Eu quero apenas ser feliz

texto104
– Toc, toc.
– Quem é?
– É a felicidade!
– Oi felicidade seja bem vinda, estou surpresa com a sua visita, você nem sempre aparecer por aqui.
– Me desculpe não vir muito aqui. Mas sempre quando eu batia na sua porta quem me atendia era a tristeza, e ela sempre me disse: que você não precisa de mim.
– Ah, é que todos me abandonaram e ela foi à única que continuou comigo.
– Será que foram todos que te abandonaram, ou foi você que os trocou pela tristeza?
(Silêncio)
– Eu vir que a tristeza e a melancolia saíram logo cedo hoje! Então, resolvi te visitar.
– É as duas acordaram bem cedo, nem ficaram para o café. Mas que bom que você está aqui!
– Vejo que você precisa muito de mim…
(Suspiro)
– Não conseguir deixar de reparar os seus pulsos. Eles estão tão automutilados!
– Ah, foi à tristeza que me ajudou com a automutilação. Ela vem-me sugerindo a tomar um remédio que poder acabar com todo o meu sofrimento. Mas, pretendo não tomar!
– Me desculpe por te ter abandonado!
– Não se desculpe. Talvez foi eu que te abandonei. Apeguei-me tanto com a tristeza…
(Silêncio logo)
– Sabe felicidade o que dói não são essas automutilações, não é essa dor externa, e sim, a dor que eu carrego por dentro, a dor interna. Nenhum remédio resolver. Apenas quando adormeço as coisas melhoram.
– Mas eu estou aqui. Eu quero te ajudar e devolver toda a felicidade que você precisa. Irei ajudar você a cicatriza essas feridas que você carregar por dentro, e por fora.
(Silêncio com choros)
– Prometo que não vou deixar a tristeza entrar pela aquela porta. E caso ela resolver voltar irei dizer: “que aqui agora viver a felicidade, e quando ela consegue entrar, não tem espaço suficiente para a tristeza”.
– Por favor, não me abandone!
– Não irei te abandona. Eu nunca abandono, são as pessoas que acabam me trocando pela tristeza!
– Mas caso você resolver me deixar, às portas sempre vai ta aberta para você voltar, só não sei ser vai ser eu, ou tristeza que vai abrir a porta.
– Digo e repito “quando a felicidade entrar a tristeza não consegue voltar”.
– Promete!
– Eu prometo. Que de hoje em diante eu sempre estarei com você!
– Toc, toc!
– Quem é?
– Sou eu a tristeza! Posso entrar?
– Não. Estou com a felicidade, e não tem espaço para você mais aqui!
(Silêncio)
– Tristeza diga pra mim porque você tem tanta dor?
(Continuar em silêncio)
– Então, por favor, tristeza esqueça meu endereço quero ver você partir, e não volte nunca mais. Esqueça tristeza de mim. Eu, não te quero mal, apenas não te quero mais.
– Eu vou indo, mas quero que você saiba que eu posso voltar!
– Ah, tristeza não é querendo ser chata, mas levar a melancolia junto com você.


Comentar via Facebook

Comentário(s)

10 comentários em “Eu quero apenas ser feliz”

Deixe uma resposta