O último adeus

Acordei como qualquer outro dia. Tomei um banho rápido, me arrumei e preparei um café forte para enfrenta mais uma rotina do dia a dia. Resolvi ir a pé para o trabalho, já que a caminhada duraria meia hora. Só que, eu estava tão distraída, que nem prestei atenção em uma circunstância, em que eu estava passando em frente ao seu prédio – prometi a mim mesmo, que cortaria quarteirões para não passar naquele lugar, do nosso último adeus.

Ainda sou covarde. Não quero reviver nada daquilo. A pior parte de todas, acabei parando em frente a sua janela. Até porque, um pequeno detalhe me deixou feliz: as flores que eu cultivava ainda estavam na sacada. De uma forma ou de outra, eu ainda pertencia aquele lugar, mesmo sabendo que não fazia mais parte da sua vida. É claro, ainda dói saber que, o seu amor não me pertence mais.

Aliás, naquela mesma sacada, foi o nosso último beijo. O último abraço e também o último adeus. Acabei fazendo questão de exala o cheiro do seu perfume, que talvez, seja uma das últimas lembranças que levarei comigo. E com o tempo seu rosto vai desaparece da minha memória, em doses pequenas, o som da sua voz, vou acabar me esquecendo.

Eu não queria que tivesse acabado – sei que existia amor de ambas as partes. Mas sabe de uma coisa? É melhor assim, acabou nós dois ainda se amando, sem raiva, mágoa ou culpar. E também não estávamos preparados suficientemente para algo mais sério, precisamos nós descobrir. Ou, pelo menos, essa foi uma das melhores desculpas para terminamos.

Eu precisava voltar para minha rotina monotonia, mesmo desejando passar o dia todo em frente a sua janela. A vida tem que continuar, preciso seguir sem olhar para trás, está ciente, que o amor virou saudade. Se eu pudesse te disse algo, agora, seria somente: Obrigada, você me mostrou o significado do amor. Além disso, que o importante, o importante mesmo, foi eterno enquanto durou.

Tarde demais

texto580E você acordou mais um dia sem uma mensagem dela de “Bom dia meu amor. Eu te amo”. Tomou banho e arrumou-se para a sua rotina estressante. Sentou-se a mesa para tomar seu café – que estava frio. O silêncio aparava pelo cômodo. Reparou como o silêncio doía. Olhou para a porta com a esperança que ela entrasse saltitante e com um sorriso contagiante. Suspiro forte que fez com que os seus pulmões ardessem. Sabia que tudo eram momentos que não voltaria mais. Deu um sorriso amargo enquanto bebericava seu café. Isso fazia doer a sua alma.

Voltou de novo ao quarto para terminar de ser arrumar. Colocou a camiseta que ela havia dado no dia do seu aniversário. Acabou lembrando que naquele dia ela fez um bolo de chocolate, era o seu sabor predileto. Ligou o rádio para se distrair um pouco e, foi quando a música que ela mais gostava começou a tocar. Era como se tudo que ele fizesse lembra-se dela. O pior de tudo aconteceu. Sentiu o cheiro do perfume dela impregnando o seu quarto. Olhou em volta para ver se encontrava algum vestígio dela. Como havia de se esperar, não encontrou nada. 

Ele pensou que não sentiria falta dela. Porém, viu que perdeu amor verdadeiro. Estava sempre ao seu lado, em todos os momentos. Sabia que já era tarde pra se arrepender. Se ainda tivesse alguma chance detê-la de volta, faria qualquer loucura. Só pra poder sentir de novo os beijos dela, mesmo que fosse pela última vez.

O pior de tudo, ele ainda guardava uma foto 3×4 dela na carteira – assim conseguiria sentir ela mais perto de si. Mesmo sabendo que nada disso adiantaria, porque o que ele mais queria não teria de volta, o o amor dela. Antes, você teve ela nas mãos. Hoje ela tem a liberdade para voar como um passarinho.

Desfazendo os nós e os laços

texto359Apaguei o seu nome do fundo do verso do meu caderno. Você deve achar que estou fazendo papel de uma adolescente dramática e boba. Eu só terminei o que você começou: que foi me apagar da sua vida. Eu sei, que não sou tão boa quanto você nesse quesito de esquecer as pessoas. É que eu acabo criando laços que são difíceis de consegui desamarra-los. Eu tenho essa perspectiva que as pessoas vão permanecer eternamente ao meu lado. Ás vezes esqueço que nem tudo depende de mim.

Eu só queria que você tivesse permanecido aqui, como em todas as noites que eu precisava de um ombro amigo, de alguém para dividir todos os meus segredos e medos. E você, acabou deixando eu construí muros sem alicerce. Acho que você já sabe como isso terminou? Na primeira ventania que deu, desmoronou. Só bastou um sopro para que tudo acabasse. Acho que esse amor só existia nos meus sonhos. Quem sabe nunca existiu você e eu? Era apenas você e você, e nada mais.

Mas não se preocupe comigo, que, devagarinho eu vou superando você. Eu vou me desfazendo de todas as lembranças que você deixou aqui. Vou apagando cada uma delas com uma borracha, como em um papel em branco, fingindo que nunca existiu.

Então término aqui, o que você não teve coragem de terminar. Aqui eu desfaço os nós, os laços e tudo que um dia pode de uma forma nos ligar. Espero que não seja tarde para você percebe isso, e se um dia, você senti a minha faltar, lembre-se: que o amor pode ser substituído e, você também.

Por que você deixou ela ir?

texto370Leia enquanto escuta:

Semana passada encontrei com ela moço. Estava jogando conversa fora com suas amigas em um barzinho qualquer. Ela conseguiu superar o fim do relacionamento de vocês. E agora você ta aí trancado nesse apartamento frio e revendo as fotos de vocês dois juntos. Dias atrás quem estava nessa fossa era ela. E você a deixou ir, por que não trancou as portas e jogou as chaves fora. Poderia ter feito tantas coisas e impedir que ela fosse embora desse apartamento. Mas não você fechou os olhos e fingiu que tudo que acontecia não era com você. Foi se divertir com seus amigos e curti a noitada. Enquanto você estava em alguma festinha qualquer. Ela se foi, naquele dia frio que chovia muito, e ela nem olhou para trás. Como sempre você foi covarde. Agora está  nesse quarto sozinho, sem ninguém para conversa. Você poderia ter desfeito todas aquelas caixas que estava no meio da sala.

Poderia te segurado nas mãos dela e não te soltado. Você poderia te abraçado e jamais deixado ela sair dos seus braços. Mas você a solto. E ela se foi. Igual um passarinho que está aprendendo a voar e está perdido tentando encontrar o seu lugar. Aliás, acho quem está perdido é você. Ela te ligava preocupada com o que você estava fazendo, e simplesmente não atendia nenhum dos seus telefonemas, e as cartas na escrivaninha que sempre ela deixava, e você não lia nenhuma delas. Poderia te deixado pelo menos uma pra ela, até se você escrevesse um simples “eu te amo” já deixaria ela muito feliz. Poderia te escrito um simples bilhete e colocado na geladeira. Todas ás vezes quando ela acordava, olhava para geladeira pra ver se você tinha escrito algo para ela, mas no fundo ela sempre sabia que você nunca lia nenhuma das cartas e muito menos deixava um bilhete. Você poderia te enviado rosas colombianas no trabalho dela. Poderia te levado café da manhã na sua cama. Poderia te feito uma serenata mexicana, qualquer coisa que demostrasse amor. Não precisava você comprar presentes caros para agradar. Até um simples anel de plástico se você desse para ela já deixaria ela muito contente. Você poderia ter feito ela se senti especial.

Talvez seja tarde pra se arrepender. Mas talvez pode se cedo para recomeçar. Não sei se ela um dia pode voltar, talvez ela pode apenas te perdoa. Mas deixar esse orgulho bobo de lado e ligar pra ela, ou mandar uma mensagem. Com certeza, ela vai desligar na sua cara. Se você a ama insista, persista, mas nunca desista. Só não consigo entender, se você a amar por que você deixou ela ir? Talvez esse seja o mistério do amor. Ele é indecifrável. Não se esqueça o tanto que você a fez sofrer. Você quebrou o que um dia ela considerava amor por você.

E quando você ficou doente ela cuidava de você, dava todos os seus remédios. E ficava preocupada com cada dor que você sentia. E quando você jogava futebol com seus amigos, ela estava na torcida, mesmo não entendo nada, estava ali para te ver feliz. E a vez que você discutiu, ela acabou te defendendo. Infelizmente você perdeu alguém que sempre quando você precisasse estaria onde for para te socorre. Perdeu uma grande amiga. Uma ótima conselheira. Perdeu uma grande admiradora. E o principal perdeu um grande amor. Todo mundo via o tanto que ela te amava, menos você, que só veio percebe o tanto que ela é importante depois que a perdeu. Então é assim, você precisou perde para ver o valor que ela tem. Pena que demorou você percebe que deixou ir embora alguém que tanto te amo.

Eu sei, que já é um pouco tarde para ser arrepende, mas envie as flores favoritas dela – caso você não lembre são rosas, e com um pequeno bilhete escrito “eu sinto muito a sua falta”.

O desconhecido

texto00Ele estava sentado a minha esquerda. Os nossos olhos se encontraram. Foi em uma noite qualquer. Ele era um desconhecido, complemente desconhecido, nunca tinha visto antes. Mas havia algo diferente, sentia que já tinha visto ele em algum lugar. Os olhos dele iam de encontro aos meus. Ele me olhava e eu ficava corada. Eu nunca mais tinha sentido isso antes. Ele tinha barba por fazer, cabelos lisos, estrutura mediana. O jeito dele sorrir era diferente. Ele sorria pelo olhar. Eu estava sentindo um frio na barriga como se borboletas estivesse dançando no meu estômago. Não, eu não estava gostando de sentir essa sensação. Eu desfiava não queria fica olhando para ele. Ele me fez sentir coisas que não sentia há muito tempo.

Ele era só mais um rosto desconhecido, mas o meu coração dizia que não. São tantas ilusões, que eu não queria imaginar mais nada. Não queria imaginar que ele poderia ser o amor da minha vida. Que poderia fazer parte do meu futuro. Igual todos os filmes de comédia romântica, que os personagens se apaixonar a primeira vista.

Eu olhava em sua direção e logo ele me encarava. Parecia um jogo, mas não era qualquer jogo, era aquele de quem apaixonasse primeiro. Eu queria que aquela noite nunca acabasse que os minutos, nem os segundos passassem. Até, que ele sorriu para mim. Eu não sabia o que fazer, não sabia se correspondia, ou ficava séria. Então eu sorri pra ele. Eu queria avisa para mim mesma que não poderia deixar me iludir por mais um sorriso. É tantas decepções que não iria cabe mais nenhuma no peito.

Me dava vontade de segurar ele pelas mãos e sair correndo daquele lugar. Leva ele para lugares que já mais imaginou conhecer. Senti apenas vontade de segurar sua mão. E logo me lembro que ele é um desconhecido, que eu nem sei o nome, nem sobrenome e muito menos dar aonde veio. E talvez, eu nunca mais o vejo na vida.

Os nossos olhos se encontraram. Encarei aquele rosto de frente, sorrimos juntos. Balancei a cabeça como se livrasse de um literal encanto e desviei o olhar de novo. Foi à última vez, que nós olhamos. E também foi a última vez que o vi.

Eu voltei…

texto392Não sei como se começa pedindo desculpas, mas acho que vou tentar. Temos que planejar a vida, mas nem tudo que planejamos dar certo, e arriscamos e acabamos deixando pessoas que amamos para trás. Muitos planos não corresponde com elas. Não é que você não era importante para mim, pois você é, e muito! Mas eu tiver que ir. Eu fui sem se despedi, acho que as despedidas são tão cruéis. Desculpe – me, por favor, ter deixado apenas uma carta escrita, mas eu não tive coragem de falar pessoalmente com você, olhando em seus olhos, eu não ia suportar! Sim, eu sei que você está pesando que eu sou covarde – é eu sou covarde. Muito! Mas eu voltei, e estou aqui na sua frente não quero que você sinta raiva de mim e, por favor, não peça pra eu ir embora, eu tenho que falar tudo que está guardado dentro de mim.

Foi um desastre tentar viver sem você. Todas as pessoas que eu topava pelo caminho me fazia lembra de você, o jeito de sorrir, o penteado do cabelo, o cheiro do seu perfume. Parecia que você  tinha feito alguma bruxaria para eu não te esquecer, mas acho que era eu não queria esquece, e então todas as pessoas que eu encontrava pelo caminho eu gostaria que fosse você. Não me pergunte por que eu te deixei. São uma das perguntas que pergunto pra mim mesmo todos os dias quando eu acordo! Todas as noites eu olhava para a porta esperando você chegar, com aquele seu lindo sorriso que acabaria com qualquer guerra no mundo. Eu ficava quieta no meu canto, era eu e as paredes, elas acabaram se tornando as minhas melhores companheiras, sempre me ouvia chorando eu até falava de você para elas, ás vezes achava que elas queriam me dizer algo!

Por favor, me perdoe, por não te respondido nenhum dos seus emails recebi todos eles, mas infelizmente eu não conseguia responde nenhum, não, não era por que eu não te amava… Porém, vi que difícil esquece alguém que nós ama pelo que somos de verdade, que cuidar e proteger. Sabe quando o meu mundo despedaçava, e quando não aviar luz para quebrar a escuridão, eu apenas queria você do meu lado para me abraça e nunca mais me solta. Sabe? Você não saia dos meus sonhos. Por isso que eu voltei, vi que você é tudo que eu preciso. Ficou feliz por você ter ouvido tudo que eu tinha pra te dizer.

Eu voltei porque te amo, com todas as suas qualidades e defeitos. Voltei porque aqui é o meu lugar, do lado de dentro dessa porta. Espero que no fundo você me perdoe e volte para mim, mas se não quiser me perdoar, pelo menos me desculpe.

Encontrar o meu lugar

texto218Às vezes da vontade de fugir para muito longe sem sequer olhar pra trás. Sem ser despedir de ninguém, larga tudo, nem deixar uma carta de despedida. Apenas arrumar a mochila e colocar o que coube, e o resto guarda dentro do coração. De me aventurar pelo mundo e de conhecer cada cidade e pode conhece pessoas incríveis que jamais imaginei que conheceria na vida. Às vezes tenho vontade de me encolher num cantinho do mundo e ficar ali por dias, quietinha, sem ouvir ninguém, apenas os meus pensamentos.

Ás vezes dá vontade de sair da rotina e quebrar todas as barreiras que me prender. Sabe quando você vê que não pertence onde você viver, você sente que aquilo não é o seu lugar, sentir como um peixe fora d’água. É isso, eu quero descobrir o meu caminho, eu quero me descobrir. Atravessa a linha do horizonte, e mostrar para todos que horizonte existe sim, apenas para quem acreditar. Sentir meus pés tocando no mar. Embarcar num trem veloz, que me leve ao destino da felicidade. Entrar em um avião pegar o primeiro voo, sem saber para onde, apenas para um lugar bem longe. Rompe os laços que me ligar onde estou. Mas logo sou dominada por uma eterna gratidão pela vida que tenho. E então, o meu sonho se desmoronar de sair pelo mundo. Eu vejo que não posso me prende em um lugar só. E de novo me vem à vontade de ir para longe. Não importa como eu vá, pode ser de pé, bicicleta, carro, avião o que for, o importante é eu ir… Só sair daqui e aproveitar a vida. Mas eu não esquecerei todos os que eu amo, eles são os que eu levo no lado esquerdo do peito.

Talvez eu ainda não saiba para aonde ir, mas é isso, eu quero ir para qualquer lugar, não importa onde seja o que importa é eu me encontrar. Me descobrir, sentir que ali é meu lugar. Sentir que é o lugar que eu procurava por toda a minha vida.

Talvez demore eu encontrar o meu lugar, mas vou correr o risco, me arriscar. E depois olhar para trás e ver que tudo valeu à pena.

Não me deixe ir

texto383Já se passava das quatro da manhã o avião estava quase decolando, se sentou-se do outro lado do avião ao meu lado um casal de namorados. A nostalgia tomou conta de mim, me lembrei de como nós dois eramos tão felizes e hoje estou aqui sentada nessa poltrona de avião sozinha. Indo embora para algum lugar do mundo pra esquecer que um dia eu te amei que um dia eu derramei lágrimas por você – como eu fui tolar, mas não mais, agora vou procurar o meu caminho, vou me redescobrir. Perdi muito tempo insistindo em algo que nunca existiu algo que eu acreditei que pudesse dar certo. Acho que você nunca vai achar uma garota boba que nem eu, mas não se preocupe aquela garota que você conheceu ela vai ficar aqui, onde que é o lugar dela, mas quando você me reencontrar (espero que isso não aconteça) em outro lugar não perca o seu tempo, ela ficou lá para trás, com o coração todo em pedaços, mas essa não, essa já superou a sua abstinência.

Saber todos os presentes que você me deu? Coloquei tudo dentro de uma caixa, e queimei tudo, tudinho, até os presentes mais caros, eu não quero nada que me levar recordar de você. E que faça me recordar desse amor, esse amor barato, ser é que um dia eu posso chamar de amor. Só quero levar daqui o que cabe na mala e no peito, o resto não me pertence mais – acho que nunca me pertenceu.

Odeio ficar viajando nos meus devaneio e imaginar que você pudesse vir atrás de mim, igual nos filmes, e fazer para o avião, e ser declarar dizendo que me amar e que não posso ir embora da sua vida. Sei que isso é apenas uma ilusão e que jamais vai acontecer, porque eu amei um covarde, e amei com toda intensidade. Vamos-me digar o que você sentiu por mim? Acho que nada, eu sei… Todos sabiam, até os meus pais! Mas eu queria fingir que você me amava!

O avião já está se partindo e a cidade ficando cada fez pequena, já está na hora de deixar tudo para trás, quando eu falo tudo – incluir principalmente você, agora irei começar escrever uma nova página (já que eu rasguei todas), e você não vai fazer parte, nem se fosse uma biografia da minha vida. Mas bem lá fundo, uma voz ecoar querendo gritar e pedir que você não me deixe ir, mas eu sei eu preciso me desligar de você. Já que você já fez questão de me esquecer. Mas nunca, jamais, encanto você viver, se esqueça que um dia você me teve em suas mãos, e me deixou ir…

Caso um dia me reencontrar finja que não me conheça, que nunca, nunquinha em toda sua vida me viu. Se precisar mude de calçada e desvie o olhar de mim, finja que eu sou uma estranha. Porque de hoje em diante você é um simples estranho para mim… Foi algo que eu tiver e que jamais vai fazer falta.

Ela deixou uma carta secreta antes de morrer aos pais

adeus-carta“A felicidade depende de nós mesmos. Talvez isto não seja sobre o final feliz, talvez seja sobre a história”. A britânica Athena Orchard, 13 anos, escreveu essa frase antes de morrer vítima de um câncer raro nos ossos, conhecido como osteossarcoma.

A forma positiva como a jovem enxergava o mundo foi descoberta recentemente por seu pai, Dean, que encontrou uma mensagem, com cerca de três mil palavras, escrita pela menina na parte de trás do espelho do quarto dela. “Ela nunca mencionou isso, mas é o tipo de coisa que ela faria. Ela era uma pessoa muito espiritual, tão inteligente. É tão comovente. Quando eu vi a mensagem pela primeira vez, fiquei surpreso. Comecei a ler, mas em pouco tempo eu tive que parar, porque era demais, era de partir o coração”, conta ele.

O texto começou a ser escrito depois que a jovem recebeu o diagnóstico do câncer, que foi constatado após ela descobrir uma pequena protuberância na cabeça, em dezembro de 2013.

Caroline, mãe de Athena, disse em entrevista ao Daily Mail: “Nós sabíamos que Athena adorava escrever, que era parte de quem ela era. Isso a fazia feliz. Mas quando Dean [o pai de Athena] começou a ler, ele simplesmente explodiu em lágrimas quando chegou à parte sobre a doença. Ela era uma garota incrível, tão brilhante e tão forte. Ela sempre me surpreendeu. Ela sempre foi positiva, mesmo quando ela estava no hospital, ela estava cuidando de mim, certificando-se de que eu havia comido e me dizendo para não chorar”. 

A família, que vive na Inglaterra, agora compartilha a filosofia de vida da filha adolescente, na esperança de levar apoio e ideias positivas para vida de outras pessoas. Athena escreveu sobre o amor, a felicidade e a doença. 

Leia alguns trechos da carta de Athena:

– ‘A felicidade depende de nós mesmos. Talvez isto não seja sobre o final feliz, talvez seja sobre a história.

– O propósito da vida é uma vida com propósito. A diferença entre o ordinário e extraordinário é apenas um pequeno ‘extra’.

– Felicidade é uma direção, não um destino. Obrigada por existir. Seja feliz, seja livre, acredite, seja eternamente jovem. Você sabe meu nome, não a minha história. 

– Vocês ouviram o que eu fiz, mas não o que eu passei. O amor é como um vidro, parece tão lindo, mas é fácil de quebrar.

– O amor é raro, a vida é estranha, nada dura, e as pessoas mudam. Cada dia é especial, então aproveite ao máximo, você pode ter uma vida que termina amanhã por causa de uma doença, mas ainda pode aproveitar o máximo desse dia. A vida só é ruim se você torná-la ruim.

– Se alguém te ama, então eles não deixarão você escapar, não importa o quão difícil é a situação. Lembre-se que a vida é cheia de altos e baixos.

– Nunca desista de algo que você não pode passar um dia sem pensar. Eu quero ser a garota que faz com que os dias ruins melhorem e aquela que faz você dizer “minha vida mudou desde que a conheci”.

– O amor não é sobre o quanto você diz eu te amo. O amor é sobre o quanto você pode provar que é verdade. O amor é como o vento, você pode senti-lo, mas você não pode vê-lo. Estou esperando para me apaixonar por alguém para quem eu possa abrir meu coração.

– O amor não é sobre quem você quer para passar o seu futuro ao seu lado, é sobre quem você não consegue imaginar viver sem. A vida é um jogo para todos, mas o amor é o único prêmio. Só eu posso me julgar.

– Às vezes, o amor dói. Agora eu estou lutando comigo mesma. Eu posso sentir sua dor. Os sonhos são a minha realidade. Dói, mas está tudo bem, eu estou acostumada com isso.

– Não se apresse para me julgar. Você só vê o que eu escolho mostrar a você, mas você não sabe a verdade. Eu só quero me divertir e ser feliz sem ser julgada.

– Esta é a minha vida, e não a sua, não se preocupe com o que eu faço. As pessoas vão odiá-lo, avaliá-lo, quebrá-lo. Mas o quão forte você é, isso é o que faz você ser você!

– Não há necessidade de chorar, porque eu sei que você estará ao meu lado’.