E aí, vai viver nessa solidão?

texto492O café já estava esfriando. As janelas continuavam fechadas. O som estava ligado. Havia uma caixa de cigarro recém aberta na mesa. Era isso que ela fazia para não se sentir sozinha. O vazio que sentia preenchia com outras coisas mesmo sabendo que tudo isso fazia mal. Era um dos melhores jeitos.

Júlia se tornou uma garota fria. Já não sentia mais nada. Até a vida dela se tornou mais escura. O dia para ela tinha se tornado a noite. Nunca mais vir um sorriso em seu rosto. O que aconteceu com Júlia? É o que todos perguntam, mas foram todos esses que fez ficar amarga feito fel. Júlia tinha tantas decepções que o seu coração já tinha até congelado.

Júlia sentou-se a mesa. E começou a traga seu cigarro lentamente. Em seguida tomou um café amargo. Logo ela que odiava tanto café e ainda mais amargo. O único barulho que dava para ouvir era os seus suspiros.  Sua vida estava uma bagunça, mas do que a casa toda.

E aí, Júlia? Vai se tranca no seu mundo? E cada dia mais afundando em um poço sem fundo e destruindo você mesma? Observe o sol nascendo lá no horizonte. Olhe a imensidão desse céu azul. Veja todas essas nuvens. Você achar que tudo isso aparece à toa?

É por isso, que todos os dias Deus faz o sol nascer de novo.

Ele sabe que cada dia é um novo começo para poder recomeçar.

Aproveite essa nova chance que a vida te dar e viva intensamente. Não se prenda nessa escuridão. Jamais desista de você e muito menos dos seus sonhos. Então, abra a janela e deixe a escuridão ir embora, levando com ela essa solidão.

E aí, Júlia me diga, vai continuar observando sua vida passar?


Comentar via Facebook

Comentário(s)

22 comentários sobre “E aí, vai viver nessa solidão?

  1. Maria Carolina disse:

    Julia, vem cá me dar um abraço. Estamos no mesmo barco.

    http://damnmaria.blogspot.com.br/

  2. Fernanda disse:

    Eu acredito que primeiro nós temos que aprender a sermos felizes sozinhos, aprender que a solidão na verdade é bom, pois é nele que nós podemos ser quem nós somos, se neste momento de solidão, não nos sentirmos bem, é pq a nossa própria companhia não é boa!

    http://www.raposalaranja.com.br

  3. Isabela disse:

    Eu chamaria a Julia para uma conversa regada a café gelado e adoçado, talvez ela mudasse de ideia sobre a vida – e sobre o café.

  4. Clara disse:

    Olá, Fran!

    Que texto lindo ♥ Você escreve muito bem. Não tem como não se identificar pelo menos um pouquinho com a Júlia, afinal todos já passamos por momentos ruins que nos deixam na bad. Mas devemos superar exatamente como você mostra no final do texto, existem muitas coisas que são motivo do nosso sorriso.

    Com carinho, Clara

    // n-found.blogspot.com

    • Dose de Ilusão disse:

      Obrigada Clara, pelo carinho! Acho que todos os dias é um novo começo, não devemos desistir nunca demais um dia, cada dia é um novo recomeço.

  5. Rubia Olivo disse:

    algumas situações nos fazem passar a viver como a Júlia por um momento. tenho certeza que muita gente vai se identificar com esse texto.

  6. Uma pena que algumas pessoas se fechem tanto, mesmo que seja por alguma decepção..
    Amei o texto!

    Beijos
    O Outro Lado da Raposa

  7. Kassia disse:

    Perfeito! Realmente se não tomar cuidado deixamos a vida passar e esquecemos que a todo momento podemos e devemos mudar.
    Beijos ♥

    http://www.brilhoeestilo.com

  8. Esse texto vem a calhar no dia de hoje. Recebi uma notícia ruim atrás da outra… Isso dá um start na nossa cabeça, e olha, temos que aproveitar tudo, não dá pra deixar a vida passar e a gente ficar só olhando!
    Beijocas

    rendasepaetes.com

  9. Camila disse:

    Adorei a sua escrita, o seu texto realmente me tocou. E gostei do modo como você aborda um sentimento tão comum e ignorado como o que a Júlia sente.

    Beijos,
    Camila

  10. Bianca Carvalho disse:

    Nossa realidade é sempre cheia de altos e baixos! Você tem paixão e põem o coração nas histórias amei!

Deixe uma resposta