bianca, Jess e Cassie são três amigas inseparáveis. Jess e Cassie são magras, altas e estão sempre por dentro do mundo da moda. Bianca é baixinha, não tem corpo de modelo e usar roupas largas, além de ser super irônica e engraçada. Ela nunca tinha percebido que todos na escola a tratavam diferente até que Wesley, seu vizinho e amigo de infância, conta que ela era vista como uma DUFF (Designated Ugly Fat Friend, que no filme é traduzido como Desengonçada, Útil, Feia e Fofa). Bianca fica arrasada, mas ela logo admite que Wes está certo. De impulso, ela descarrega sua raiva para fora em Jess e Casey, retirando-as das redes sociais e passando a andar sozinha.

O filme começa a fica ainda mais interessante: Bianca decide virar esse jogo e pede a ajuda de Wesley para ser finalmente o alvo de interesse e não a amiga feia. Como ele precisa passar em biologia, ele aceita ajudá-la e eles fazem um acordo. Acabar acontecendo muitas coisas em voltar desses dois personagens.

Depois de uma série de cenas engraçadas, de cyberbullying e de desilusões amorosas, Bianca finalmente toma uma decisão. Irritada com tudo que estava passando, ela se reúne com suas amigas, que sempre foram verdadeiras amigas para ela e que, juntamente com sua mãe compreendedora, a convencem a ir ao baile com elas. Chegando lá, agora confiante de si mesma, Bianca diz à uma garota (que sempre praticou bullying com ela) que te que devem ser fiéis às nossas próprias identidades.

Como deu para perceber, esse filme é perfeito para discutir a influência que a mídia tem sobre a vida das pessoas, principalmente dos jovens. São tantos disparos de informações sobre o jovem que ele acaba querendo seguir tanto as tendências e se esquece da sua essência, de sua real personalidade. O filme tenta exatamente “tirar as vendas” desse público, mostrando que não há nada de errado na sua personalidade.  Assim, o filme procura romper com todos esses “rótulos” e mostrar que: “Não importam o rótulo que te puseram, só você pode ser definir”. É uma das frases do filme.

Quantas estrelas o filme merece? 4 estrelinhas. Gostei muito, desejei poder voltar no tempo pra não tem me importado muito com a opinião das pessoas na época do colégio, e aproveitado ainda mais com as minhas amigas. Gostei de verdade! Recomendo especialmente pra quem adora comedia romântica, leve e também divertida. Pelo o trailer você já pode ver com o filme e vão entender o que tô falando.

E aí, alguém também já assistiu “The Duff?” e gostou? Contem o que vocês acharam do filme nos comentários do post! Aliás, tem lá no Netflix.

Filme assistido: Simplesmente Acontece

Sabe quando você está em um tédio total e não tem nada para fazer? Esses dias eu estava assim também! Em seguida, resolvi procurar um filme para assistir e me lembrei de que nunca tinha assistido (antes tarde do que nunca!), que é baseado em um livro – que fez e ainda continuar fazendo sucesso. Uma amizade de infância que se transformou em um grande amor. 

Sim, estou falando de “Love, Rosie” e na versão em português “Simplesmente Acontece”.

Onde tudo começar? O filme foi baseado no livro Simplesmente Acontece é a adaptação do sucesso literário Onde Terminam os Arco-íris  (recentemente foi relançado pela Novo Conceito com o título de Simplesmente Acontece), escrito por Cecelia Ahern, não posso esquece que ela também é autora de “P.S Eu te Amo”. Assim como no livro, o filme conta a história de Rosie, interpretada pela linda e talentosa Lily Collins e Alex, interpretado pelo incrível Sam Caflin.

Vamos a história? O filme começa de trás pra frente e Rosie está fazendo um discurso no casamento de seu amigo Alex. E como felicidade infinita não rende filmes interessantes é necessário que passem por turbulências antes do tão sonhado “felizes para sempre”. De forma geral, Rosie e Alex se conhecem desde a infância e, com isso, acabaram se apaixonando, mas não conseguem entender o que estavam sentindo. Vivem uma série de desencontros, mas o destino teima em mantê-los unidos. Ou seja: Poderia muito bem ser a simples história de dois jovens e seus altos e baixos até a vida adulta, mas é mais do que isso. Nós mostrar que não tem como planejar, esconder, tentar adiar ou adiantar alguma coisa. Ele irá acontecer no momento certo. Tem uma parte do filme que diz uma frase muito linda: “Eles eram amigos inseparáveis, sendo sempre separados.” O filme consiste nisso, nas idas e vindas do amor, dos acasos da vida, de um destino incerto, e dos dois amigos que sempre se atraíam, não importasse o que acontecesse.

Toda vez que eles se encontravam parecia que nada tinha mudado e é incrível como eles não pareciam notar esse amor. Acima de tudo, eles prezavam pela amizade e confiança. Fazendo se apaixonar pela história e torce pela felicidade dos personagens.

Agora eu consigo entender o título em português, que é tão diferente do original, porque faz muito sentido com a história do filme. O amor é isso, ele simplesmente acontece. Aliás, tem uma fotografia bem estilo Tumblr.

Quantas estrelinhas o filme merece? Você acha que vou classificar com simples estrelinha? Esse filme merece a lua, o sol e também a via láctea inteira! Nem tudo é perfeito, mas são pequenas coisas no filme que passar despercebido. Gostei tanto do filme, me senti tão íntima de Rosie e Alex, mesmo passando por tantas coisas, ainda continuavam seguindo em frente.

Não posso esquecer de dizer: que tem frases do filme que são incríveis. Pra quem ainda não viu e curte comédia romântica, com certeza, eu super recomendo! E aí, quem já assistiu ao filme: e o que achou? Conta tudo pra gente nos comentários!

Seis músicas de casais da ficção que vão aquecer o seu coração

Quem não curte as trilhas sonoras? Ainda mais quando faz parte de filme, uma novela ou série, tanto é, que os casais de suas tramas tem músicas de amor que costumam marcar o personagem de uma tão forma, que quando ouvimos já vem em nossa mente, o filme. É tão perfeito, quando você gosta de um par romântico e ver que a música é uma combinação que veio para dá um toque ao filme. Oba! Pensando nisso, montei uma listinha com as seis musicas de casais da ficção que aquecem o coração. Vem ouvir! <3

“When I Look At You”, Miley Cyrus – Roni e Will, “A Última Música”

O filme é maravilhoso, é uma adaptação incrível Nicholas Sparks (que faz a gente se emocionar, até demais!). Essa música acabou marcando muito o filme “A última Música”, embalando a história da Roni (Miley Cyrus) e do Will (Liam Hemsworth), é uma das faixas mais lindas da trilha e se encaixa perfeitamente com o longa, tanto que foi a canção escolhida para promover o filme, não poderia ter sido melhor. Totalmente inesquecível.

“Photograph”, Ed Sheeran – Louisa (Emilia Clarke) e  William Traynor (Sam Claflin), “Como Eu Era Antes de Você)

Esse filme é muito fascinante! Você já viu? Eu não canso de assistir! A música mais marcante é “Photograph” (que, alias, já fez parte de diversos filmes). Entrou para a trilha sonora da trama.  Na história, Louisa Clark (Emilia Clarke), uma jovem do interior, é obrigada a se tornar cuidadora de um tetraplégico, William Traynor (Sam Claflin). Essa canção é tão linda e emocionante. Pode fazer parte da nossa trilha sonora? <3

Quelqu’un M’a Dit”, Carla Bruni – Maria Marta e Zé Alfredo, “Império”

Foi uma das canções que mais fizeram sucesso na novela “Império”, que acabou ficando na história da dramatológica brasileira. A canção embala as cenas do casal José Alfredo (Chay Suede) e Maria Marta (Adriana Birolli) em Genebra. A canção faz parte do primeiro disco da ex-modelo e cantora, lançado em 2003, que leva o mesmo nome da canção. Tanto é que a música ficou três dias no TTs do twitter.

“Love Me Like You Do”, Ellie Goulding – Anastasia e Christian Grey, “Cinquenta Tons de Cinza”

Então me ame do seu jeito… Como não amar essa musica? É tão linda! A trilha é toda bem boa, mas a música mais marcante é “Love Me Like You Do”, tendo chegado aos primeiros lugares na Billboard. Amo Ellie Goulding, então sou suspeita, mas merece todo o sucesso que fez, isso é fato. A faixa possui uma pegada sensual e se encaixa perfeitamente no enredo da produção estrelada Dakota Johnson (Anastasia), Jamie Dornan (Christian Grey). Dá vontade de ouvir o dia inteiro.

“Keane Somewhere Only We Know” – Lola e Kyle, “LOL”

A suave musica faz parte do filme “Lola”, interpretado pela Miley Cyrus (Lola), que está no Ensino Médio e como toda adolescente tem de lidar com problemas amorosos e familiares. A canção roda em torno do romance dos personagens principais. A música é delicada e tem uma pegada mais tranquila. Ou seja, para ouvir várias vezes sem enjoar! Ela é muito, muito maravilhosa. <3

“Not Today” – Imagine Dragons, Louisa (Emilia Clarke) e  William Traynor (Sam Claflin), “Como Eu Era Antes de Você)

“Not Today” é uma canção inédita gravada exclusivamente para o longa, ou seja, não estará presente em um futuro trabalho do grupo. A faixa tem um tom mais romântico, de acordo com a temática do filme. É uma canção emocionante e reflexiva, nos faz pensar na vida de uma forma diferente. É linda demais, faz o coração ficar ainda mais apertadinho! Podemos conta que a música é viciante…

O que você achou das escolhas? Músicas gostosinhas de ouvir, né? Conte nos comentários qual foi a sua favorita e, se quiser, compartilhe as suas trilhas sonoras favoritas!

Filmes para assistir com as amigas

filmePara quem vai passar esse feridão em casa, que tal já ir preparando as pipocas e convidar as amigas e assistir alguns filmes. É um dos melhores programas para ser fazer com Bff’s. Pra te ajudar na escolha das atrações, separamos uma lista com 12 filmes pra vocês assistirem, alguns deles são meio antiguinhos, mas que valem à pena serem assistidos de novo (e de novo e de novo e de novo…)!

filmes-assistir11. “Querido john” – Querido John conta a história de John Tyree (Channing Tatum), um jovem soldado que foi para casa durante uma licença no exército, e de Savannah Curtis (Amanda Seyfried), a jovem universitária idealista por quem ele se apaixona durante as férias de faculdade. Durante os próximos sete tumultuosos anos, o casal é separado pelas missões cada vez mais perigosas de John. Apesar de se encontrarem raras vezes, o casal mantém o contato por . Essa correspondência acaba por provocar uma situação com consequências nefastas.

2. “500 Dias Com Ela” – Tom Hansen (Joseph Gordon-Levitt) está em uma reunião com seu chefe, Vance (Clark Gregg), quando ele apresenta sua nova assistente, Summer Finn (Zooey Deschanel). Tom logo fica impressionado com sua beleza, o que faz com que tente, nas duas semanas seguintes, realizar algum tipo de contato. Sua grande chance surge quando seu melhor amigo o convida a ir a um karaokê, onde os colegas de trabalho costumam ir. Lá Tom encontra Summer. Eles também cantam e conversam sobre o amor, dando início a um relacionamento.

3. “A mentira” – Olive (Emma Stone) era aquele tipo de estudante cuja presença não era notada por ninguém, além de sua melhor amiga Rhiannon (Alyson Michalka). Quando ela a convida para passar um fim de semana acampando, Olive dá como desculpa que irá se encontrar com alguém. Na segunda seguinte Rhiannon lhe pergunta como foi o encontro e, para manter a história, Olive diz que perdeu a virgindade com ele. A notícia é ouvida por Marianne (Amanda Bynes), a crente da escola, que logo a espalha para os demais alunos. A situação altera o modo como as pessoas olham para Olive, o que faz com que ela se sinta dividida: ao mesmo tempo em que se sente mal por olharem para ela graças a uma mentira, ela gosta de enfim receber a atenção das pessoas. A situação potencializa ainda mais quando ela aceita a proposta feita por Brandon (Dan Byrd), seu amigo gay, de que finjam ter relações sexuais durante uma festa onde todos da escola estejam presentes. Desta forma Brandon passa a ser visto como heterossexual, deixando de ser perseguido, e Olive assume de vez a figura de vadia da escola. Só que ela não podia imaginar até onde sua fama iria levá-la.

4. “Quatro Amigas e um Jeans Viajante” – Lena (Alexis Bledel), Carmem (America Ferrera), Tibby (Amber Tamblyn), Bridget (Blake Lively) são melhores amigas desde que nasceram e, até os dezessete anos nunca haviam se separado. Mas na véspera de sua primeira separação, elas compraram um jeans que “misteriosamente” servia em todas elas. Durante aquele verão decidirão compartilhar aquele jeans, uma semana com cada uma. Durante o período de trabalho na atento os personagens cresceram e evoluíram profissionalmente mas esse encontro do acaso na empresa fez com que a amizade crescesse. Uma História cheia de altos e baixos, encontros e desencontros, mas cheia de valores, conceitos e amizade.

THE PERKS OF BEING A WALLFLOWER5. “As Vantagens de Ser Invisível” – Na trama de As Vantagens de Ser Invisível, um garoto de 17 anos, Charlie (Logan Lerman), entra num colégio enquanto se recupera de uma depressão, que lhe rendeu tendências suicidas, e da perda de seu único amigo. No colégio, porém, começa sua jornada de socialização, de crescimento e recuperação com a inadvertida ajuda de dois veteranos, Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), que o recebem em seu mundinho à parte dos populares da escola.

6. “Lola” – Lola (Miley Cyrus) namora Chad (George Finn). Ele têm uma banda e ensaia quase todos os dias para o grande show da escola. Tudo ia muito bem entre eles até Lola descobrir que Chad é na verdade um galinha. Para piorar suas notas na escola vão de mal a pior, por ficar pensando sobre sua vida pessoal. Sua mãe (Demi Moore) está tão brava com as confusões de Lola que não vai mais a deixarela ir à Paris no final do semestre com a escola. Só que as coisas ficam ainda mais complicadas quando Lola percebe que Kyle (Douglas Booth), seu melhor amigo, pode ser muito mais que isto. O que fazer agora, se todos eles só pensam em se divertir e curtir?

7. “Frozen” – Elsa, a filha mais velha do rei e da rainha de Arendelle situado em algum lugar na Noruega, nasceu com a capacidade mágica de criar gelo e neve. Um dia quando tinha 8 anos, enquanto brincava com a irmã Anna de 5, ela acidentalmente acerta-lhe com um raio gelado. Então Elsa é trancada no castelo para aprender a controlar seus poderes até o dia de sua coroação, pois seus pais morreram em um acidente numa viagem. Após acidentalmente condenar o reino a um inverno eterno, ela foge e auto-exila-se num castelo de gelo. Agora cabe a Anna e Kristoff, um destemido homem da montanha, partirem numa jornada para trazerem Elsa de volta a Arendelle e reverterem o inverno em verão com a ajuda de Olaf um boneco de neve criado por Elsa. Uma aventura cheia de reviravoltas e magias.

8. “A Arte da Conquista” – George Zinavoy (Freddie Highmore) é um jovem que acredita que o ser humano nasce e morre sozinho. Para ele, de nada adianta viver de ilusão. Com a mente totalmente ocupada por esta linha de pensamento, ir à escola, participar das tarefas ou fazer os deveres de casa tornam-se algo a ser desprezado. Mergulhado em sua amargura, ele acaba conhecendo a bela Sally Howe (Emma Roberts) e algo de diferente acontece. Com ela, ele faz novas amizades e começa a sentir novas sensações, sem saber ainda ao certo o significado. No meio do caminho, os dois conhecem Dustin (Michael Angarano), um artista de sucesso apresentado pelo professor de arte, dando início a um inesperado triângulo amoroso.filmes-assistir39. “Garota Mimada” – Em uma brincadeira com seus amigos, Poppy Moore (Emma Roberts) estraga todos os pertences da namorada de seu pai (Aidan Quinn). Quando seu pai chega, ele diz que vai mandá-la para um internato na Inglaterra. Chegando na escola Abbey Mount, Poppy conhece a diretora, a Sra. Kingsley (Natasha Richardson), a vilã Harriet Bentley (Georgia King) e sua companheira de quarto Kate (Kimberley Nixon). Poppy se torna infeliz com sua nova vida, pois não consegue fazer amigos e nem se encaixar. Poppy resolve tentar ser expulsa da escola e suas companheiras de quarto a ajudam. Apesar de tudo o que aprontam, Poppy não é expulsa. Então, elas resolvem fazer algo mais grave: seduzir Freddie (Alex Pettyfer), filho da diretora e grande paixão de Harriet. Após várias reviravoltas, Poppy se apaixona por Freddie e é correspondida. Harriet fica com inveja e arma um plano: quando Poppy esqueceu o seu e-mail aberto nas salas de computadores, Harriet manda e-mails no nome de Poppy para Freddie e suas companheiras de quarto. Nos e-mails, Harriet que finge ser Poppy, os xinga e humilha. Revoltados, eles deixam Poppy de lado que acaba sendo acusada de por fogo na escola.

10.  “Garotas S.A.” – A jovem Massie Block (Elizabeth McLaughlin) é a líder de um grupo de alunas privilegiadas, arrogantes e narcisistas. Elas são temidas e respeitadas em seu meio escolar e no bairro onde vivem. Porém, a vida de Massie muda completamente quando uma família amiga de seus pais, de origem humilde, se muda para a casa de hóspedes. A recém-chegada Claire (Ellen Marlow) irá ameaçar a posição de liderança de Massie.

11. “Monte Carlo” – O filme conta a história de Grace (Selena Gomez), uma jovem garota que sempre sonhou em ir a Paris e, quando finalmente o consegue, é confundida com uma herdeira britânica mimada, o que a leva junto de sua melhor amiga, Emma (Katie Cassidy), e sua meia-irmã, Meg (Leighton Meester), a um evento de caridade em Monte Carlo. As três meninas de repente encontram-se no centro das atenções e em um sonho de férias na cidade, mas as coisas começam a desandar quando um colar de um milhão de dólares desaparece e as três precisam rapidamente de recuperá-lo. Own (Cory Monteith), o garoto pelo qual Emma está interessada, segue-as por toda a Europa.

12. “Meu malvado favorito 2” – Gru mudou radicalmente sua vida e agora seu negócio é se dedicar às filhotas Agnes , Edith  e Margo , deixando de lado os tempos de vilão. Ele só não contava que seu passado de “ladrão da Lua” pudesse falar mais alto e ser responsável pelo seu recrutamento, através da AVL (Liga Anti-Vilões), para salvar o mundo na companhia da agente Lucy. Juntos, eles precisam localizar o criminoso que roubou a fórmula PX41, e Gru desconfia que um antigo “concorrente”, chamado El Macho, possa ser o responsável por essa maldade. Para completar os problemas, o parceiro Dr. Nefário resolveu abandoná-lo e Margo está vivendo seu primeiro amor.

Curtiram a dica? Quais desses filmes vocês ainda não assistiram? Comentem!