Segurando o mundo com as próprias mãos

comportamento Você já se sentiu como se segurasse o mundo com suas próprias mãos? Como se todos os problemas caísse sobre a sua cabeça. Ou que a qualquer momento tudo cairia por terra. E muitas vezes você acaba sentindo que chegou ao limite e sentir vontade de dá um enorme grito: Canseeeeei.

O problema é que pensamos que podemos ser os heróis do mundo. Resolver os problemas de tudo e de todos, e depois, temos os nossos próprios problemas para ser resolvidos. Então, você acaba sentindo o peso do mundo nas costas, um peso morto, que não te pertence. Não é egoísmo, é aprendizagem, não tem como você querer cuidar de todos, sem antes cuidar de você. Coloque sua vida como prioridade, todos os seus sonhos e cada um dos seus desejos. Lembre-se, sempre: Cada pessoa tem os seus problemas e cabe cada um delas resolver. Somos seres humanos e não semi-deuses.

Você não tem que ficar segurando o mundo com as próprias mãos. Tudo isso pode ter acarretar ansiedade, estresse e até mesmo o medo. Tente não se preocupar com coisas não faz tanta diferença na sua vida. De um tempo pra você quando se sentir cansada. Não existe nada melhor do que ter paz interior. Quando você conseguir alcançar essa paz, vai ser mais fácil ajudar as pessoas. Vai fazer bem para você e vai conseguir tirar esse peso morto das suas costas. Mantenha a calma, e, cuide-se, para não chegar ao seu limite. É esse limite que é perigoso, é quando o seu mundo desmoronar.


Comentar via Facebook

Comentário(s)

11 comentários sobre “Segurando o mundo com as próprias mãos

  1. Sem dúvida temos que nos cuidar, achar a nossa paz interior. É ele que nos faz seguir.

    Beijos, Love is Colorful

  2. Lilian Moraes disse:

    Oie

    Bom texto, para se fazer pensar. Não podemos abraçar o mundo e tentar resolver tudo.

    Beijos <3

    http://orangelily.com.br/

  3. Clayci disse:

    Eu sou assim! Quero abraçar o mundo e lógico que não consigo Consequentemente cai tudo em cima de mim, fico me sentindo cansada e culpada. =/

  4. Helô disse:

    eu acho que pior que nós mesmos pensarmos que podemos ser heróis do mundo, é quando outras pessoas pensam isso e nos incumbem a tarefa. ;(

  5. Mari Zavisch disse:

    Oi, tudo bem?
    Adorei seu texto, ainda mais por entender exatamente o que vocês quer dizer!
    Sou cheia dessas de pegar a dor dos outros pra mim, a responsabilidade de algo que não precisava ou até mesmo de tentar fazer as coisas pensando 100% nos outros e se sobrar tempo, um pouco em mim também…
    Apesar da boa intenção, nos faz um pouco mal, né?!
    Beijos

Deixe uma resposta