Estrelas

texto-estrelaOntem eu observei as estrelas no céu. Em meio aquela escuridão toda, elas conseguem ilumina a terra aqui em baixo. E com toda essa imensidão do universo, elas têm o seu próprio brilho. Observando daqui elas são tão pequenas, porém, lá em cima tão grandes. Umas brilham mais do que as outras, mas nunca, deixam de ofuscar umas as outras. Porque cada uma delas sabem o tanto que são importantes para forma esse espetáculo todo no céu.

Reparei que elas representam os sonhos. Com todo o brilho. Alguns sonhos são assim (encantador, distante, porém perto…). É isso, cada estrela carregar um sonho de alguém com ela, sonhos que foram destruídos, estão distantes ou que nunca foram alcançados. Só que no meio daquilo tudo algumas se encontram sozinhas, como muitas pessoas, só, que não deixam de brilhar. Então, as estrelas acabam me ensinando – mesmo estando sozinha continuar brilhando.

Olhar para um céu estrelado é isso, sentir paz. Você ver a imensidão do universo. E percebe que não está sozinho. Em algum lugar do mundo tem alguém agora olhando uma estrela.

Talvez seja por isso, que Deus, mantém um céu estrelado. Ele sabe que em cada uma delas vive o sonho de cada um de nós.

Agradeço, por elas está ali, mesmo não conseguindo alcançar.

Eu sabia que a minha estrela brilhava em algum lugar daquela imensidão, mais conhecida como universo. Caso eu não encontre a minha, não importa, o céu tem milhões e milhões de estrelas e cada uma representa um sonho para se realizar.

E aí, vai viver nessa solidão?

texto492O café já estava esfriando. As janelas continuavam fechadas. O som estava ligado. Havia uma caixa de cigarro recém aberta na mesa. Era isso que ela fazia para não se sentir sozinha. O vazio que sentia preenchia com outras coisas mesmo sabendo que tudo isso fazia mal. Era um dos melhores jeitos.

Júlia se tornou uma garota fria. Já não sentia mais nada. Até a vida dela se tornou mais escura. O dia para ela tinha se tornado a noite. Nunca mais vir um sorriso em seu rosto. O que aconteceu com Júlia? É o que todos perguntam, mas foram todos esses que fez ficar amarga feito fel. Júlia tinha tantas decepções que o seu coração já tinha até congelado.

Júlia sentou-se a mesa. E começou a traga seu cigarro lentamente. Em seguida tomou um café amargo. Logo ela que odiava tanto café e ainda mais amargo. O único barulho que dava para ouvir era os seus suspiros.  Sua vida estava uma bagunça, mas do que a casa toda.

E aí, Júlia? Vai se tranca no seu mundo? E cada dia mais afundando em um poço sem fundo e destruindo você mesma? Observe o sol nascendo lá no horizonte. Olhe a imensidão desse céu azul. Veja todas essas nuvens. Você achar que tudo isso aparece à toa?

É por isso, que todos os dias Deus faz o sol nascer de novo.

Ele sabe que cada dia é um novo começo para poder recomeçar.

Aproveite essa nova chance que a vida te dar e viva intensamente. Não se prenda nessa escuridão. Jamais desista de você e muito menos dos seus sonhos. Então, abra a janela e deixe a escuridão ir embora, levando com ela essa solidão.

E aí, Júlia me diga, vai continuar observando sua vida passar?