É amor

comportamento-texto-inspiração-1Passei meu batom vermelho, aquele que não usava a um bom tempo com receio por chamar atenção para os lábios. Na época do colégio ouvia muitos cochichos de que vermelho não combinava comigo, não realçava meu tom de pele.  Talvez foi por isso que eu parei de usar. Cresci e amadureci e parei de dar ouvidos ao que as pessoas falavam. A garota do meu lado no espelho ficou observando enquanto tirava o excesso – ela balbuciou algo que não consegui ouvir, mas acho que foi “que cor bonita!”, dei um leve sorriso e agradeci.

Entro correndo para dentro daquele prédio tão alto. – Droga, dez minutos atrasada! Fiquei pensando o que pode acontecer no mundo em dez minutos “pode cair um meteoro e o mundo acabar”, chega de teorias e pensamentos dementes. Tentei entrar na sala de redação sem fazer nenhum barulho. De nada adiantou, o redator chefe levantou a cabeça sobre a mesa e ficou observando enquanto eu sentava. Malditos sapatos. Tão estranho, ele era três anos mais novo do que eu para ser meu chefe, a maioria são anciões e nem um pouco atraente. Ele era atraente até demais, parecia um garoto recém-formado na faculdade. Seu cabelo castanho, cor dos olhos de um verde vibrante e o sorriso dele era encantador – apesar de não sorrir muito. Eu gostava de pode observar cada detalhe nele.

Na minha época de escola eu evitava o máximo de se apaixonar por um colega de classe, tinha medo que não poderia dar certo. Colocava na minha cabeça que era paixonite, coisa de adolescente, mas com ele era diferente…, era amor.

Quando me dei conta eu estava sorrindo e meu melhor amigo me olhava sem entender nada. Vi que ele também estava me olhando com a sobrancelha arqueada, me deu vontade de enfiar a cara no chão. Ouvia burburinhos que ele tinha uma queda por mim – nunca dei ouvidos. Mesmo se fosse verdade, nunca me sentia segurar suficiente, as estagiárias eram tão lindas, parecia até que tinha saído de um comercial de tv e todas sempre queria chamar sua atenção, ele não dava atenção para nenhuma delas. Isso me deixava muito feliz, eu gostava de imaginar que ele sentia algo de especial por mim.

Todos os meus colegas já estavam indo embora. Eu ainda estava terminando de editar aquele texto – maldito dez minutos. Quando levantei meus olhos ele estava caminhando em minha direção segurando um botão de rosas. Meu coração palpitava, sentia como se o sangue do meu rosto esvaziasse.

– Eu gosto muito de você, desde a primeira vez que te vi senti algo diferente. Tentei menti que não era nada de especial. Só que esse sentimento vem me sufocando cada vez mais. Poderia dizer que eu gosto de você, mas eu nunca senti isso antes, é algo tão estranho que não cabe dentro de mim, acho que é amor, acho nada, eu tenho certeza. E onde você chegar traz paz, pelo menos eu me sinto assim. Eu amo o teu sorriso e gosto do jeito que você ver a vida, com uma serenidade que poucos têm. Quero pode fazer parte do seu mundo, e você fazer parte do meu.

E depois, me deu aquele botão de rosa, e em seguida, disse: Você é diferente de tudo que um dia eu amei. Agradeço ao universo por ter colocado no meu caminho. E essa rosa vai combinar com a cor do seu batom. Segurei aquele botão tão bonito, não me lembro de quando ganhei uma rosa – é, nunca ganhei uma. Ela era tão delicada e de um vermelho intenso. Sentir como se fogos de artifício explodisse dentro de mim.

Naquele momento eu tinha certeza que era amor, é amor, e sempre será amor.
Então, não aguentei e uma lágrima escorreu dos meus olhos.
E ele enxugou com a ponta dos dedos.

Segure a minha mão

texto845Moço venha comigo, não tenha medo. Segure forte a minha mão. Juro que não vou soltar a sua. Sei que o seu coração é frio, que ai dentro não tem moradia para ninguém. Sei que todos os seus amores nunca deram certos, mas eu quero ser diferente. Eu não quero ser como o resto. Eu quero fazer parte da sua vida. Dividir momentos bons e ruins – espero que dividimos mais momentos bons. Quero está nos planos do seu futuro e fazer parte de todo o seu passado. E que você faça parte dos meus.

Não, eu não te culpo. Infelizmente a vida não vem com um manual de instruções, e nem com uma bula de remédio, e muito menos com dicas de como aprender a amar. Seria muito bom se fosse assim, né?, só peço que não tenha medo de amar, não feche as portas do seu coração para um novo amor. Não é porque não deu certo com alguém antes, que não pode dar agora. Acabamos aprendendo com o tempo. Quebramos a cara. Arriscamos em amores errados. E aprendemos, que nem todos relacionamentos são duradores. Mas esse não é um motivo para você desistir do amor.

Eu vou está do seu lado para segurar sua mão. Venha sem medo. Sem receio. Segure a minha mão o mais forte que você puder. Te levarei comigo. O mundo pode ser nosso se você quiser? Podemos viver o nosso mundo. Onde o nosso amor nada e nem ninguém vai conseguir destruir. Prometo que eu nunca vou te magoar. Vou te mostrar que vale muito a pena se apaixonar.

Eu só te peço, por favor, não tenha medo de amar.

Um amor de verão

texto367Leia enquanto escuta:

Era pra ser um verão qualquer, mas não foi… Foi o meu verão. Foi quando ele me beijou pela primeira vez. Senti algo que nunca tinha sentido antes por ninguém, como ser dentro do meu estômago vivia milhares de borboletas que não parava de voar lá dentro. Não conseguia acreditar em ninguém quando dizia, que quando amamos alguém sentíamos como se borboletas voassem. Eu pensava que era tudo besteira. Uma grande bobagem. Mas ele me fez senti as borboletas que adormecia no meu estômago. Cada vez que nos beijávamos sentia como uma adolescente que está descobrindo um verdadeiro amor. Sentia como se estivesse vivendo um amor proibido. Aquilo que estávamos vivendo não duraria para sempre, esse foi o meu único erro.

Era mais fácil ter negado o seu beijo do que te que convive com a saudade. Eu me arrisquei. Porém, eu vi que a vida é muito curta para não aproveitar a felicidade.

Eu sei que amor não atravessar oceano. O que vivemos durante esse verão, muitos casais não viveram uma vida toda. Já estamos quase no inverno e eu ainda sinto a sua falta. Obrigada por ter feito esse verão ser tão magnifico, e também por ter cuidado de mim quando fiquei doente, por ter me apresentado aos seus amigos, por ter me acordado sempre de manhã pra te acompanhar para ver o nascer do sol, e também pela companhia de contempla o pôr – do – sol todas as tardes. Só queria por um segundo poder te abraçar ou ver o teu sorriso, que poderia trazer a paz mundial pro mundo. Ou apenas para o meu mundo. Você conseguiu me ensinar amar e confiar mais nas pessoas. Gostaria que você soubesse de uma forma, ou de outra, que fez parte do melhor verão da minha vida. Posso viver mil anos, que jamais conseguirei viver um verão igual foi com você. E que mesmo estando do outro lado do mundo, você ainda é meu primeiro e último pensamento do dia.

O amor não precisar ser continuo e durador, basta que seja verdadeiro, intenso e que nos faça feliz, mesmo por um instante. Existem amores que não foram feitos para durar, nem todos os finais são felizes, né? Esse talvez seja um dos grandes misteriosos da vida, trazer pessoas, para nos transformar no melhor que podemos ser. E você me ensinou isso. O verdadeiro significado do amor.

Espero um próximo verão para te encontrar de novo. E viver tudo que vivemos juntos. Vou te esperar em todos os verões que existir. Caso não nos encontremos de novo, você foi o meu primeiro e último amor que eu já vivi, não apenas no verão, mas em todas as estações.