Textos e Crônicas

Que ainda exista amor pra recomeçar

que-exista-amor-pra-recomecar-textoEu não acreditei quando você disse que iria embora –, para mim você estava blefando. De madrugada você me enviou uma mensagem se despedindo. Corri para suas redes sociais e lá encontrei uma penca de mensagens dos seus amigos. Meu corpo gelou naquele instante. Então você tinha feito sua escolha. Nem fez questão, de se preocupar com o que eu ia sentir. Durante alguns minutos queria que um meteoro caísse na sua cabeça. Que nada desse certo. E que você percebesse que era um erro, um grande erro, talvez um dos maiores da sua vida. Em fração de segundo, me sentir egoísta em querer prender você aqui comigo.

Olhei pela janela e calculei quantos lençóis eu tinha que amarrar pra tentar fugir de madrugada. Queria sair correndo até sua casa e pedir que não fosse embora. Iria falar que você é um estúpido, idiota e um bobo, que ninguém conseguiria viver longe de você, principalmente eu. Se fosse preciso sairia correndo até o aeroporto impedindo que você pegasse um voo, iguais essas cenas clichês dos filmes.

No entanto, você fez uma decisão e, eu não vou te impedir. Se essa for sua escolha então, vá. Eu só tenho que respeita. Sei que seus sonhos não estão aqui. Vai conquistar o mundo. Espero que encontre o que você tanto procurar. Vou ficar aqui torcendo por você. Eu só quero que você saiba que eu te amo e continuarei te amando. Estou abrindo mão da minha felicidade só pra te ver feliz. Acho que essa é uma grande prova de amor, né? Abrir mão da pessoa que amamos e ficar observando ela ir embora (…)

Talvez, por uns dias ou quem sabe pra sempre.

Por isso, que vou ficar desejando tudo de melhor na sua vida, mesmo não fazendo mais parte dela. E que nessa sua nova fase, venha conhecer pessoas incríveis, que te ensine coisas novas e que você possa ensiná-las também. Que tenha dinheiro, mas que não mude o seu caráter, apenas te dê mais aprendizagem e conhecimento. Bem, o que eu mais te desejo é: amor. Em todos os dias da sua vida. Desejo simplesmente amor. Que encontre alguém que te faça fica, porém, se ainda não encontrar esse alguém, que ainda exista amor pra você recomeçar. Somente isso.

Entrelinhas

texto772Você deveria ter prestado mais atenção no jeito em que eu te olhava. Aliás, não foi atoa que me matriculei naquele curso de fotografia. Vi seu nome escrito lá, então, era o único jeito de ficar mais perto de você – até porque, eu nunca gostei de fotografar. Mas eu amava como você retratava cada uma das suas fotos. Havia tanto sentimento em todas elas e eu conseguiria passar a vida inteirar admirando-as. Mas existia um, porém, você se escondia por trás daquelas armações de óculos horríveis e sem graça.

E, foi na sexta feira, a penúltima aula de auto-retrato, o professor pediu que você escolhesse alguém para auto-retratar. Na minha plena consciência eu nem estaria na sua lista – já que a gente tinha trocado poucas palavras e se falava somente sobre fotografias. Você olhou para minha direção e sorriu, e falou para o professor que queria me fotografar. Estava autêntico no meu rosto que eu fiquei sem reação. Eu esperava você escolhesse qualquer pessoa, menos eu.

Foi naquele dia que nos conhecemos melhor. Só te conhecia pelo o que os outros me contavam – vi que você é um cara totalmente diferente. Com um jeito divertido e riso contagiante, que poucos conheciam. Eu estava conhecendo uma parte de você totalmente desconhecida, melhor do eu poderia imaginar.

Depois você me mostrou a foto que havia tirado. Um ângulo que eu não conhecia e com toda modéstia, era tão lindo.

Havia capturado a essência dos meus olhos. Eles brilhavam tão intensamente. Quantos sentimentos havia guardados ali dentro? Será que você percebeu? Parecia que há tempos vinha estudando como capturar cada detalhe meu. E como não consegui perceber antes? Acho que estava ocupada demais fingindo ser quem não era, para que você prestasse mais atenção em mim. Acabei lembrando, uma vez na aula de português da sétima série, que perguntaram a professora “o que eram entrelinhas”. Ela explicou para todos da classe: Significa compreender uma mensagem não explicita na frase ou fala.

Então, percebi que você era as entrelinhas e precisava se compreendido. E não era nas suas palavras, mas nas suas atitudes. Aquela vez que segurou a porta pra eu passar. Quando rebobinou a minha câmera analógica e isso custou o seu tempo. Teve o dia que estava chovendo e você me deu seu guarda-chuva. Ou quando dividiu o seu único bombom comigo, não foi somente gentileza. Foi naquele momento, sentir que você e eu estávamos tendo um sentimento recíproco em ambas as partes.

Você me mostrou que o amor está nas pequenas atitudes, que às vezes passam despercebidas e, é o mais importante. E que nem tudo precisa ser dito, apenas demonstrado.

Por fim, vou adorar fazer parte das entrelinhas da sua vida.

Estou florescendo

comportamento-texto-inspiração-3

Eu não sou mais a garota que você conheceu alguns anos atrás.

Não choro mais pelos cantos. Não ligo mais com os comentários maldosos. Não tento mais agradar ninguém. Na minha adolescência eu queria fazer parte de algum grupinho, tentei todos, mas eu não me encaixava em nenhum. Me sentia como um peixe fora d’água. Então, preferia ficar sozinha na sala de aula na hora do recreio, apenas eu e os meus livros. Ninguém compreendia, como alguém preferia ficar com livros, além de se socializar e fazer novos amigos? Nunca fui anti-social, mas aquelas pessoas não me fazia sentir bem. Procuro me cercar de pessoas que me traz paz e que fique feliz com a minha companhia. Se tem algo que eu não gosto é, de forçar amizade.

Você pode-me vê passando na rua, mas nunca vai me desvendar. Sim, sou feita de camadas. Sou muito enigmática. Uma verdadeira caixinha de surpresa. Procuro mostrar pouco sobre mim, somente o necessário. Você pensa que viu tudo. Mas, meu bem, você viu muito pouco ou quase nada. Para ser sincera, tem pessoas que não merece conhecer eu por inteira. Você pode conviver comigo durante anos, porém, jamais vai desvendar o fundo da minha alma.

Sou cheia de profundidades e superfícies.

Quanto mais o tempo vai passando eu vou me descobrindo. Antigamente eu não curtia mpb – e hoje é o que mais tocar na minha playlist. E claro, estou sempre procurando descobrir o novo. Sou curiosa mesmo, nunca estou satisfeita com o que eu sei. Aliás, tantas coisas fascinantes que existem e jamais vou me prender em universo só (…). Quero ser livre, leve e solta.

Amanhã vai existir uma nova versão minha (que eu ainda não conheço). E que vai está disposta – aprender com os erros e se levantar quando cair. Que vai acreditar ainda mais nela. Que vai em buscar do horizonte, mesmo quando falam que é uma utopia. Se tem uma coisa que eu gosto, é de correr riscos. Também não sinto mais medo de receber, não. Continuo seguindo em frente quando as portas se fecham. Só não existe a palavra desistir no meu dicionário. É isso, eu só quero gritar para você ouvir; assim como as flores, eu estou florescendo.

Solidão

tumblr_nnruxgCdW21ts1n9no3_540Sentou-se na janela e ficou observando as pessoas que passavam pela rua. Umas sorrindo, outras discutindo e muitas sozinhas. Tomou mais um gole de café. O vento frio batia em seu rosto e fazia queimar. Mas nada doía tanto que a solidão daquela casa. Ali era o único lugar que sentia-se acompanhada. Olhava para as pessoas e tentava desvendar o sentimento de cada uma delas. E sabia que cada uma tinha algum sentimento que queria esquecer.

Respirou fundo e pegou o celular, não havia nenhuma mensagem nele. Olhou dentro do quarto (sem sair da sacada da janela) viu que o silêncio era assustador. Não havia vestígio nenhum daquele que um dia ela amou. Doía! Porém, tinha que aprender a conviver com aquela ausência. Na vida às vezes, temos que abrir mão de um amor, por um sonho ou por um erro cometido. De uma forma difícil, essas escolhas fez doe cada fibra do seu corpo.

O anoitece ia deixando a rua ainda mais vazia. Sentiu um amargo no estômago. Estava ainda mais solitária. Não tinha nem mais os desconhecidos passando na rua, para imaginar o que acontecia na vida deles. Não tinha ninguém pra lhe ouvir, tantas coisas queria dizer. Poderia conversar com as paredes ou quem sabe o seu vizinho do lado, que havia perdido a esposa (depois de 50 anos casados), ele sempre falava o tanto que a amou, até mesmo quando encontrava-se no corredor do prédio. Mas não naquela noite, porque era apenas, ela e a solidão.

Deitou a li mesmo no chão e adormeceu. O quarto estava vazio e sombrio, ali era o único lugar mais aconchegante, até mesmo, com todo o frio que estava fazendo. Porque lá dentro, se encontrava a solidão: que doía e sufocava, até mais do que, qualquer dia de inverno.