Você me faz querer voar

comportamento-texto-inspiração-42Estávamos observando o céu, músicas tocavam ao fundo e as luzes se apagavam. As crianças se divertiam pelo parque e os casais se beijavam. Então você me puxou para perto e segurou minhas mãos e sussurrou no meu ouvido: “você me faz tão bem”, aquelas simples palavras foi mais forte do que um “eu te amo”. Eu nunca pensei que um dia alguém iria virar o meu mundo de cabeça pra baixo – mas de uma forma positiva. Logo eu, que gritava aos quatro quantos do mundo que amor era coisa de gente louca. E agora, estou segurando suas mãos, com dedos entrelaçados e olhando os fogos de artifícios que colorir essa escuridão toda.

E algum tempo atrás eu estava sozinha em casa nessa mesma data e, olhava os fogos que iluminar o céu hoje da janela do meu quarto. Foi nesse mesmo período de tempo que você surgiu na minha vida. Chegou de mansinho sem fazer barulho como quem não quer nada e me ganhou aos pouquinhos. Soube me ensinar como é se sentir amada. Me fez voltar até a acreditar em príncipes, castelos encantados e contos de fadas. Não preciso fazer nada de tão grandioso pra me conquistar. E você não precisou escala o Everest, e nem atravessar o oceano nadando e nem me enviar um milhão de rosas colombianas. Apenas me ensinou amar.

Achava que nunca daríamos certo, você gostava de festas e baladas e eu da minha pilha de livros – que você achava chato! De uma forma ou de outra acabamos se completando, como um quebra-cabeça. Acho que essa frase “você me faz tão bem” eu diria a você.

No dia que apareceu na minha vida eu sabia que se tornaria mais do que um desconhecido. Acho que você é como o meu antídoto. É algo tão bom, um sentimento inexplicável o que você desperta em mim, é tão profundo e enigmático. É como, se o seu amor me fizesse tocar o céu e, sinto como se tivesse asas para poder voar.