Das páginas para as telas: filmes baseados em livros que deram certo

Tem algo que eu gosto muito é vê o meu livro favorito se transformando em um filme incrível! É tão legal, você ficar imaginando os personagens e depois os atores escolhidos são bem parecidos do que você fantasiou, ou ás vezes, não. Mas, o mais importante é atuação, né? 😛 Sei, que muitas vezes o filme deixar a desejar, já que o livro sempre é mais cheio de detalhes e que algumas passagens não estarão presentes nas telonas dos cinemas. O engraçado é que alguns filmes acaba me surpreendendo tanto quanto ou até mais que os livros nos quais foram inspirados. Por isso, gosto quando as artes se misturam. Muitas vezes, o resultado pode ser incrível e foi o que aconteceu comigo e assistindo a esses filmes. Vem ver:

  • A Menina que Roubava Livros

O filme é baseado no best-seller do autor Markus Zusak e já vendeu milhões de cópias ao redor do mundo. O filme se passa durante a Segunda Guerra Mundial e narra à história de uma jovem garota chamada Liesel, que sobrevive fora de Munique através dos livros que ela rouba. Ajudada por seu pai adotivo, ela aprende a ler e partilhar livros com seus vizinhos, incluindo um homem judeu que vive na clandestinidade.

  • Um dia

Baseado no livro de David Nicholls – que se tornou um best-seller mundial – “Um Dia” mostra a vida de um casal (interpretado por Anne Hathaway e Jim Sturgess) que se conhece em sua formatura, no dia 15 de julho. Então, pelos próximos 20 anos, eles se encontram sempre na mesma data. Muitas coisas acontece com esses dois, viu?

  • O Lado Bom da Vida

Esse filme foi inspirado no livro de Matthew Quick, que leva o mesmo título do filme. Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.

  • Marley & Eu

É uma história real escrita pelo jornalista John Grohan. No filme John (Owen Wilson) e Jenny (Jennifer Aniston) resolvem adotar um cachorro. Marley, como é batizado o labrador, se revela um cão bagunceiro e incorrigível, mas também um grande companheiro da família durante toda a sua vida.

  • As Vantagens de Ser Invisível 

Uma história escrita e dirigida para as telonas do cinema pelo, Stephen Chbosky. Na história, Charlie (Logan) tem um relacionamento conturbado com sua família e está se recuperando de depressão. O garoto se sente tão isolado que se corresponde por cartas anônimas com uma pessoa. Mas tudo muda quando ele chega ao novo colégio e conhece Sam (Emma) e Patrick (interpretado pelo fofo Ezra Miller). Juntos o trio passará por várias descobertas. Tem dramas sobre a primeira vez, envolvimento com drogas e desilusão amorosa. Ao longo do filme Charlie ainda se apaixona pela Sam. É impossível não se amar a história.

  • Querido John

Foi baseado no livro de Nichollas Sparks, onde um jovem soldado, John (Channing Tatum), tira licença do trabalho e conhece a jovem Savannah (Amanda Seyfried). Quando ele precisa voltar ao exército, o casal de namorados passa a ser corresponder por cartas. Claro, o livro tem mais detalhes, mas o filme conseguiu ser bem fiel a história

  • O Diabo Veste Prada

É um livro best-seller, escrito por Lauren Weisberger. Ganhou uma adaptação cinematográfica de mesmo título em 2006. Conta a história de Andrea Sachs (Anne Hathaway), uma garota do interior recém-saída da faculdade, que consegue o emprego que seria o sonho de consumo de milhões de mulheres. é contratada como assistente de Miranda Priestly (Meryl Streep), lendária editora da revista Runway. Mas é aí que começa seu real pesadelo, pois sua chefe é um verdadeiro demônio. Além de fazer toda a sociedade nova-iorquina temê-la por seu poder de erguer ou destruir uma carreira, transforma a vida de seus subordinados em um verdadeiro inferno, exigindo as tarefas mais absurdas 24 horas por dia.

  • Na Natureza Selvagem

No livro “Na natureza selvagem” lançado em 1996, o autor, Jon Krakauer refaz a trajetória de Chris McCandless. Em 2007 é lançado o filme homônimo, dirigido por Sean Penn. Início da década de 90, Christopher McCandless (Emile Hirsch) é um jovem recém-formado, que decide viajar sem rumo pelos Estados Unidos em busca da liberdade. Durante sua jornada pela Dakota do Sul, Arizona e Califórnia ele conhece pessoas que mudam sua vida, assim como sua presença também modifica as delas. Até que, após dois anos na estrada, Christopher decide fazer a maior das viagens e partir rumo ao Alasca. Como é inspirador em uma história real, é ainda mais interessante.

Desta vez a listinha ficou bastante variada, né? Lembrando que, já teve um post aqui no blog de filmes que foram inspirados em livros. Sim, são tantos livros que foram adaptados para o cinema que são incríveis, pretendo trazer no próximo post! E aí, já leu ou assistiu alguns desses? O que acharam?! Conta tudo nos comentários! 

Dez filmes incríveis que são inspirados nos livros

ME BEFORE YOUOs livros são incríveis. Tem o poder de levar a nossa mente para outro universo. Permitindo que a gente viva diversas vidas em uma só. Demais né? Os livros nós ajudar aprender, pensar, crescer, viajar e se divertir. É uma grande viagem o mundo da leitura. É por isso que hoje em dia muitos filmes são baseados nos best – sellers. Com narrativas e personagens profundos, detalhados e com histórias que nós passam mensagens valiosas. Pensando nisso, acabei fazendo uma listinha com diversos filmes inspirados nos livros. Olha só?

  • A Culpa é das Estrelas


Romance do autor mais adorado pelos jovens atualmente John Green: “A Culpa é das Estrelas” foi um dos filmes mais esperados do ano de seu lançamento. De forma leve e descontraída, conta a história de Hazel Grace, diagnosticada com câncer na tireoide e metástase nos pulmões – e como sua vida mudou após conhecer Gus, o garoto que gostava de metáfora e tinha medo de ser esquecido.

  • Simplesmente Acontece


Essa comédia romântica pode parecer bobinha de início, mas ela tem um grande sentimento implícito no roto. Rosie desistiu do seu sonho de fazer faculdade de hotelaria em Boston para cuidar do seu bebê, enquanto Alex vai para Harvard. Essas coisas simplesmente acontecem e às vezes, não se tem o controle. E sobre a relação de Alex e Rosie, já se sabe que tem um clima rolando entre dois, mas quando ele se muda, é de partir o coração.

  • O Diário da Princesa


Mia era uma adolescente de 15 anos que mora com a mãe em Manhattan e tinha uma vida normal até que descobre que seu pai era príncipe de Genóvia, um pequeno país da Europa. Logo, ela conhece sua avó paterna que nunca tinha ouvido falar mas que é uma Rainha e está decidida a transformar Mia em uma princesa. Entretanto, Mia fica balançada em ser apenas uma garota normal de Manhattan ou se mudar para Genóvia para ser uma futura Rainha. A história conta com dez livros e dois spin-off (é essa a palavra?) escrito pela maravilhosa Meg Cabot e dois filmes lançados para o cinema, tendo a atriz Anne Hathaway interpretando a Princesa Mia.

  • Se Eu Ficar

Mia Hall (Moretz) acreditava que a decisão mais difícil que enfrentaria em sua vida seria ter que escolher entre seguir seus sonhos na escola de música Juilliard ou trilhar um caminho diferente para estar com o amor de sua vida, Adam (Blackley). Mas o que deveria ter sido um passeio despreocupado com sua família muda tudo repentinamente e agora sua própria vida está em jogo. Quando se vê entre a vida e a morte, Mia tem pela frente uma decisão que irá determinar não somente seu futuro, mas também seu destino.

  • O Menino do Pijama Listrado


Um filme tocante e pesaroso baseado no romance homônimo de John Boyne. Retrata o mundo inocente de duas crianças durante a Segunda Guerra Mundial, sendo que uma (Shmuel) é judia e outra (Bruno) é filho de um oficial nazista.Bruno vive isolado no jardim da casa próxima onde seu pai trabalha, que é um campo de concentração, e começa a explorar o local. Logo ele cria uma amizade com Shmuel, um judeu preso no campo.

  • Comer, Rezar e Amar


O filme do livro “Comer, Rezar, Amar”, de Elizabeth Gilbert, também é um sucesso. Na trama, Elizabeth (Julia Roberts) resolve largar tudo – marido, trabalho, amigos – e parte para a Índia, Itália e Bali, para se reencontrar numa grande viagem de autoconhecimento. No filme, a viajante conhece um brasileiro por quem se apaixona.

  • Anna Karenina


Baseado em um grande clássico do escritor russo Liev Tolstói, este filme conta a história de uma aristocrata que, apesar de ter uma vida cheia de riquezas e beleza, sente-se vazia. Logo ela se apaixona por Conde Vronsky e inicia um caso amoroso que causa muitas reviravoltas. Enquanto isso, a narrativa acompanha também Konstantin Levin, um camponês que tem o sonho de se casar com Kitty, irmã de Dolly, esposa do irmão de Anna Karenina. O filme é contado em forma de teatro, e tudo ocorre de forma bem dinâmica. Uma história cheia de revelações e questões filosóficas sobre os relacionamentos humanos.

  • Um Amor para Recordar

O livro do Nicholas Sparks que virou filme já fez muitas pessoas chorar horrores (inclusive eu). O romance é sobre uma improvável história de amor entre um jovem popular Landon  e pela mocinha e nerd Jamie. O problema é que Jamie, a garota, tem uma doença grave. O casal que tinha tudo para nem ser apaixonar, mas o destino vai acabar de uni-los. E o fim da história vai te causar fortes emoções. Vai preparando os lencinhos.

  •  Orgulho e Preconceito

Baseado no livro homônimo, Orgulho e Preconceito narra a história de cinco irmãs da aristocracia rural inglesa envoltas em questões de casamento, moralidade e preconceito. Keira Knightley interpreta Elizabeth Bennet, uma das irmãs, que é contra o casamento e a favor de uma vida mais produtiva – isto é, até se deparar com o belo e esnobe Sr. Darcy (Matthew Macfadyen). É um filme apaixonante.

  • Como Eu Era Antes de Você


Estou começando a ler o livro – até o momento estou amando. Com certeza, esse foi o best-seller mais esperado do ano. O livro conta a história da Louisa Clark – mais conhecida como Lou -, que aos 26 anos, se vê desempregada, morando com os pais, sem perspectivas quanto ao futuro e em um relacionamento duvidoso. A única opção de trabalho que ela encontra na sua cidadezinha é como cuidadora de Will, um homem de 35 anos que, após um grave acidente, ficou tetraplégico. Como o salário é bom – já que a família de Will é rica e ninguém sabe lidar com ele -, Lou acaba aceitando. Para ela, trabalhar na casa dos Traynor é um enorme desafio. Primeiro, por ser um emprego diferente de qualquer outro que ela já teve, mas principalmente porque Will é uma pessoa muito difícil: hostil, mau humorado, sarcástico e amargo.

Não se pode negar que esse tipo de adaptação acabar levando quem não curte muito a leitura se aproximar mais dos livros – interessante né?! É como se os filmes fossem extensão para o livro. E que todos os filmes baseados no livros, que sejam, fiéis a cada parte. E claro, o melhor de tudo é as trilhas sonoras apaixonantes. Estou até planejando uma parte dois desse post – já que é um assunto que todos nós amamos, filmes e livros juntinhos.  <3

Qual desses filmes é o seu favorito? Curtiu a lista? Conta tudo pra gente nos comentários!