comportamento

E se a gente tivesse mais empatia?

Quando adolescente acabei dando muito ouvido para pessoas que me menosprezava – colocando defeitos na minha personalidade, no meu corpo, no meu cabelo e também no meu estilo. Sendo sempre subestimada. E tudo isso, acabou fazendo com que eu tivesse conflitos comigo mesmo, me tornando uma garota bem insegura e tímida. Até mesmo, me insolando das pessoas por causa da minha autoestima baixava, achava que conversavam comigo por pena. Quando percebi já estava até me auto-sabotando, e isso, começou afetar a minha vida em diversas formas. É muito complicado, quando você se tornar a sua pior inimiga, é algo muito exaustivo.

No fundo, eu sabia que o problema não era comigo, mas sim, com essas pessoas que tentava me diminuir. Então por que diabos eu dava ouvido para elas, eram pessoas tóxicas, que precisava inflar o ego para se sentir superior com a minha inferioridade. Veja só, com o passar do tempo parei de ligar com as críticas, elas sempre estão por aí. Eu vi que não adianta tentar ser perfeita, porque ninguém é, aliás, as pessoas se transformam constantemente. Tic tac tic tac.

Por que magoar alguém com palavras irracionais? Palavras machucam, ferem e sagram. Quando for dizer algo coloque no lugar da pessoa que vai ouvir, isso se chama empatia, quando você enxergar, além do seu umbigo. Aí você lembra, daquela velha frase que diz: “todo mundo está enfrentando uma batalha da qual não sabemos nada a respeito”. Ah, sabe de uma coisa? Não estamos aqui para ferir uns aos outros… Por que não ajudamos? 

Então, lá vai o meu conselho de hoje: Em vez de se incomodar com o que as pessoas dizem ou pensa sobre você, simplesmente ignore-as, talvez no começo, elas tentam te machucar, mas com o passar do tempo vão ver que não adiantar lança flechas contra você, porque elas vão atravessar o seu ser e nenhuma vai te ferir mais e, com isso, você vai sentir a sensação de liberdade.

16 situações pelas quais passam quem sofre de ansiedade

Porque a ansiedade não entra nas nossas vidas pedindo licença e perguntando se agora é uma boa hora… Aliás, quantas vezes você já passou por momentos difíceis, por causa, da sua ansiedade? Fique calma, eu sei como você se sente – e não é pouco! Se por acaso, você sofrer de ansiedade, com certeza, viveu algumas destas situações, vai se identificar. Quer ver?

1. Quando você não para de pensar em alguma coisa!

Acredite! As coisas ficam rodando na sua cabeça em looping infinito… Oh, meu Deus! Acho que vou ficar louca!


2. “Mandei mensagem tem quinze minutos e não me respondeu. Será que aconteceu algo?”.

Cérebro: Noticia ruim voar, NÃO aconteceu nada… Oi? Sou eu sua ansiedade, linda? Vai que o roubaram? Desmaiou na rua? Quem sabe foi sequestrado? Xôoo, TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada).


3. Também tem aquela hora que você tem que esperar! Seja alguém ou alguma coisa.

Quer saber? Eu não vou esperar nada, cansei! Mentira. Te que esperar é a morte para qualquer ansioso. Aff!


4. O que acontece quando você faz algum tipo de prova importante e ficar esperando o RESULTADO?

Hello, para que fazer isso com a gente? Moço, eu não paro de pensar nisso…


5. Afinal, tem o cansaço constante e sua cabeça parece que vai explodir.

Plmdds é praticamente impossível se desligar para dormi… Tipo, meu cérebro é um computador, que nunca é desligadooo. 


6. Oi? Você vai ter que falar em público.

Mesmo faltando uns três meses para acontecer, você já vai preparando o que vai dizer… E desejando, que o mundo acabe antes… Heeelp!


7. Que tal a ligação de um número desconhecido?

Não vou atender… “E se for alguma coisa importante?”. Mais um ponto para você ansiedade. #omg


8. E ter que resolver alguma pendência POR TELEFONE.

Já existe chat, e-mail, WhatsApp e também pode enviar por carta!


9. Sentindo alguma dor estranha? ESTOU MORRENDO, SOCORRO!

Alguém chama o SAMU, pelo amor de Deus.


10. “Será que eu tranquei a porta? E se eu não tranquei?”

Oh! Um ladrão vai entrar em casa e rouba tudo. Não leve a minha gatinha, por favor, moço!


11. Qualquer momento que exija decisão, mesmo que seja sobre coisas pequenas, pode ser bastante doloroso.

“E se for à escolha errada, isso pode afetar toda minha vida?”.


12. É fazer centenas de listas e não cumprir nenhuma

Aaah, eu juro… que mês que vem eu vou fazer qualquer coisa escrita nelas.


13. É precisar fazer tudo, mas não querer fazer nada.

Já tô indo! Mas… eu vou descansar só mais um pouquinho!


14. Se preocupa 24 horas com o futuro…

“E se?, eu não consegui realizar meus sonhos?”.


15. …E esquece de viver o presente!

Já passamos da metade do ano, e eu não fiz quais nada até aqui. Só falta cinco meses para o ano terminar? JESUUUS!!!

16. Você fica ansioso sobre ansiedade

Qual ansioso não sofre com sua própria ansiedade? Eu por exemplo, tento se proteger contra grandes picos de ansiedade (o que é bem louco), o que gera muito estresse. Ai meu Deus!!!

É não fácil para quem sofrer de ansiedade, mas não podemos deixar ela controlar nossas vidas. E claro, se está atrapalhando a sua vida, procure ajudar de um profissional!

E aí, você se identificou com algumas destas situações? Se sim, qual delas? Conta tudo nos comentários!

Seis maneiras para você sobreviver aos dias ruins

Quantas pessoas no planeta já passaram por isso? Quantas nesse exato momento está passando? Dias ruins é algo totalmente inevitável – ás vezes, pode ser um dia tenso ou, ás vezes, pode nem ser nada, você simplesmente não está em sintonia com o ritmo do dia. E posso dizer uma coisa? Está tudo bem. Mesmo quando parece estar tudo errado, está tudo certo se sentir assim. Cada um lida de uma forma com os sentimentos. Alguns acabam ficando ainda mais para baixo, outros buscam um meio de compensar essa estranheza por dentro, tem gente que simplesmente prefere ignorar (mas não faz passar, faz?). Para aliviar esses dias ruins que você vêm vivendo e mostrar que nesta situação sempre vai a ver uma luz no fim do túnel. Por isso, separei algumas coisas que pode fazer para melhorar essas sensações…


1. Se permita sentir

Uma das frases que faz muito sentido para quem viver dias ruins, sem dúvidas, é A dor precisa ser sentida“, extraída da boca de Augustus Waters – personagem do filme A Culpa é das Estrelas. Até porque, fingir que não está sentindo nada está longe de ser a solução. Quando nós assumimos que tem algo errado, ajuda o processo de superação e também aceitação. E assim é mais fácil ir sobrevivendo as sensações dos dias ruins.


2. Descubra o que realmente está te incomodando

Quais são as coisas que te incomodar? É um ótimo começo você foca nesse ponto, assim abstrair qualquer situação negativa que vem te incomodando. E, ás vezes, com certas situações você acabar tratando mal ou discutindo com pessoas sem nem saber o por quê? Principalmente em pessoas mais próximas de nós, consequentemente, são mais fáceis a gente desconta algo. O melhor a fazer é evitar discutir com alguém, com coisas que não tem nada a ver com a pessoa. É até mesmo perigoso confundir o que está sentindo. Então, pare e pense um pouco sobre o que está te deixando mal.


3. Liste diariamente coisas que você quer fazer

Planejar as coisas que você tanto desejar pode ser uma ótima ideia, aliás, isso te dará ainda mais foco para correr atrás dos seus objetos e em freta todos os dias ruins que pode surgir. Anote tudo, isso vai te ajudar a ficar bem mais feliz e e em paz  – e, de certa forma, te ajudará com os seus sentimentos.


4. Tome banho

Como assim? Pois é, isso não é piada! Já reparou que quando nós saímos do banho sempre nos sentimos mais leves, de alma tranquila? É uma ótima sensação! Fora que o banho é sempre o momento onde mais pensamos na vida, né? Isso pode ajudar a organizar algumas coisas internas.


5. Converse com as pessoas

Nem sempre é fácil falar o que a gente está sentindo, né? Eu sei como é isso! Então, ligue para alguém ou marque um encontro com que se importar com você para desabafar, ou para ter dar um conselhou ou apenas buscar compreensão. Você se sentirá muito melhor, e isso poderá até ajudar a transformar o seu dia! Aliás, é prazeroso sentir que tem alguém do nosso lado, não é porque nascemos sozinhos, que precisamos passar a vida assim.


6. Ouça suas músicas favoritas

Nada mais relaxante do que ouvir sua música favorita, certo? Se joga na melodia e deixa sair tudo isso que está preso dentro de você! Liberte, dance e cante muito. Você vai ficar mais tranquila e com energias renovadas. Evite músicas tristes – para não ir ainda mais para o fundo do poço. Procure músicas alegres, elas tem poderes para animar ainda mais o nosso humor. Além do mais, a música dá várias lições sobre o que estamos passando.

Pois é, todo mundo tem dias ruins – tenha pensamentos positivos! Pense nos momentos bons que você teve e em tudo de bom que você tem na sua vida. Tente se lembrar de memórias felizes. Não é o fim do mundo se você teve um dia ruim. Espero que estas dicas possam te ajudar, pode ser coisas simples, mas vai te fazer sentir muito bem! <3 E aí, gostou? Conta nos comentários!

Seis coisas que você deve fazer sozinha pelo menos uma vez

Quantas vezes você saiu sozinha para ir nos lugares? É algo bastante inevitável, né? Sempre procuramos chamar uma amiga, namorado ou ir com os pais para se sentir mais sociável… enfim, talvez você possa se sentir meio alone, por exemplo, em ir ao cinema ou viajar desacompanhada. E aliás, pode ser algo mais natural possível do que você consegue imaginar, sabia? Para provar que isso é mais comum e legal, listei seis coisas que você deve fazer sozinha pelo menos uma vez. Olha só?


  • 1. Ir ao shopping

Você pode andar por todos os lugares, entrar em todas as lojas que quiser e experimentar quantas peças de roupas tiver vontade. É algo bastante libertador, hein? Sem se sentir culpada em deixar alguém esperando, aliás, sem ninguém para te apressar…


  • 2. Ir ao cinema

Talvez no começo possa parecer meio desconfortável… porém, você vai pode escolher o filme que quiser, chorar a vontade e rir muito, sem te ninguém pra te julgar. Outra parte: não te ninguém para dizer o que achar que vai acontecer. E ver antes de ouvir as opiniões dos outros. E quando, estiver algo em cartaz que você quer muito assistir, mas não tem com quem ir? Relaxa e aproveite a sua própria companhia!


  • 3. Sair para comer

Se a gente sair por aí imaginando: “o que as pessoas vão pensar?”, provavelmente, não faríamos nada. Depende do ponto de vista de cada um; alguns vai sentir pena, outros vai ficar olhando e há pessoas que vai te achar com uma autoconfiança incrível – vão até te invejar com toda sua confiança. Por isso, não espere ninguém te convidar para ir ao restaurante ou lanchonete… O melhor de tudo, você pode escolher a comida predileta e comer tanto que quiser, sem ninguém te julgando. Plmdds você não vai nem precisa dividir sua comida com ninguém. HAHAHA


  • 4. Viajar

Já pensou em fazer uma viagem sozinha? Definitivamente esse é um dos pontos de vista mais assustadores. Porém é algo totalmente libertador. Não precisa ser uma viagem para fora do país, em uma cidade interessante ou um final de semana em alguma praia no Brasil, mas caso queira sair totalmente da zona de conforto, um intercâmbio para estudar outro idioma no exterior ou um mochilão pela America do Sul. Legal, né? Você vai trazer em sua bagagem diversas aprendizagens para vida toda!


  • 5. Turistar pela sua cidade

Aposto que tem diversos lugares na sua cidade, que talvez, você ainda não conheça, certo? Comece indo naquele parque e leve seu livro favorito para ler, relaxe na natureza, aproveite para caminhar, visite um ponto turístico famoso, vai visitar um museu ou se tiver praia, aproveite o clima agradável e divirta-se.


  • 6. Ir a um show ao vivo.

Provavelmente é um lugar escuro e com show rolando no palco, onde ninguém vai prestar atenção que está sozinha, porque eles (igual a você) estarão cantando, dançando, pulando e desfrutando intensamente daquela música. Aliás, vão estar somente curtindo o momento.


Por acaso, ainda tenha medo ou receio: Experimente! Sabe aquela frase: “quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez?”. Então! E aí, já fez alguma coisa dessa lista sozinha? Se sim, qual foi a sensação?! Conta pra gente nos comentários! <3

Aumentando dia a dia a sua autoestima

Autoestima baixa é algo que muitas pessoas sofrem todos os dias! Acabar até mesmo afetando na vida social –, não é nada fácil para quem já passou por isso ou ainda passa. É se achar inferior as outras pessoas, mas enquanto tiver esse tipo pensamento nada vai mudar em sua vida, ao contrário, cada vez mais você vai se afundar nesse pensamento de “inferioridade”. Compreende? Você não precisa mendigar amor, nem atenção ou muito menos há aprovação de ninguém. Isso tudo tem que vir de você, para você. Mas para isso, precisa desenvolver a autoestima, aliás, é um exercício diário que te ajudar a se conhece mais. Pois é amiga, é preciso ter vontade de querer sair dessa vitimização, coitadismo e coisas ruins em que a gente se colocar. Sim, precisamos trabalhar dia a dia a autoestima. Fiz uma lista de atitudes que você pode começar a fazer em sua vida.

Não dê ouvidos a algumas pessoas

A gente sempre costumar dar ouvidos as pessoas que só sabem criticar, né? Podemos receber diversos elogios, mas sempre vamos dar ouvidos para as criticas negativas… Pare já com isso. Você sabe o que você quer e também a sua capacidade, então, acredite sempre em si mesmo. Às vezes queremos a opinião das pessoas, mas não deixem ser o fundamento das suas escolhas, certo? Não tem como fugir das opiniões alheias, porém, tem como apreende a se blindar de algumas delas. É claro, jamais de ouvidos as pessoas que não têm intimidade contigo. Uma pessoa com baixa autoestima geralmente faz de tudo para ser querido pelos outros. Mas você não é inútil, e se alguém não gosta de você por quem você é, está pessoa não vale o seu tempo. Aprenda a ser altruísta, às vezes.

Perdoe-se por ser imperfeita

A gente tem uma mania de querer ser perfeito, né? Lembre-se de que você, como todo mundo, é humano e não precisa ser perfeito para ter uma autoestima elevada. Não se esforce para obter uma perfeição inatingível. Todos os pedacinhos da sua personalidade, cada aspecto do seu ser se une para formar uma figura completa, como uma das pinturas de Picasso. Eles podem ter falhas mas, vistos como um todo, são belos, assim como você. Suas imperfeições o tornam perfeito. E tem um segredo que eu apreendi: Todas as vezes que encontrar um defeito em si mesmo, aponte uma qualidade em seguida. Combinado?

Nunca, jamais critique a si mesma

Você é protagonista da sua própria história e mais ninguém. Pare de se cobrar ao comparar com o mundo, você é uma pessoa única e mais ninguém é igual a você. Pense em como você pode ser a melhor versão de você e busque ser essa pessoa. Quando queremos vender um produto não podemos fazer uma má publicidade dele, certo? Porque ninguém vai querer, pois, somos iguais se nos diminuímos constantemente perante os outros, eles irão aprender a fazer o mesmo conosco, porque é assim que estamos a ensiná-los. Substitua palavras negativas com positivas. E se for preciso, faça uma lista de tudo o que você gosta em você, de tudo o que conquistou.

Aprenda lidar com os seus problemas

Cada um com seus problemas! Pois é, cada um com seus problemas… Temos que aprender a lidar todos os dias com desafios que a vida nos dar, sem esperar que outras pessoas resolva para você. Essas questões podem ajudar a minar mais a sua confiança. Compreende? Decida o que precisa ser feito, faça e siga em frente, ter força para resolver as suas questões desenvolve até mesmo a sua autoestima.

Não coloque a sua felicidade na sua aparência 

Acredito que a beleza vai além dos nossos olhos, ela se encontrar em nossa essência. A beleza por si só não traz felicidade. Não adianta você pensar que sua felicidade vai está na balança, fita métrica ou etiqueta P, nada disso garantem que você será pleno e feliz. Por mais que consiga alcançar alguns dessas metas, sempre vai ficar faltando algo em sua vida. Você precisar focar no máximo dos seus pontos forte, apreciá-los e evidência-los. Pode ser complicado, mas lembre-se: “Se eu não me amar, quem vai?”.

Separe um tempo para cuidar de si 

Pode ser difícil achar um tempo para si, mas fazer coisas que a deixem relaxada e feliz pode melhorar sua autoestima e sua produtividade. Encontre um hobby que faça com que se sinta melhor física e mentalmente. Algumas pessoas dizem que fazer ioga, andar de bicicleta ou correr as ajuda a encontrar uma positividade calma e centrada. Dedique-se a alguma atividade que goste muito mesmo.

O que você pode continuar fazendo? Se conheça, descubra de onde vem essa sua autoestima baixa. Caso seja preciso, procure ajudar de um especialista e lhe ensinará como lidar com seus pensamentos de maneira saudável, certo? Cuida-se de si e guarde esses conselhos no coração!