E se?

texto-sentimentoE se eu não tivesse desistido no primeiro obstáculo? E se tivesse arriscado mais? E se tivesse dito tudo que sentia? E se eu não tivesse escondido tantos sentimentos? E se eu tivesse perdido desculpas? Tivesse confiado mais nas pessoas? E se tivesse amado mais? E se eu tivesse aproveitado mais a vida?

Esse é o nosso maior erro, somos feitos de incertezas, temos muito medo de se arriscar. O que resta é apenas colocar um ponto de interrogação e fica imaginando tudo que sonhava fazer. E quais caminhos algumas escolhas poderia ter levado?

Eu não te julgo, porque sou cheia de incertezas na vida. Sofro ás vezes para descobrir o que eu quero da vida. Já pensei em tantos cursos de faculdade para fazer e acabei desistindo de todos. Minha família já trilhou vários caminhos para mim. Só que eu não quero fazer algo, que eu não desejo. Com o passar dos anos você acabar aprendendo que nem tudo é fácil. Certas escolhas pode mudar a vida por completo.

Não quero olhar pra trás e ficar imaginando as coisas que eu não tentei. Ou porque, fiquei com medo de se arriscar. Nem que eu tenha que, quebrar a cara, uma, duas, três ou quantas vezes for preciso. Só não vou cruzar os braços e ficar observando tudo como uma espectadora. Quero ser a roteirista da minha vida e quero ter o papel principal.

Eu não quero fechar meus olhos e todas as noites ficar me perguntando: E se?


Comentar via Facebook

Comentário(s)

20 comentários sobre “E se?

  1. Camila Faria disse:

    A pior coisa é se arrepender de NÃO ter feito algo.

  2. Juliana disse:

    Me identifiquei inteiramente com seu texto! Realmente é melhor você se arriscar e quebrar a cara do que depois se arrepender de ter deixado tal chance passar. É bem melhor tentar e não conseguir do que passar o resto da vida se perguntado sobre o que teria acontecido. E quem sabe não acaba dando certo? Enfim, gostei bastante do texto, de verdade!
    Beijos,
    http://vivendodedevaneios.blogspot.com.br/

    • Dose de Ilusão disse:

      Muito obrigada pelo comentário, Juliana! Acho que temos que tentar se arriscar, o pior de tudo é em um futuro próximo você ficar pensando: E se eu tivesse tentado? Vamos nos arriscar mais… =D

  3. Minha vida é repleta por “E se?” e confesso que isso incomoda. Remorso, arrependimento, essas coisas atrapalham demais. Somos tão inseguros, pensamos tanto que acabamos nem agindo. Deixar de arriscar por ter medo é a minha cara e eu preciso melhorar isso. Acho que quando a gente fica mais tranquila e para de ter pensar tanto, as coisas fluem melhor.
    Adorei o texto!

    bjs
    blogtrashrock.blogspot.com

    • Dose de Ilusão disse:

      Obrigada, Marília! Acabamos ficando muito em uma zona de conforto, e ás vezes arriscar acabar nós trazendo um medo enorme, temos que aprende a seguir nossos sonhos. Concordo, as vezes o melhor é deixar as coisas fluir. Beijão ;*

  4. Ana Julia disse:

    Eu sou feita de incertezas, vivo com esse “E se?”. Muitos falam que é melhor se arriscar, que é melhor se arrepender de não ter feito algo e estão certos. Não sei por quanto tempo ainda vou a pessoa insegura, que vive com incertezas, querer ser diferente eu quero, mas colocar em prática é bem mais difícil.
    Amei completamente este texto! Beijos ♥

    • Dose de Ilusão disse:

      Eu te entendo perfeitamente Ana Julia, eu também sou cheia de incertezas, as vezes eu tenho desejo de fazer tantas coisas, mas o medo de se arriscar é maior. A vida é isso, não temos que temer, só temos que consegui sair um pouco dessa zona de conforto gigante que vivemos… Obrigada pelo comentário, Ana! Beijinhos ♥

  5. Por mais completo que você se sinta a vida sempre vai nos impor grandes “E SE?”. Faz parte de fazer escolhas né?!

    Um beijooooo

    PS: A menina da foto tá usando um vestido com a mesma estampa de um vestido que estou desapegando no blog *pequeno jabá*.

  6. Dai Castro disse:

    A vida é mesmo cheias de dúvidas e incertezas, mas o pior erro que podemos cometer é sentar no banco do passageiro e assistir a nossa vida passar. 😉 Beijos!

  7. Thay disse:

    Acho que sentir isso é perfeitamente normal. Sempre vamos nos questionar a respeito de nossas escolhas, se fizemos o certo ou se fomos pelo caminho que deveríamos. Faz parte da vida, vez ou outra, se questionar sobre a vida, o universo e tudo o mais. Costumo ponderar muito antes de tomar decisões em qualquer aspecto da minha vida, mas acredito que o mais importante é tomá-las: independente de acertos ou erros, o importante é tentar! Um beijo. (:

  8. Yash disse:

    Você tem que seguir o seu coração, não escolha caminhos que você acha que as pessoas vão gostar, pensa em primeiro em você e escolha algo que você nunca irá se arrepender, viva, ria, chore, faça tudo o que tiver que fazer, mas nunca se arrependa, porque se te fez feliz, vale a pena. 😉

    Beijos!

  9. Emerson disse:

    Que você possa se encontrar, esse é o meu desejo.

    http://www.jj-jovemjornalista.com/

  10. K A H disse:

    Quando vi o título do seu post lembrei de uma frase que fala algo do tipo: “E e Se, duas palavras inofensivas mas que juntas tem um poder devastador”. E é MUITA verdade, né? O pior sentimento é esse de E SE eu não tivesse desistido? E SE tivesse me esforçado mais? Por isso tenho tentado me dedicar mais as coisas e pessoas que eu amo, pra depois não acabar me arrependendo das coisas que passaram <3

    coffee, rock & beer

Deixe uma resposta