Entrelinhas

texto772Você deveria ter prestado mais atenção no jeito em que eu te olhava. Aliás, não foi atoa que me matriculei naquele curso de fotografia. Vi seu nome escrito lá, então, era o único jeito de ficar mais perto de você – até porque, eu nunca gostei de fotografar. Mas eu amava como você retratava cada uma das suas fotos. Havia tanto sentimento em todas elas e eu conseguiria passar a vida inteirar admirando-as. Mas existia um, porém, você se escondia por trás daquelas armações de óculos horríveis e sem graça.

E, foi na sexta feira, a penúltima aula de auto-retrato, o professor pediu que você escolhesse alguém para auto-retratar. Na minha plena consciência eu nem estaria na sua lista – já que a gente tinha trocado poucas palavras e se falava somente sobre fotografias. Você olhou para minha direção e sorriu, e falou para o professor que queria me fotografar. Estava autêntico no meu rosto que eu fiquei sem reação. Eu esperava você escolhesse qualquer pessoa, menos eu.

Foi naquele dia que nos conhecemos melhor. Só te conhecia pelo o que os outros me contavam – vi que você é um cara totalmente diferente. Com um jeito divertido e riso contagiante, que poucos conheciam. Eu estava conhecendo uma parte de você totalmente desconhecida, melhor do eu poderia imaginar.

Depois você me mostrou a foto que havia tirado. Um ângulo que eu não conhecia e com toda modéstia, era tão lindo.

Havia capturado a essência dos meus olhos. Eles brilhavam tão intensamente. Quantos sentimentos havia guardados ali dentro? Será que você percebeu? Parecia que há tempos vinha estudando como capturar cada detalhe meu. E como não consegui perceber antes? Acho que estava ocupada demais fingindo ser quem não era, para que você prestasse mais atenção em mim. Acabei lembrando, uma vez na aula de português da sétima série, que perguntaram a professora “o que eram entrelinhas”. Ela explicou para todos da classe: Significa compreender uma mensagem não explicita na frase ou fala.

Então, percebi que você era as entrelinhas e precisava se compreendido. E não era nas suas palavras, mas nas suas atitudes. Aquela vez que segurou a porta pra eu passar. Quando rebobinou a minha câmera analógica e isso custou o seu tempo. Teve o dia que estava chovendo e você me deu seu guarda-chuva. Ou quando dividiu o seu único bombom comigo, não foi somente gentileza. Foi naquele momento, sentir que você e eu estávamos tendo um sentimento recíproco em ambas as partes.

Você me mostrou que o amor está nas pequenas atitudes, que às vezes passam despercebidas e, é o mais importante. E que nem tudo precisa ser dito, apenas demonstrado.

Por fim, vou adorar fazer parte das entrelinhas da sua vida.


Comentar via Facebook

Comentário(s)

14 comentários sobre “Entrelinhas

  1. Leslie Leite disse:

    Que texto mais amor <3
    Super bem escrito. Amei.
    Beijo, http://www.apenasleiteepimenta.com.br

  2. simone disse:

    Que texto mais apaixonante <3 lindo e cheio de sentimento

  3. Thais disse:

    Aiiii, to apaixonada pelo texto, estou lendo o fazendo meu filme da paula pimenta e me sentir da mesma forma que estou lendo o fazendo meu filme, um texto tão maravilhoso, quando a gente menos espera, a vida nos presenteia com aquilo que você nunca imaginaria que teria, mas é um presente bom.
    http://thaissgalbiero.blogspot.com.br/

    • Dose de Ilusão disse:

      Eu ainda não li nenhum livro da Paula Pimenta, mas fico lisonjeada com a comparação!!! <3 Acho que o amor vem quando a gente não está esperando.

  4. sweetluly disse:

    Entrelinhas são as coisas mais gostosinhas da vida, né? Adoro como cada pessoa tem as suas e quando a gente consegue captá-las fica uma delícia acompanhar as próximas páginas da vida para descobri-las…

  5. Que texto lindo! Tão cheio de detalhes apaixonantes <3 As vezes o que a gente procura está bem do nosso lado e a gente nunca vê, sempre passa despercebido diante dos nossos olhos né? Quando a gente para pra perceber, é aí que vem aquele choque. Senti esse choque hoje, foi uma coisa bem estranha pra falar a verdade. Me senti mal, porque tinha parecido que eu tinha dormido por anos e acordei hoje percebendo essas coisas diferentes. Enfim, adorei o texto!

    Beijos!
    http://www.likeparadise.com.br

    • Dose de Ilusão disse:

      Gostei muito da intensidade do seu comentário, Thami! <3 Acho que as vezes a gente pode está muito despercebido ou talvez correndo atrás de quem não está nem aí, e perdendo a oportunidade de conhecer alguém incrível ou que está apaixonado por você... Obrigada!

  6. Que texto lindo, amei demais! Ótimas palavras, beijos
    http://www.achatadebatom.blogspot.com

Deixe uma resposta