Se fosse amor, não teria acabado

Se eu dissesse que tudo isso deixaria um de nós machucados, você teria embarcado nessa? Você teria segurando minha mão para eu não cair? Teria? Mas você preferiu solta quando teve a primeira chance, você lembra? E eu cair. Despedaçando inteira naquele chão frio. Doeu, ainda dói. Mas agora, consegui me reerguer. Lá no fundo eu sabia que, um dia chegaria ao fim – e mesmo assim, coloquei você em todos os meus sonhos e planos para o futuro. Só que, infelizmente, eu não tiver espaço nos seus. Até porque, o amor morreu antes mesmo de chegar ao fim.

Aliás, isso nunca foi amor. Se fosse amor, você não teria desistido da gente. Eu poderia fazer parte dessa papelada esparramada na sua mesa. Você poderia te comprado uma passagem de ida pra mim. Eu poderia atrasar meu relógio para a gente se encontrar na esquina daqui de casa. Ou talvez, agendasse um horário pra gente se vê de novo. Quem sabe me guardaria na sua medalhinha de foto, do lado do coração. Sei lá, só queria fazer parte da sua vida de algum jeito. Se fosse igual aos filmes, tudo se encaixaria e teríamos um bendito final feliz.

Olhando para o futuro, vejo que não vai ter mais lugar pra você. Estou tão ocupada comigo mesmo. Entrei na aula de violão. Sabe, do curso de desenho que eu te falava e, você achava perda de tempo? Pois é, comecei a fazer. É uma das melhores perda de tempo que estou tendo. Estou pensando em fazer uma viagem para um país diferente. E, graças a Deus, estou conhecendo pessoas novas. Tem caras legais aparecendo na minha vida. Não vai se por sua causa, que desistirei do amor. E, adivinha? Eu tenho que te dá parabéns, porque são pessoas iguais a você que a gente aprender a se blindar – e acabar percebendo o que vale a pena correr atrás.

Se fosse amor, você teria segurado a minha mão. Poderíamos cair, mas no final, estaríamos juntos. Dessa história, uma parte minha acreditou que existiu amor e a outra finge que nada aconteceu. Por isso, te digo: se fosse amor, todo universo iria conspirar ao nosso favor.

Quando você se foi

texto129Era uma tarde de outono quando você se foi! Senti que um pedaço de mim tinha indo embora junto com você. Tudo ficou tão confuso sem você aqui comigo. Parecia que o mundo tinha ficado em preto e branco. As flores que eu tanto gosto, parecia que tudo tinha morrido. Até o canto dos pássaros ficou sem sentido. Tudo ficou tão sem graça sem você aqui.

Só não consigo entender por que você foi embora? Por que me deixou? Por que não me disse um simples “adeus”. São tantos por quês, sem nenhuma resposta! Mas, tem algumas coisas na vida que não conseguirmos entender. Principalmente quando alguém vai embora! Não entendo como poder ser tão difícil alguém ir embora das nossas vidas. Não consigo entender, ás nossas vidas, são idas e vindas de pessoas, deveriam ser fácil se acostumar com as partidas.

Mas tenho a certeza que o tempo vai me ajudar a te esquecer. Pode demora dias, meses, ou anos. Mas eu te esquecerei, eu juro. Porém é tão difícil tentar esquecer quem agente tanto amar. Não tem como apagar alguém da nossa memória, igual ser apagar algum arquivo do computador.

Espero que onde você estiver não me esqueça. E sempre que eu sair da sua memória, que eu apareça em seus sonhos. Oh, meu Deus! E que em todas tardes de outono você se  lembre de mim. Mas tem uma coisa que quero que você saiba, que quando alguém sair da minha vida, eu tranco as portas para nunca mais entrar.