comportamento

O que me restou foi apenas lembranças

texto36Aproveitei o fim da noite para organizar os álbuns de fotografias e acabei encontrando fotos antigas de bons momentos vividos. Fotografias que eu não lembrava. Algumas fizeram parte da minha infância e outras da adolescência. Acabei encontrando fotos dos amigos que imaginei que estaria comigo até hoje.

Comecei lembrar todos os momentos que vivemos juntos. São momentos que se eu pudesse eternizava! A maioria foram alegrias, mesmo passando por momentos de dores continuávamos sorrindo. E um desses momentos vividos, está à nossa professora da sexta série, mais doce que tivemos a chance de conhece, mas a vida teve outros planos pra ela. E um dia de sol ela partiu e deixou um grande legado pra gente: “que tudo se curar com um grande abraço, ainda mais das pessoas que te faz tão bem”. Aprendemos que um abraço é a melhor forma de conforto.

Quando fecho os olhos, consigo enxergar o sorriso de cada um deles. Lembro das discussões por tolices e no final acabava todo mundo rindo. Naquela época o nosso maior problema foi quando descobrimos as equações – olhar que nem imaginávamos o que esperaria por nós. Vivemos aqueles momentos tão intensamente e, esquecemos até que um dia tudo aquilo fosse acabar. As chuvas eram tão divertidas, brincávamos e saíamos correndo no meio daquela grama molhada. Hoje vejo se pudesse, teria aproveitado cada um dos pinguinhos que caiam do céu e me divertindo ainda mais. Sem se preocupar com nada, apenas em ser feliz.

Ainda consigo sentir o abraço de cada um deles. Só que na realidade, cada um seguiu o seu caminho. Muitos eu não sei o que aconteceu. Alguns casaram. Outros foram embora para outros estados e a quem resolveu ir embora para outros países. E teve os que tiveram filhos. Outros simplesmente sumiram. Sem brigas e nenhum receio. Só acabamos nos desencontrando por essas estradas com curvas da vida. Hoje vejo o que os adultos diziam era verdade: aproveite porque um dia vai restar só saudades.

Pois é, o que me restou não foi apenas saudades, e sim, lembranças.

Já passar da meia noite. Todos já foram dormi. O silêncio tomou conta da sala. Fecho o álbum e guardo na caixa. Uma lágrima cair. Daqui menos de um mês completo, 21 anos. E durante esses anos passou muitas pessoas na minha vida. A quem marcou e quem apenas passou sem fazer nenhum sentido. Nessas lembranças, vejo que todo mundo, teve um propósito na minha vida. Uns me ensinou a serem diferente deles, outros me ensinaram que podemos ser feliz com menos. E teve quem me ensinou o que é amizade e outros me ensinaram o que é cumplicidade. E vai ter aqueles que eu vou guarda pra sempre no lado esquerdo do peito, bem no fundo do coração, onde vai permanece eternamente em cada lembrança da minha vida.

Cultive o amor próprio. E o resto vem!

comportamento-amor-proprioDurante a fase da adolescência eu amava fica vendo fotos de modelos e famosas desejava ser como elas, tem o corpo, o cabelo e até mesmo a personalidade. Eu queria ser algo que não tinha nada haver comigo. Eu invejava as meninas da minha escola, eram todas lindas, cabelos impecáveis e o corpo escultural. Me sentia como se fosse um patinho feio (só que no desenho o patinho feio se transforma em cisne!). Considerava uma garota estranha, não feia, mas diferente. Mas eu gostava de ser como eu era magra, nem tão alta e nem tão baixa – altura mediana e com uma personalidade indefinida. Essa sou eu, nada e ninguém pode mudar o que eu sou. E foi exatamente há dois anos que venci essa fase da aceitação.

Sei que muitas meninas viver isso todos os dias com a não aceitação do seu corpo, seu cabelo, do seu rosto e até mesmo da sua personalidade. Tentando a qualquer custo se transforma em outra pessoa, ainda mais na adolescência onde a vida parece ser tão complicada. Você pode muitas vezes olhar no espelho e não gostar do que refletir nele.

Pare de dar ouvido ao que as pessoas dizem. Que você está acima do peso ou que está muito magra. Seu cabelo não ficar legal cacheado, não ficar bonita de cabelo alisado. E pra que raspou as laterais do cabelo? É tão feio! Você ficar estranha de cabelo colorido. Essas pessoas sempre vai achar um defeito para ficar te criticando, são inseguras com elas mesmas, não deixe que a opinião dos outros prejudique você.

Sabe quando a gente plantar uma florzinha e ficar regando, cultivando ela, até crescer e depois ela florescer? O amor próprio, tem que cultiva-lo todos os dias com muito cuidado, e assim, ele começa a nascer e depois vai florescendo.

Do que adianta você amar outra pessoa e não tiver o amor próprio? Talvez seja duro de ouvir isso, mas não queira que alguém te ame enquanto você não se amar. Porque o amor próprio, é isso, primeiro você se amar e depois amar alguém. É complicado? Não, não é. É egoísmo? Também não! É só o amor próprio. Esse é um dos primeiros amores que se deve ter na vida. Cultive-o, regue-o todos os dias e deixe que o resto venha. Comece amando cada um dos seus defeitos e veja que você é mais do que um espelho consegue refletir. 

Como assim: Queremos paz e pregamos ódio?

comportamento-texto-sentimentoQuem costuma entrar nas redes sociais, com certeza, está vendo muitas discussões por tudo que está havendo no mundo – seja aqui ou lá na França. Eu não vou mentir pra vocês estou evitando entrar em redes sociais. Está cheio de ódio gratuito. E pessoas que não respeitam as opiniões alheias. Não consegue respeitar o seu próximo, seja nas suas ideologias ou nas suas religiões. Temos que entender que somos diferentes um do outro.

Você consegue me dizer por que começa as guerras? Porque, ninguém consegue aceitar o que os outros pensam.

Desejamos e almejamos um mundo onde podemos viver em paz e que cada pessoa transborde amor. Só que tem um, porém, como vamos conseguir alcançar um mundo com mais amor e mais tolerante se não conseguimos aceitar o que as pessoas dizem! Cada um têm suas crenças e temos que aprender a respeitar. Só pra constar, os terroristas que gostar de pregar o ódio por causa de religiões (espero que você não seja um).

Precisamos ter mais tolerância com o nosso próximo. Eu entendo que tem horas que você não vai concorda com o que a pessoa diz, mas é a opinião dela, e ponto final. Respeito é essencial. Enquanto não aprendemos ser mais tolerante, vamos continuar afundando na nossa ignorância, desrespeitando e pregando o ódio gratuito. O que precisamos mesmo é para de olhar para o nosso próprio umbigo e começar a olhar ao nosso redor.

E o que me assustou foram pessoas não aceitando que outras pessoas desejasse o bem para o outro país. Desde quando se tornamos tão sem coração assim? As pessoas comparando tragédias esquecendo ambos os lados há dor e muito sofrimento. Como diz a canção de John Lennon – Imagine: “Imagine não existir países… Imagine todas as pessoas vivendo a vida em paz”. É tão difícil assim?

Quando dizemos que queremos um mundo com mais amor e menos ódio, isso vai começa por cada um de nós. Seria tão bom se tudo que conseguíssemos transmitir fosse amor e nada mais.

Muitos dizem que o que faltar na humanidade é mais amor. Na minha humilde opinião, o que humanidade precisa urgentemente é de mais tolerância e respeito! Agora, eu te pergunto: Será que conseguiremos alcançar um mundo de mais amor e paz com tanta intolerância e desrespeito com o nosso próximo?

Segurando o mundo com as próprias mãos

comportamentoVocê já se sentiu como se segurasse o mundo com suas próprias mãos? Como se todos os problemas caísse sobre a sua cabeça. Ou que a qualquer momento tudo cairia por terra. E muitas vezes você acaba sentindo que chegou ao limite e sentir vontade de dá um enorme grito: Canseeeeei.

O problema é que pensamos que podemos ser os heróis do mundo. Resolver os problemas de tudo e de todos, e depois, temos os nossos próprios problemas para ser resolvidos. Então, você acaba sentindo o peso do mundo nas costas, um peso morto, que não te pertence. Não é egoísmo, é aprendizagem, não tem como você querer cuidar de todos, sem antes cuidar de você. Coloque sua vida como prioridade, todos os seus sonhos e cada um dos seus desejos. Lembre-se, sempre: Cada pessoa tem os seus problemas e cabe cada um delas resolver. Somos seres humanos e não semi-deuses.

Você não tem que ficar segurando o mundo com as próprias mãos. Tudo isso pode ter acarretar ansiedade, estresse e até mesmo o medo. Tente não se preocupar com coisas não faz tanta diferença na sua vida. De um tempo pra você quando se sentir cansada. Não existe nada melhor do que ter paz interior. Quando você conseguir alcançar essa paz, vai ser mais fácil ajudar as pessoas. Vai fazer bem para você e vai conseguir tirar esse peso morto das suas costas. Mantenha a calma, e, cuide-se, para não chegar ao seu limite. É esse limite que é perigoso, é quando o seu mundo desmoronar.

A gente está longe da perfeição

texto971Dias atrás enquanto passeava pelo meu feed no facebook li um texto descrevendo como é uma “garota perfeita”. Sim gente, isso mesmo, ainda existem pessoas que acreditar em “perfeição”. Tenho preguiça desses textinhos ctrl c + ctrl v,  ainda mais quando se refere à nós mulheres. Você consegue me dizer o que é uma garota perfeita? Não, nem eu.

Em um passado distante – ou nem tão distante assim, eu diria que era a Barbie. Ela é loira, magra, alta e de olhos azuis e é bem sucedida. Tipo, quer algo a mais? Só que tem um problema, ela não existe, é perfeita, porque é de plástico e é só mais um objeto; “Perfeição, vem do latim perfectione, caracteriza um ser ou objeto ideal que reúne todas as qualidades e não tem nenhum defeito”. Mas, e a gente?

A gente está longe da perfeição, todos temos defeitos, seja grandes ou pequenos, somos humanos. O legal é ser diferente, não seguir nenhum paradigma, se quem você quiser ser e não o que as pessoas desejam quer que você seja. É um pouco clichê isso, mas é a pura verdade e que muitas vezes não nos damos contar. Seria chato se todos nós fossemos perfeitos, com cabelos arrumadinhos, com roupas impecáveis e seguindo todos os mesmos padrões. Mas, graças a Deus, não é assim, temos o nosso livre arbítrio. Podemos ser o que quisermos.

É tão legal andar na rua e ver pessoas diferentes umas das outras seja nas aparências físicas, ou na personalidade. Não importa se você é magra ou gorda, alta ou baixa, olhos preto ou azul, isso é o de menos. O que importa mesmo é quem você é.

Lembre-se, você não veio nesse mundo pra ser perfeita, e sim, cheia de erros, defeitos e imperfeições. A perfeição é a verdadeira utopia, achamos que existe, porém, é só uma alucinação. Eu faço aquela pergunta de novo? E você conhecer alguém perfeito? Porque, eu não!

Como diz Fernando Pessoa: “Adoramos a perfeição, porque não a podemos ter; repugná-la-íamos, se a tivéssemos. O perfeito é o desumano, porque o humano é imperfeito”.